A dieta sem glúten

A dieta sem glúten

Tudo o que precisa de saber sobre esta dieta.

Nem só os celíacos seguem uma dieta livre de glúten. Atualmente já há quem aposte nesta dieta para perder peso. 

Glúten. Para muitos o grande inimigo do peso pretendido. Sim, longe vai o tempo em que apenas os celíacos (intolerantes ao glúten) seguiam uma dieta livre de glúten.

Agora há já quem recorra a esta dieta para emagrecer. Mas será que uma dieta sem glúten deve ser seguida por qualquer pessoa?
 


A Intolerância ao glúten


O glúten é uma proteína existente na composição de alguns cereais (como o centeio, trigo, aveia ou cevada). Os doentes celíacos sofrem de uma doença autoimune desencadeada pelo glúten que interfere na absorção dos nutrientes pela danificação do epitélio intestinal.

Atualmente, já é reconhecida outra forma de sensibilidade ao glúten, chamada de sensibilidade ao glúten não celíaca, que se manifesta pelos mesmos sintomas (desconforto abdominal, diarreia, gases, dores de cabeça, etc.) mas não se verifica a danificação intestinal.

Se até há pouco tempo os “perigos” do glúten eram preocupação exclusiva de quem sofria desta intolerância e a dieta sem glúten tinha como finalidade evitar os efeitos negativos da intolerância; agora o cenário é um pouco diferente. Isto porque há quem defenda que o glúten pode contribuir para o aumento de peso. Há ainda quem defenda que o glúten contribui para a diminuição da hormona que desencadeia a sensação saciedade e que dificulta a digestão. 
 

Tudo para manter a forma
Tenha acesso às melhores dicas de nutrição! Receba já conteúdo exclusivo!

Alimentos sem glúten


Todos os que não tiverem na sua constituição cevada, aveia, centeio e trigo. Nestes incluem-se, por exemplo, a quinoa, o trigo sarraceno, o milho, a batata ou batata-doce, arroz, massa e muitos outros que pode ver aqui.

Na dúvida, há que consultar a lista de ingredientes e verificar a presença ou não de glúten, normalmente destacado por ser considerado um alergénio.
 

Dieta sem glúten: sim ou não? 


De forma simples, a dieta sem glúten consiste na substituição de alimentos onde se encontra essa proteína, por outros onde não esteja presente. 

 
Ainda que a técnica esteja a ser usada (por muitos) para perder peso, saiba que se é esse o seu objetivo a simples substituição de alimentos com glúten por alimentos livres de glúten pode não ser suficiente. 
 
Primeiro o glúten não é a causa do aumento de massa gorda. A questão é que está presente certo em muitos alimentos ricos em açúcares e gorduras, por norma muito calóricos, e – como tal – se cortar nos alimentos mais calóricos pode originar uma perda de peso.

Mais. Os especialistas alertam que até ao momento não existem dados científicos que comprovem que a eliminação de glúten da alimentação esteja relacionada com a perda de peso. Isto sem falar do facto de que não sendo intolerante à proteína, não há qualquer razão para enveredar numa dieta livre de glúten. Depois há que considerar que muitos dos alimentos com glúten são também fontes de hidratos de carbono complexos e importantes para o organismo.


Além disso, deve ter em consideração que certos alimentos sem glúten podem ser igualmente calóricos. Isto serve para dizer que para perder peso o segredo não está na eliminação do glúten da sua alimentação, mas sim a adoção de hábitos alimentares saudáveis e equilibrados.  

Mas se mesmo assim estiver decidido a avançar com uma dieta sem glúten, o melhor é antes de se iniciar procurar aconselhamento junto de um nutricionista que pode ajudá-lo a estabelecer o plano alimentar mais indicado para as suas necessidade e objetivos, evitando dietas desequilibradas. 

Ainda assim não deixe de espreitar as nossas sugestões de receitas sem glúten

Saiba as melhores dicas para ficar em forma !

Veja também: