Porque é difícil manter o peso depois de uma perda de peso extrema?

Porque é difícil manter o peso depois de uma perda de peso extrema?

Conheça as dificuldades mas também as estratégias que o podem ajudar.

Manter o peso após uma perda de peso extrema pode, muitas vezes, tornar-se um tormento. Descubra quais são os principais motivos que dificultam esta tarefa.

Atingiu o peso com que sempre sonhou depois de ter passado por um processo de perda de peso extrema e tem receio de voltar a recuperar os quilos perdidos?

Na maioria das vezes o principal desafio não é emagrecer, mas manter o peso perdido. E é nesta fase que as pessoas costumam encontrar as maiores dificuldades.

A manutenção do peso após uma perda de peso extrema não é algo para o qual existe uma fórmula milagrosa ou uma receita que sirva para todas as pessoas. 

Nesta difícil equação é preciso ter em conta as necessidades energéticas do indivíduo, sendo que apenas é possível manter o peso quando a quantidade de energia ingerida é igual à quantidade de energia gasta.


O corpo está programado para preferir gordura


Obtenha um Plano Alimentar Personalizado
Perca peso de forma saudável e não o volte a ganhar! Fale já com a nutricionista online!
Quando perde peso pode ficar contente mas o seu corpo nem por isso. Afinal, ele está biologicamente “programado” para preferir gordura a mais e, por essa razão, tende a gastar o mínimo de energia possível e a aumentar a sensação de fome.

E essa é uma das razões pelas quais geralmente, após uma perda de peso extrema, se verificam oscilações no peso ou, como é normalmente designado, o efeito ioiô.

A melhor forma de contornar esta tendência é encarar a dieta como uma oportunidade de reeducar os seus hábitos alimentares e adquirir outros mais saudáveis. Para manter o peso depois de uma perda de peso extrema deve olhar para o seu regime alimentar como um estilo de vida e não como um sacrifício.



Dietas restritivas não são indicadas


Conceito dieta restritiva

O tipo de dieta que adotou para queimar os quilos em excesso é um dos fatores mais importantes para determinar o sucesso da manutenção do peso a longo prazo. Dietas demasiado restritivas não são, de todo, recomendadas, pois ninguém aguenta muito tempo um regime alimentar no qual não se pode comer quase nada.

Assim, para que possa manter o peso após uma perda de peso extrema, é importante um aconselhamento adequado que garanta uma reeducação alimentar, pois só assim conseguirá emagrecer e manter a nova silhueta.


► Veja aqui receitas para uma dieta equilibrada


Não volte aos velhos hábitos


Lá porque já alcançou o peso desejado, isso não significa que pode voltar a comer tudo e nas mesmas quantidades de antigamente. Depois de ter obtido bons resultados com a dieta, pode certamente dar-se a novas liberdades, com algumas sobremesas e doces, mas sempre com muita moderação. 

Como mencionámos, o sucesso para a manutenção de uma perda de peso extrema passa pela reeducação dos hábitos alimentares e de vida: há orientações que têm de se manter durante toda a vida.



Estratégias que levam ao sucesso


A investigação científica no âmbito da obesidade tem tentado perceber porque é que algumas pessoas conseguem manter o peso perdido durante muitos anos, enquanto a maioria tem muita dificuldade em fazê-lo. 

Para tal, os investigadores têm vindo a apurar hábitos que podem ser estratégias válidas para a gestão do peso. Eis algumas delas:

 
  • Não ficar muito tempo sem se alimentar e procurar comer várias vezes ao dia e em pequenas quantidades.
     
  • Consumir fruta, verduras e legumes diariamente.
     
  • Tomar o pequeno-almoço todos os dias.
     
  • Reduzir a ingestão de gordura e comer alimentos ricos em fibra.
     
  • Diminuir o consumo de doces e alimentos gordos.
     
  • Diversificar o cardápio. Consumir sempre os mesmos alimentos é o primeiro passo para perder a motivação.
     
  • Praticar atividade física de intensidade moderada durante, pelo menos, uma hora.
 
Obtenha aqui um plano alimentar personalizado !
 

Veja também: