A importância da hidratação em dias de muito calor

A importância da hidratação em dias de muito calor

Saiba porquê!

Nos dias de maior calor talvez queira manter a água (ainda) mais perto. Razões não faltam. 
 

O nosso corpo é composto por cerca de 70% de água e não é por isso de estranhar a importância de beber e manter o organismo hidratado. Mas com a chegada do verão e das temperaturas mais elevadas, o assunto ganha um novo fôlego e é tema de muitas “conversas”. Ainda assim, há quem se “esqueça” de beber água e desvalorize a importância da hidratação. Pode até parecer-lhe um tema quotidiano, mas a verdade é que tem vindo a despertar – cada vez mais – a preocupação da comunidade médica internacional que constantemente alerta para os benefícios de uma boa hidratação para o organismo, principalmente nos dias de muito calor. Se é daqueles que descura a hidratação aqui ficam algumas boas razões para prestar mais atenção ao assunto.


Porque é importante estar hidratado?

Simples, porque o seu corpo depende da água para sobreviver. Todas as células, tecidos e órgãos do seu corpo estão dependentes da água para funcionarem corretamente.


Como é que o corpo perde água?

Se é verdade que mais de metade do seu corpo seja composto por água, também é verdade que perde água todos os dias, através do suor (que aumenta exponencialmente no verão), urina ou (até) respiração.


4 Razões para se manter hidratado nos dias de muito calor

 

1. A água ajuda a regular a temperatura corporal

As temperaturas mais elevadas típicas do verão fazem com que a sua temperatura corporal aumente e elimine uma maior quantidade de água (existente no seu corpo) através da transpiração, com o intuito de manter uma temperatura normal. É aqui que a água intervém, já que ajuda a controlar a temperatura do corpo e a mantê-lo mais confortável ao longo do dia (que é como quem diz, mais fresco).


2. Evita a desidratação corporal

Óbvia! Não deve beber água apenas quando sente sede, muito pelo contrário, deve beber mesmo sem sentir sede. Isto porque a sensação de sede surge já quando o organismo está em processo desidratação, algo que quer evitar. E mais. No verão é aconselhável consumir mais do que os dois litros de água diários, usualmente recomendados.


3. Certas bebidas aumentam o risco de desidratação

Falamos dos refrigerantes ou bebidas alcoólicas, por exemplo. Pode até parecer-lhe boa ideia no momento, mas a verdade é que estas bebidas podem contribuir para aumentar o risco de desidratação. O ideal é que prefira e consuma água para se manter hidratado.


4. A água fornece oxigénio às células corporais e ajuda a eliminar toxinas

São bem conhecidos os benefícios da água para o organismo. Não só fornece o oxigénio necessário às células, como ainda mantem a pele saudável e elimina toxinas prejudiciais ao organismo que podem originar problemas de saúde.


Sintomas de desidratação

Nada melhor que saber reconhecer os sinais para os evitar ou combater. Os principais sinais de desidratação incluem:
  1. Boca seca
  2. Sonolência ou fadiga
  3. Sede extrema
  4. Dores de cabeça
  5. Urina menos vezes ou a urina tem uma cor mais escura que o habitual e com odor forte
Não espere até notar os sintomas para tomar medidas. A solução para prevenir eficazmente a desidratação não podia ser mais prática. Só precisa de beber (bastante) água. 

 

Veja também: