Dieta dos 31 dias - tudo sobre a 1ª fase

Dieta dos 31 dias - tudo sobre a 1ª fase

Saiba o que pode ou não comer nesta fase.

Se já ouviu falar da dieta dos 31 dias sabe que esta se encontra dividida por fases, cada uma com as suas especificidades. 
 

Não há dúvida que a dieta dos 31 dias é um sucesso e não falamos apenas do número de livros vendidos. Diz quem já experimentou que os resultados são notórios. Baseada nas dietas Atkins e South Beach (dietas proteicas), a dieta dos 31 dias foi criada pela nutricionista Ágata Roquette e adaptada aos hábitos alimentares dos portugueses. A dieta já deu origem a um livro com o mesmo nome, onde encontra não só a dieta explicada passo a passo, mas também sugestões de receitas que certamente vai querer incluir na sua ementa. A promessa? Simples: elimine entre três a cinco quilos, no caso das mulheres, e cinco a oito, nos homens. Para obter resultados só precisa de seguir as instruções do livro e cumprir as regras de cada fase. Sim, porque a dieta está organizada em quatro fases (como já lhe dissemos aqui) e cada uma delas tem regras específicas. Hoje falamos-lhe da fase 1.

Consulta Gratuita de Nutrição
Faça a sua consulta gratuita de nutrição. Fale já com a nutricionista online!

Fase 1: em que consiste?

Esta é considerada a fase mais rígida das quatro. Com a duração de cerca de 15 dias, a fase 1 da dieta dos 31 dias promete uma perda de peso de dois a três quilos para as mulheres e de quatro a cinco para os homens (mais de metade do peso que se prevê eliminar ao longo de toda a dieta). Nesta fase ficam de fora da sua alimentação todos os hidratos de carbono com exceção do pão ao pequeno-almoço. Durante esta fase fica também de fora a fruta e a sopa.


O que pode comer?

Não se assuste, ainda que esta fase seja bastante restritiva em termos de alimentos ainda fica com boas opções ao seu dispor. Da lista de alimentos permitidos na fase 1 da dieta constam:
 
  1. Carnes magras
  2. Peixes, mariscos e moluscos
  3. Conservas de atum (em água ou azeite)
  4. Ovos
  5. Enchidos (como fiambre ou mortadela de peru ou frango, paio do lombo, presunto sem gordura, etc.)
  6. Verduras e legumes (todas exceto as que vamos incluir já de seguida na lista dos alimentos proibidos)
  7. Gelatina (0% de açúcares)
  8. 1,5 Litros de água (ou chá sem açúcar, café, colas light)
  9. Temperos e especiarias

Mas a lista de alimentos permitidos não se fica por aqui, já que pode também incluir na sua dieta, ainda que em doses moderadas:
 
  1. Um pão (de mistura, integral ou escuro ao pequeno-almoço – SÓ!)
  2. Um copo de leite, desde que magro, meio gordo, de soja natural, arroz ou de aveia
  3. Um iogurte magro e ­ sem açúcares adicionados
  4. Dois queijos magros ­(frescos, triângulos, bolas ou fatias de flamengo).
 

O que fica de fora da dieta?

Ou seja, os alimentos proibidos. A lista inclui:
 
  1. Pão (exceto aquele pãozinho matinal que lhe é permitido)
  2. Acompanhamentos ricos em hidratos de carbono, como arroz, massa, batata e cuscuz
  3. Gorduras (como­ óleos e margarinas)
  4. Leguminosas ­ (feijão, grão, milho, ervilhas, favas, lentilhas, etc.)
  5. Legumes (tais como cenoura cozida, abóbora ou beterraba)
  6. Farinhas ­(tostas, bolachas, cereais e farinhas)
  7. Chocolates e outros doces
  8. Bebidas ­ alcoólicas
  9. Sumos e sumos naturais (sim, esses também)
  10. Molhos, ­maionese ou ketchup
  11. Fruta e Sopa ­ (apenas nesta fase 1)

 
Dicas

Não é apenas aos alimentos que deve prestar atenção, mas também à forma como os confeciona. Nesta fase opte por cozer, grelhar, estufar, guisar ou saltear os seus alimentos. Para cozinhar use azeite, óleo de linhaça, tomate, alho, cebola, maionese caseira, mostarda (desde que seja pouca e sem hidratos de carbono), molho de soja, queijos (pouco), temperos e especiarias.

 

Veja também: