Como eliminar as verrugas? Conheça a solução

As verrugas são lesões da pele de forma variável produzidas pelo vírus do papiloma humano (HPV), no entanto saiba que é possível eliminar as verrugas.

Como eliminar as verrugas? Conheça a solução
As verrugas podem desaparecer espontaneamente, no entanto é possível eliminá-las com tratamentos eficazes.

Todas as verrugas variam em relação ao tamanho, forma e área do corpo em que se encontram. Estas alterações na pele aparecem com frequência nos dedos, cotovelos, joelhos, rosto, pescoço e até no couro cabeludo. É muito difícil eliminar as verrugas por completo, já que são um sintoma do vírus do papiloma humano (HPV), no entanto, com alguns cuidados e um bom tratamento, podemos reduzi-las de forma notável e evitar o seu reaparecimento no futuro.

As zonas mais seguras para tratamento são os pés e as mãos, sendo também estas as áreas onde mais frequentemente surgem.

QUE TRATAMENTOS EXISTEM PARA AS VERRUGAS?


Existem diferentes tipos de tratamento disponíveis para eliminar as verrugas, que incluem a crioterapia (remoção com recursos a baixas temperaturas), remoção através de cirurgia laser, que implica uma anestesia local e atendimento médico e, ainda, o uso de medicamentos com agentes queratolíticos, geralmente com ácido salicílico.

MELHORES MÉTODOS PARA ELIMINAR AS VERRUGAS


1. Soluções com ácido salicílico

Eliminar verrugas e Solucoes com acido salicilico

A grande vantagem deste ácido é que apresenta um bom poder esfoliativo e também uma ação hidratante, cuja característica principal é a capacidade de penetração nos poros ajudando na remoção das camadas de pele formadas com uma ação irritante muito menor que os outros ingredientes.

Esta aplicação deve ser realizada com extremo cuidado, uma vez que pode lesar a pele sã. Para tal, a pele à volta deve ser protegida com recurso a um creme gordo ou, como alternativa, cobrir a pele com um verniz que possa posteriormente ser removido.

Além disso, antes da aplicação nas verrugas, é aconselhável escorrer o pincel de forma a remover a solução existente em excesso. Por outro lado, quando se tratar de pequenas verrugas, a solução pode ser aplicada com um palito de madeira, para uma maior exatidão.

O tempo médio de tratamento é de 6 semanas, devendo manter-se durante cerca de uma semana após o sucesso completo do tratamento.

2. Crioterapia

Crioterapia

Quando se usam aparelhos de crioterapia para a remoção de verrugas comuns ou plantares, a área tratada pode ficar temporariamente branca. Após a área tratada descongelar, irá ficar vermelha. Poderá ocorrer a formação de uma bolha debaixo da verruga comum ou plantar tratada como resultado do processo de descongelamento.

É importante que apenas se toque com o aplicador na verruga, ou verrugas que pretende tratar e, como tal, deverá pedir ajuda caso não tenha visibilidade suficiente para o fazer.

A verruga comum ou plantar terá tendência a desaparecer gradualmente ou a cair passado 10 a 14 dias depois do tratamento, mostrando pele saudável por baixo. Uma aplicação deve ser suficiente para remover eficazmente a verruga comum ou plantar. Se for necessário um segundo tratamento deve esperar 14 dias entre as duas aplicações.

3. Remoção por laser

Remocao por laser

As verrugas plantares podem causar dor na caminhada, enquanto as verrugas genitais podem prejudicar os contactos sociais.

O laser é a melhor abordagem cirúrgica, produzindo taxas de cura de até 75% para verrugas comuns resistentes à terapia anteriormente indicada.

A anestesia local ou geral podem ser necessárias de acordo com o número de verrugas a serem removidas, bem como tamanho da área a ser tratada.

O tempo de recuperação depende, também, da localização e do número de verrugas removidas. A cicatrização geralmente ocorre em 2 a 4 semanas.

CONSULTAR UM DERMATOLOGISTA ANTES DE TENTAR ELIMINAR AS VERRUGAS


dermatologista

É importante marcar consulta com um dermatologista para que avalie convenientemente o caso e para que indique a melhor forma de eliminar as verrugas. Além disso, é importante para que seja avaliada a sua possível malignidade, descartando a possibilidade de se tratar de um melanoma (cancro cutâneo).

Veja também:

Cátia Rocha Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.