Benefícios da Proteína: Para atletas e não só!

Benefícios da Proteína: Para atletas e não só!

Os benefícios da proteína estendem-se também a quem não pratica exercício físico.

Os benefícios da proteína não se resumem à massa muscular e ao exercício. Leia o nosso artigo se quiser descobrir outros benefícios deste nutriente!

Os benefícios da proteína para praticantes de exercício físico, não podem ser subestimados, particularmente em desportos que exijam poder de explosão, visto que a proteína é um elemento crucial na composição dos tecidos corporais, particularmente do tecido muscular (função plástica da proteína).

É, de facto, essencial que os atletas tenham uma boa quantidade de massa muscular, pois só assim o corpo consegue responder a estímulos de grande intensidade.

As proteínas são, assim, essenciais para o crescimento em idades jovens e para a manutenção da estrutura corporal, nomeadamente da massa muscular, em idades adultas, uma vez que promovem a renovação contínua dos tecidos corporais.
Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!

As proteínas são complexas moléculas orgânicas, vitais para a estrutura e funções do organismo. Existem dezenas de milhares de proteínas diferentes, cada uma com um papel essencial único e distinto de todas as outras.

Sabemos hoje que no que diz respeito a produzir resultados no nosso corpo, o treino, apesar de ser um fator importante, é apenas mais um no meio de outros, como a alimentação adequada. 

Como resultado, o consumo e importância das proteínas é um assunto que está na moda, sobretudo entre atletas.

Todavia, os benefícios das proteínas não se ficam por aí, visto que as proteínas desempenham muitas outras funções no organismo.


Benefícios da Proteína para Atletas


proteina em atletas


1. Construção muscular

Como já referido, a proteína é o nutriente chave da síntese e manutenção da massa muscular, assumindo ainda um papel preponderante na recuperação muscular e na prevenção de lesões. 

Contudo, importa salientar que a construção muscular não ocorre enquanto treina, mas sim na fase de recuperação. Como tal, é muito importante um período de descanso e nutrição adequados após o exercício.

Assim, para existir construção muscular é indispensável consumir proteína de elevada qualidade ao longo do dia e também antes de ir dormir, como por exemplo a proteína presente na carne, peixe e ovos ou a proteína de soro de leite (Whey). 

►Descubra aqui 10 alimentos ricos em proteína!

Por outro lado, algumas proteínas ajudam também a melhorar a capacidade antioxidante do organismo, fortalecendo o sistema imunitário e ajudando a suportar as adaptações fisiológicas ao exercício. 

Além disso, as proteínas previnem cãibras nos músculos sobrecarregados, proporcionando uma melhor regeneração.

Deste modo, a proteína proporciona uma recuperação mais rápida depois de treinos intensos, melhorando os resultados.
 
 


2. Permite um estado anabólico 

Quando estamos num estado anabólico ocorrem um conjunto de reações que têm como objetivo a reconstrução de tecidos, incluindo o tecido muscular.

Assim sendo, o anabolismo muscular é aquilo que qualquer atleta / praticante de exercício físico procura, independente do objetivo ser o ganho de massa muscular ou a perda de massa gorda.

Quando faz exercícios de musculação intensos, ocorre a destruição do tecido muscular, originando aquela dor muscular característica, no dia seguinte. Como tal, é necessário ocorrer reconstrução muscular.

Quando o organismo entra neste estado anabólico, a taxa de reconstrução muscular fica acelerada. E cada vez que esse processo de destruição e reconstrução acontece, o músculo reconstrói-se maior, mais forte e mais denso.



Benefícios da Proteína no Emagrecimento


1. Aumenta a temperatura corporal

A proteína tem o efeito térmico mais pronunciado dos três macronutrientes. Isso significa que os alimentos ricos em proteínas aumentam o metabolismo, obrigando o organismo a despender mais energia sob a forma de calor no processo de digestão desses alimentos, comparativamente a outros alimentos que sejam fontes de hidratos de carbono e gordura. 

 


2. Confere maior saciedade

Outro efeito interessante do consumo de proteína é o aumento dos níveis de saciedade. Pessoas que sigam uma dieta com alto teor de proteína têm menos apetite, comparativamente a outras que ingerem o mesmo número de calorias, mas baseadas em hidratos de carbono ou gordura. 

Alimentos ricos em proteína atrasam o esvaziamento gástrico e a passagem dos alimentos para o intestino, proporcionando uma sensação de plenitude mais prolongada. 

 


3. Reduz os níveis de insulina no sangue

O consumo de proteína juntamente com hidratos de carbono diminui a velocidade de libertação da insulina e aumenta a sensibilidade à mesma, já que ajuda a estabilizar o teor de açúcar no sangue e a reduzir o índice glicémico dos hidratos de carbono. 

Isto é muito importante para quem pretende emagrecer, visto que grandes concentrações de insulina no sangue ativam as enzimas de armazenamento de gordura, inibindo a ação das enzimas que promovem a metabolização da gordura armazenada.

Controlando a insulina, reduz também as hipóteses de ganhar resistência à mesma, uma condição que poderá levar a diabetes tipo II.



Benefícios da Proteína para a pele, cabelo e unhas


proteina no cabelo

A proteína tem também uma função importante na formação da pele, do cabelo, das unhas, visto que todos estes tecidos possuem proteínas na base da sua constituição (colagénio e queratina, respetivamente). 

De facto, sabe-se que a escassez de nutrientes é um dos grandes venenos da beleza destes tecidos. Vale a pena dizer que, se o corpo se ressente da ausência de proteína, não existe cosmético ou shampoo que ajude. 

Em casos de deficiência de proteína para funções vitais, o organismo vai buscar este nutriente ao cabelo, às unhas e à pele, enfraquecendo-os. Consequentemente, o cabelo fica fraco e cai, as unhas ficam quebradiças e a pele com rugas.

No caso da pele, a proteína é ainda essencial ao processo de cicatrização de feridas, visto que o colagénio é uma das principais moléculas envolvidas neste processo.



Benefícios da Proteína no Cancro


Quem luta contra o cancro e é submetido a tratamentos agressivos, como a quimioterapia e a radioterapia. Muitas vezes estes doentes têm dificuldade em satisfazer as suas necessidades nutricionais diárias devido a náuseas e falta de apetite. 

Consequentemente, na maior parte dos casos, ocorre uma perda de peso e de massa muscular significativa. 

O consumo de proteína, nomeadamente na forma de suplementos hiperproteicos, ajuda a atenuar este quadro catabólico, sendo uma forma fácil e suave para o organismo de consumir proteína. 



Outros Benefícios da Proteína


desconforto gastrico


1. Evita alterações hormonais

Tendo em conta que muitas das hormonas essenciais ao nosso organismo são proteínas (insulina, hormona de crescimento, leptina), torna-se evidente que a proteína ajuda a evitar alterações hormonais, promovendo uma comunicação eficaz no nosso organismo;
 
 


2. Auxilia na digestão dos alimentos

Muitas das enzimas necessárias para digerir os alimentos são proteínas. Como tal, uma ingestão adequada de proteína é essencial para uma boa transformação dos alimentos ingeridos e para evitar desconforto gástrico, azia e enfartamento.

 


3. Ajuda a lidar com o stress

O aminácido triptofano, que se encontra em grandes quantidades em proteínas como a Whey, é o principal percursor da serotonina, um neurotransmissor presente no cérebro, essencial para lidar adequadamente com o stress. 

►Descubra aqui outros alimentos que ajudam a combater o stress.

 


4. Previne a anemia

Outra das funções das proteínas é o transporte de nutrientes e oxigénio às células, como no caso da hemoglobina. Um consumo adequado de proteína, promove uma síntese adequada de hemoglobina e assegura uma adequada nutrição dos tecidos e a prevenção de patologias como a anemia.


Em suma, seja atleta ou não, não descure a importância da proteína na sua alimentação!

Saiba as melhores dicas para ficar em forma !

 

Veja também:

Rita Lima Rita Lima

Rita Lima é nutricionista e trabalha, atualmente, no Boavista FC e nos ginásios Welldomus Fitness and SPA e CulturaFit Club no Porto. Durante 2 anos colaborou no projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto. É licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma.