7 Dicas de segurança alimentar para quando vai viajar

Alimentos ou bebidas contaminadas podem estragar uma viagem de sonho. Por isso, é essencial que conheça as regras gerais de segurança alimentar quando vai viajar.

7 Dicas de segurança alimentar para quando vai viajar
Saiba de que forma pode evitar problemas de saúde aquando de uma viagem

Aquando de uma viagem, devemos ter cuidados redobrados com a nossa alimentação e por isso convém conhecer algumas dicas de segurança alimentar para quando vai viajar. 

Algumas regiões não exigem grandes cuidados, como será o caso de viajar para destinos dentro da Europa ou América do Norte. Mas o caso muda de figura quando viajamos para locais situados na África ou na Ásia. Nestes sítios convém ter em atenção aquilo que se come, já que o risco de contaminação é mais elevado. 

Ingerir alimentos ou bebidas contaminadas podem causar distúrbios intestinais, como a conhecida diarreia do viajante.

A melhor maneira de evitar certas doenças provocadas pela ingestão de alimentos é, sem dúvida, reduzir o risco ao aderir a hábitos de alimentação e bebida seguros. 


7 Dicas de segurança alimentar para quando viajar


1. Prefira sempre alimentos quentes

A temperatura elevada mata os microrganismos que normalmente causam os distúrbios intestinais e determinadas doenças. Uma vez cozinhado, o alimento é geralmente seguro desde que também seja servido ainda quente. 

Temos 10% de desconto em TODOS os produtos Prozis!
Utilize o código VIDA-ATIVA e comece já a treinar como um profissional. Usufrua agora do desconto!
Tenha cuidado com comida que é confecionada e fica em repouso, como  nos locais self-service. 
 
 


2. Pode consumir alimentos secos ou embalados/enlatados

enlatados
A maioria dos organismos requerem humidade para crescer, de modo que alimentos secos (como o pão, por exemplo) normalmente são seguros. 

Além disso, os alimentos fechados em fábrica (como atum enlatado ou biscoitos embalados) são seguros, desde que não tenham sido abertos ou manipulados por outra pessoa.
 
 


3. Evite consumir alimentos crus 

Os alimentos crus, de forma geral, devem ser evitados.
 
  • Fruta e legumes

Apenas as frutas e legumes podem ser ingeridos com menor preocupação, uma vez que é possível descascá-los pessoalmente ou lavá-los com água segura. Se se tratar de frutas e legumes previamente cortados e que não saiba o procedimento utilizado, o melhor é evitá-los também. 
 
  • Saladas

No que diz respeito a saladas, estas normalmente são cortadas em pedaços finos o que significa que ficam com uma grande quantidade de água à superfície o que vai facilitar o desenvolvimento de microrganismos. 
 
  • Carne

Quanto à carne, apenas deve ser consumida desde que tenha sido sujeita a uma alta temperatura de confeção, pelo que carne crua deve ser totalmente posta de lado se quiser ter uma viajem mais tranquila e sem doenças pelo caminho. 
 
 


4. Tenha cuidado com a “comida de rua”

evitar comida de rua
Os vendedores ambulantes, principalmente em países em desenvolvimento, não podem ser incluídos no mesmo lote de padrões de higiene que os restaurantes. Por isso, encare os alimentos de vendedores de rua com cautela. 

Se você optar por comer comida de rua, as mesmas regras de higiene alimentar devem ser tidas em consideração. Por exemplo, se o alimento sair diretamente da grelha, é mais provável que seja seguro.
 
 


5. Prefira bebidas engarrafadas

À partida, todas as garrafas que são fechadas em fábrica são seguras. Mas ainda assim, tenha atenção à embalagem, uma vez que pode haver vendedores que fecham as garrafas recorrendo a cola.
 
  • Refrigerantes

Os refrigerantes ou águas com gás são mais seguros desde que possuam as habituais “bolhinhas” indicadoras de existência de gás. Se beber diretamente da lata, limpe bem a zona antes de entrar em contacto com a sua boca.
 
  • Leite e outros produtos lacteos 

Se quiser beber leite, pode fazê-lo sem problemas, mas verifique que a garrafa está fechada e que é leite pasteurizado. Não consuma leite que seja de recipientes abertos e tenha cuidado ao beber leite não pasteurizado ou outros produtos lácteos não pasteurizados. 
 
  • Álcool

Também pode ingerir bebidas alcoólicas, uma vez que o seu teor de álcool é, normalmente, suficiente para matar os microrganismos. O vinho e a cerveja têm teores mais reduzidos, mas como são servidos em garrafas fechadas, o provável é que sejam seguros. 
 
 


6. Pode consumir bebidas quentes 

cafe
Café quente ou chá são seguros desde que sejam servidos bem quentes. No entanto, convém deixar arrefecer antes de beber. Se reparar que a bebida chega à temperatura ambiente, tenha cuidado ao ingerir ou evite mesmo.
 
 


7. Evite água da torneira e bebidas com gelo 

Na maioria dos países em desenvolvimento, a água da torneira não deve ser bebida, incluindo no duche ou a escovar os dentes. O mesmo acontece com o gelo uma vez que, provavelmente, foi feito com água da torneira.

Usufrua de um desconto de 10% em TODOS os produtos Prozis com o código VIDA-ATIVA

 

Veja também:

Ler mais