O que precisa de saber antes de fazer um Interrail

O que precisa de saber antes de fazer um Interrail

Parta à aventura, mas com algumas dicas em mente.

São dias para se deixar levar. Mas para que um interrail corra o melhor possível é importante que prepare bem vários pormenores.

Há poucos prazeres maiores do que viajar e partir à descoberta de novos sítios, novas culturas, novas mentalidades.

Um interrail é a oportunidade para isso. Através de várias viagens de comboio, é uma forma acessível de se conhecerem vários países diferentes.

Embora possa ser cansativo, a organização completa vai facilitar muito o processo e garantir que tudo corra da melhor forma possível. Por isso tire uns momentos para pensar na viagem e em pormenores essenciais como o alojamento, o planeamento, a mala e até mesmo o orçamento.
 

DICAS PARA FAZER UM INTERRAIL


Viajar de comboio interrail
Visite Portugal ao melhor preço!
E na hora de dormir, desfrute do melhor hotel sem pensar na carteira. Pronto para acordar noutra cama? Encontre aqui o hotel certo para uma estadia inesquecível


1. ORÇAMENTO

O preço do interrail varia consoante fatores como a idade, a classe em que quer viajar e, claro, a duração da viagem que pode ir desde o cinco aos trinta dias.

► Pode saber mais sobre os preços aqui.

Durante a viagem é normal que acabe por gastar mais do que tinha planeado, mas mesmo assim é importante que faça uma estimativa daquilo que pretende gastar por dia de forma a não correr o risco de chegar aos últimos dias da viagem sem orçamento para nada.

Tenha em conta a alimentação diária, o alojamento, as viagens de comboio e, claro, alguns extras que possam surgir.

 
 



2. DESTINOS

Depende do género de interrail que procura. Se quiser uma viagem mais virada para a praia e para o calor, optar pelo sul da Europa é a melhor opção, mas se prefere uns dias mais dedicados à cultura então Paris, Berlim, Copenhaga ou Budapeste são definitivamente destinos a incluir.

Por outro lado, se a ideia for um interrail onde a vida noturna não falha, as cidades Barcelona, Belgrado, Roma ou Lviv não podem estar em falta; ou um interrail repleto de um ambiente mais aventureiro, Roménia, Bulgária, Turquia e Croácia são opções imperdíveis.

► Aqui pode conferir todos os destinos.
 
 



3. MALA

Mala de viagem
É difícil fazer uma mala para tantos dias, mas é importante, primeiro que tudo, ter em conta que nem oito nem oitenta: não deixe de levar os essenciais, mas também não leve os armários todos lá de casa às costas.

É mais prático se apostar numa mochila de campismo grande onde consiga levar tudo do que levar malas e malinhas. Claro que convém levar sempre uma mochila mais pequena para os dias em que não precisa de andar com o mochilão às costas e tem onde o deixar.

O que é essencial, afinal?
 
  • Roupa prática e confortável adequada aos destinos
  • Calçado confortável
  • Impermeável
  • Papel higiénico
  • Saco-cama
  • Toalha (que sirva de banho e de praia)
  • Talheres e tigela inquebrável
  • Canivete
  • Sabão azul, corda e molas para a roupa
  • Produtos de higiene
  • Kit de primeiros socorros
  • Medicamentos
  • Mapas
  • Carregador telemóvel
  • Garrafa de água
  • Alguma comida para enquanto não é possível comprar nada

 



4. ALOJAMENTO

Para não gastar tanto na estadia, opte por passar as noites em hostels ou em pousadas. Tenha atenção à localização: é bom que seja no centro para não perder tanto tempo em viagens e, muitas vezes, o que sai mais barato por não ser central, acaba por sair mais caro pelos transportes que exige até às zonas de interesse.

É também importante que faça a reserva com antecedência. Conforme a altura do ano, deverá ser maior ou menor. Mas pelo menos dois dias antes é sempre fundamental.
 
 



5. DOCUMENTOS E SAÚDE

Relativamente à saúde, a principal preocupação que tem de ter é levar o Cartão de Saúde Europeu de forma a ter acesso a qualquer cuidado necessário e em qualquer hospital estrangeiro. A emissão do cartão é gratuita por isso não há razão nenhuma para saltar este cuidado.

Além deste cartão deve ainda levar o cartão de cidadão e o cartão jovem ou de estudante porque estes dois podem dar acesso a vários descontos especiais. Fazer o cartão de estudante internacional (cartão ISIC) pode ainda valer a pena porque dá acesso a ainda mais descontos.

Por fim, considere fazer o cartão de alberguista. Custa apenas seis euros e dá descontos consideráveis em várias pousadas e hostels. Pode ser feito em pousadas da juventude, em delegações regionais do Instituto Português da Juventude ou na Loja Ponto Já.
 
 



6. ECONOMIZAR TEMPO

Para aproveitar bem o tempo e não perder horas desnecessárias, o conselho principal é simples: prepare tudo com antecedência. Defina bem o que quer visitar em cada cidade, veja como se pode deslocar entre o sítios, quanto tempo quer dedicar. Marque tudo no mapa em papel de cada cidade e assim vai evitar desorientações e dúvidas que atrapalhem a viagem.

Claro que há sempre tempo para ideias não planeadas, mas o essencial é importante que esteja definido.
Se for visitar atrações que precisem de bilhete, compre-os com antecedência: não só é uma forma de evitar filas como é também uma forma de já ter o dinheiro mais orientado relativamente ao que pode gastar.

Quando chegar a uma cidade onde vá dormir, comece logo por fazer o check in: dessa forma liberta-se do peso da mochila e pode dedicar-se ao que realmente interessa.

Acima de tudo, não ambicione demais. Não tente visitar mais sítios do que o logicamente possível porque vai acabar por passar demasiado tempo em viagens e não vai conseguir usufruir de nenhuma delas.

 
 



7. APLICAÇÕES E SITES ÚTEIS

Para garantir que a viagem está planeada ao pormenor, a Rail Planner App é um ajuda preciosa. De download gratuito, permite consultar todas as informações dos comboios relativas a preços, horários e até quais os melhores para o destino que pretende - tudo offline! Além disso, ainda disponibiliza mapas das cidades europeias, assim como várias informações e dicas para cada um.

Além desta app, há ainda dois sites que oferecem muitas dicas e ajudas úteis na organização e preparação de toda a viagem: o Interrail e o Rail. Não deixe de fazer uma visita e descobrir pormenores que lhe podem ter passado ao lado.

 
 



8. CONSELHOS DE SEGURANÇA

  • Faça uma fotocópia e um scanner de todos os documentos que leva. Mais vale prevenir no caso de perder algum deles
     
  • Ande sempre com os mapas de cada cidade em papel, não confie apenas nas tecnologias
     
  • Evite andar com muito dinheiro e opte pelos cartões multibanco
     
  • Se estiver numa cidade apenas de passagem, opte por deixar a mochila num cacifo da estação e andar apenas com os essenciais: não só é mais seguro como mais prático
     
  • Não deixe as malas nem objetos de valor sem vigilância
 
À procura de hotel? Reserve aqui ao melhor preço!
 

Veja também: