O café como aliado na prática de exercício físico

Talvez ainda não saiba, mas existem grandes benefícios do café como aliado na prática de exercícios físico. Vale a pena conhecê-los e tirar o melhor proveito deles.  

Powered by: Wellness solutions
O café como aliado na prática de exercício físico
Cafeína para treinar mais e melhor? Veja os benefícios desta substância.

Um tema que suscita curiosidade no meio em geral mas principalmente no desporto em particular é o café como aliado na prática de exercício físico.

Seja num dia de trabalho ou de treino, por vezes sentimos a necessidade de recorrer a estímulos que nos ajudem a despertar o corpo e a mente, para enfrentar os dilemas do dia-a-dia.

Quando se fala em estimulantes, o mais habitual é pensar em substâncias pouco naturais ou mesmo ilícitas que, de alguma forma, permitam melhorar a nossa performance física e cognitiva.

Apesar de coexistirem em tal contexto, a maior parte de nós consome outros produtos com substâncias de igual capacidade estimulante para o organismo, sem que sejam consideradas ilegais. Exemplo disso é a cafeína.  


Quais os efeitos da cafeína?


Todos conhecemos os efeitos da cafeína, desde o aumento do ritmo cardíaco à diminuição do tempo de reação a estímulos visuais e auditivos.

Semana Especial Running Vida Ativa
Descontos incríveis nas melhores marcas para voltar a ficar em forma, sem gastar muito! Aceda aos descontos.
Estudos comprovam que a cafeína é capaz de aumentar a performance dos indivíduos em tarefas manuais tais como conduzir, apesar de poder diminuir a performance em tarefas que envolvam coordenação muscular complexa.

A nível metabólico, os investigadores acreditam que a cafeína é um antagonista da adenosina e, ao contrário do efeito sedante, provocam um efeito estimulador e, posteriormente podem reverter o efeito sedante provocado pela adenosina. Outra possibilidade relatada em estudos é a possibilidade de as metilxantinas (p.ex. cafeína) ativarem a libertação de dois aminoácidos excitatórios (glutamato e aspartato) que desempenham um papel fundamental como principais neurotransmissores estimuladores do cérebro.


E ao nível do exercício físico?

Vários estudos revelam que beber um café antes do treino - 30 a 60 minutos -  não só proporciona um maior conforto, como influencia positivamente a performance desportiva.

A cafeína contida no café gera um aumento de ácidos gordos em circulação na corrente sanguínea, os quais serão utilizados como fonte de energia pelos músculos. Assim, o corpo ganha maior resistência e consegue suportar um esforço físico por mais tempo, principalmente se falarmos de atividade aeróbia (corrida, ciclismo, natação).

Por outro lado, o café tem efeito sobre o sistema nervoso central, permitindo melhorar o estado de alerta e a coordenação motora (daí muitos não abdicarem de um pela manhã ou antes do treino).

Também atua sobre o nosso estado de espírito, o que ajuda a tornar a tarefa mais agradável e aumenta, consequentemente, os níveis de motivação.


► Saiba mais aqui sobre o efeito da cafeína na performance desportiva. 


Quantos cafés podemos consumir diariamente?


cafe
As várias referências bibliográficas consultadas apontam entre 3 a 4 cafés diários.

Quanto ao produto em si, o café, o ideal é optar pelas variedades orgânicas e de cultura biológica. Os tipos de café mais convencionais são concebidos em meio químico, com recurso a pesticidas, potencialmente perigosos para a saúde.

Por outro lado, deve ser preparado por meio de filtração e não expresso. Assim, consegue-se uma maior concentração de antioxidantes.


Beber café ajuda a emagrecer?


Quando consumido de forma moderada e associado a bons hábitos de vida, o café revela-se como uma ferramenta no que à perda de peso diz respeito. Sendo um estimulante, acelera o metabolismo, permitindo ao organismo gastar mais calorias.

Por outro lado, como já foi referido, a presença da cafeína faz mobilizar maiores quantidades de ácidos gordos, os quais podem ser utilizados como fonte de energia.

Contudo, atenção às quantidades de açúcar!
 

E açúcar? Podemos adicionar?


acucar
Dizem os verdadeiros apreciadores que o café deve beber-se sem açúcar, para melhor saborearem o seu paladar. Mas, a maioria gosta de um toque mais doce.

O mais correto será, pois, estabelecer um equilíbrio entre o número de cafés consumidos diariamente e a quantidade de açúcar adicionada. Para quem toma mais de três cafés, parece um pouco exagerado se colocar sempre um pacote de açúcar.

O ideal será dividir um pacote de açúcar (aproximadamente), pela totalidade dos cafés.

Já antes de um treino, podemos colocar o pacote de açúcar na sua totalidade. Mas café sem açúcar…”primeiro estranha, depois entranha”.


E se em vez de açúcar for adoçante?


adocante


Apesar de parecer melhor, o certo é que é muito pouco recomendável, a utilização de adoçantes.

Várias referências, incluindo a Organização Mundial de Saúde (OMS), associam o seu consumo a casos de cancro. Portanto, se o objetivo é tornar a hora do café um momento mais saudável, o ideal será usar apenas metade de um pacote de açúcar ou nenhum!

► Saiba mais aqui sobre o tema Açúcar ou Adoçante: qual escolher? 


Semana Especial Running - Descontos incríveis nas melhores marcas! Veja tudo aqui.

 

Veja também:

Ler mais
Prof. João Ribeiro Prof. João Ribeiro

João Ribeiro é responsável pela área de Performance da Wellness Solutions®. Licenciado em Desporto e Educação Física - Alto Rendimento - pela Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (FADEUP) conta ainda com um mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário também pela FADEUP. Desde sempre ligado desporto, vê nesta área uma oportunidade de desafiar as capacidades físicas e mentais de cada indivíduo.