Toma de antibióticos na gravidez: será seguro ou não?

A toma de antibióticos na gravidez é segura. A escolha será ajustada à sua situação clínica de acordo com os medicamentos permitidos na gravidez.

Toma de antibióticos na gravidez: será seguro ou não?
Fique a entender a relação risco/benefício na toma de antibióticos na gravidez.

De um modo geral, antibióticos não devem ser tomados durante a gravidez, no entanto, existem casos em que poderão ser indispensáveis para a saúde da mulher grávida e do feto. Nesses casos, a toma de antibióticos na gravidez deve ser equacionada de acordo com uma cuidada avaliação risco/benefício.

Há poucas informações clínicas sobre o efeito de novos antibióticos na gravidez e risco de complicação fetal. Portanto, os antibióticos mais antigos são tipicamente os primeiros a ser prescritos pelos obstetras, pois é sobre estes que se apoiam a maior parte dos testes na gravidez.

No entanto, em alguns casos, apesar da falta de testes em humanos durante a gravidez, os obstetras enfrentam um problema de risco versus benefício. Se os benefícios de prescrever antibióticos na gravidez superam os riscos potenciais, o antibiótico em questão é escolhido.

É assim importante desmistificar esta questão. Em alguns casos, como são exemplo as infeções do trato urinário, deixar a infeção por tratar representará um risco maior para a gravidez e para o feto do que os riscos implicados na toma do antibiótico para a tratar.

É SEGURO TOMAR ANTIBIÓTICOS NA GRAVIDEZ?


antibioticos na gravidez e prescricao medica de antibioticos

A prescrição de antibióticos na gravidez é sempre muito bem ponderada. Por isso, o ponto primordial é confiar no seu médico.

Plano de Saúde Grátis
Cuide da sua saúde. Obtenha consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médicas gratuitas.Peça aqui o seu plano grátis.

Por norma, a toma de antibióticos na gravidez é realizada segundo estes critérios:

  • Usar apenas antibióticos quando nenhuma outra opção de tratamento for suficiente;
  • Evitar a prescrição de antibióticos durante o primeiro trimestre de gravidez, quando possível;
  • Escolher um antibiótico seguro na gravidez;
  • Prescrever a menor dosagem possível comprovada.

Nunca devem ser tomados antibióticos sem uma cuidada avaliação médica. Se o seu médico prescrever um antibiótico na gravidez, é provável que o medicamento se insira na categoria A ou categoria B da lista de medicamentos aprovados para uso durante a gravidez.

Nesta lista, mundialmente aceite, encontram-se descritas cinco categorias que variam de acordo com a evidência e o potencial risco de causar defeitos congénitos, se usado durante a gravidez. As categorias são determinadas pela confiabilidade da documentação e pela relação risco/benefício. As categorias são: A, B, C, D e X.

Na categoria A constam os antibióticos que não apresentaram risco aumentado de anomalias fetais. Enquanto no extremo oposto, categoria X, constam os que demonstraram evidências positivas de anomalias fetais, sendo o seu uso contraindicado em mulheres que estão ou podem engravidar.

LISTA DE ANTIBIÓTICOS QUE NÃO DEVEM SER USADOS NA GRAVIDEZ


diferentes tipos de antibioticos

Esta é a lista de antibióticos que não devem fazer parte da sua medicação se está grávida:

  • Fluoroquinolonas, como a ciprofloxacina, levofloxacina, entre outras têm descritas possibilidade de anomalias dos ossos e articulações (observadas apenas em animais);
  • Nitrofurantoína tem descrita uma possível rutura dos glóbulos vermelhos em mulheres ou fetos que têm deficiência de uma enzima chamada G6PD;
  • A tomas tetraciclinas aumenta a possibilidade de crescimento ósseo mais lento e amarelamento permanente dos dentes;
  • O Trimetoprim poderá causar defeitos no cérebro e na medula, como espinha bífida.

 

NÃO TEMA A TOMA DE ANTIBIÓTICOS NA GRAVIDEZ


receio em tomar antibioticos

Existem antibióticos que podem ser utilizados com segurança em qualquer momento da gravidez, mas existem também aqueles que são comprovadamente danosos para o feto.

Caso sejam seguidas as orientações do seu médico, não necessita de ter medo de tomar antibióticos durante a gravidez. Muitos dos antibióticos permitidos na gestação já são usados há décadas sem que tenham sido identificados graves problemas de malformação.

Cuide da sua saúde. Consiga aqui consultas de clínica geral, medicina dentária e especialidade médica gratuitas!

Veja também:

Ler mais
Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.