Sal: um veneno da alimentação?

Sal: um veneno da alimentação?

Muito se fala dos malefícios do sal, mas será que é mesmo assim?

Quando consumido em excesso, o sal pode ter várias consequências graves para saúde, mas a falta de sal também pode ser prejudicial. 
 

Sal: é bom ou mau para a saúde? 

Durante muito tempo apenas se falou dos malefícios do sal para a saúde, mas e se lhe dissermos que não é tão mau como se possa pensar?! É caso para dizer “nem oito, nem oitenta”. A verdade é que o sal faz parte da nossa culinária e ainda que sempre tenhamos sido levados a crer que é prejudicial para a nossa saúde, não tem que ser assim. 
 

Bom ou mau? 


Obtenha um Plano Alimentar Personalizado
Perca peso de forma saudável e não o volte a ganhar! Fale já com a nutricionista online!

Quimicamente falando o sal é designado por cloreto de sódio (NaCl) e é constituído por dois minerais: o sódio e o cloro, sendo o sódio um nutriente essencial ao organismo e o sal uma das principais fontes deste mineral na nossa alimentação. 

Apelidado como “ouro branco”, o sal é desde há muito usado na alimentação e na preservação de alimentos. Mais.

Foi durante muito tempo considerado um artigo de luxo a que apenas os mais ricos tinham acesso e chegou mesmo a servir de moeda de troca nas compras e vendas dos gregos e romanos. Mas depois ter estado em graça, o sal parece que quase que caiu em desgraçada e são vários os malefícios que lhe são atribuídos. 

E sim, o sal pode fazer mal, se consumido em excesso. O consumo excessivo de sal pode, por exemplo, aumentar o risco de sofrer de: 
 
  1. Doenças cardiovasculares
  2. Hipertensão arterial
  3. Acidente vascular cerebral (AVC)
  4. Osteoporose
  5. Cancro no estômago
  6. Cataratas
  7. Retenção de líquidos
  8. Insuficiência cardíaca 
  9. Insuficiência renal  
  10. Pedra nos rins 

Mas ainda que muitas pesquisas relacionem o sal a vários problemas de saúde, o seu consumo, quando moderado, também pode ser muito benéfico para a saúde. Isto porque os constituintes do sal são fundamentais para regular algumas funções básicas do organismo, nomeadamente:
 
  1. Auxilia no transporte de oxigénio e nutrientes
  2. Atua na transmissão de impulsos nervosos
  3. Atua na movimentação de músculos e órgãos (nomeadamente o coração)
  4. Ajuda na absorção da glicose. 
  5. Ajuda a manter o equilíbrio ácido-base, que é essencial para a regulação do sistema imunitário.   
 

A dose de sal ideal 



O próprio organismo humano contém sal. De facto, um corpo adulto contém cerca de 250 gramas de sal, nomeadamente nos líquidos orgânicos, como as lágrimas, a saliva, o suor, a urina ou o sangue. 

Ao contrário do que possa pensar a falta de sal também não é totalmente benéfica e pode mesmo provocar náuseas, sentimento de fraqueza ou dores de cabeça, por exemplo. 

E visto que perdermos parte desse sal (através das lágrimas ou da urina) vamos também ter  que o repor. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o consumo máximo de sal por dia deveria ser de 5 gramas (a dose diária recomendada). Mas há que saber escolher o sal. 
 

Uma questão de sal… 


Há sal e sal. Confuso?! Nós explicamos.

O sal que habitualmente usamos na nossa cozinha é o sal refinado, que passa por um processo de refinamento durante o qual são adicionados aditivos químicos prejudiciais para a saúde. Este sal refinado contem ainda elevado teor de sódio que favorece a hipertensão, por exemplo. 

O ideal é que opte por sal puro (como sal marinho tradicional ou flor de sal, por exemplo, disponível e facilmente encontrado no mercado). O sal, no seu estado mais puro é um produto rico em minerais essenciais à nossa saúde, tais como: sódio, potássio, cálcio, fósforo, magnésio, ferro ou zinco.

Mas nem só no sal pode encontrar a dose diária de sal que o organismo necessita. Isto pode soar estranho, mas através do uso de condimentos e ervas aromáticas pode adicionar não só tempero e sabor aos seus pratos, mas também o sal que necessita para o bom funcionamento do organismo.   
 

Sal: sim ou não? 


Sim, com peso, conta e medida. Que é como quem diz, com moderação. O sal só será um veneno para a sua alimentação se você o tornar num. 
 
Obtenha aqui um plano alimentar personalizado !


Veja também: