Dicas para evitar a retenção de líquidos

Dicas para evitar a retenção de líquidos

A introdução de alguns cuidados pode ajudar a combater o problema.

Uma boa alimentação, massagens ou exercício físico podem ser a solução para a retenção de líquidos. 

Quantas vezes não sentiu já os pés ou as pernas inchadas e pesadas? Muitas certamente. O mais provável é fazer parte do grupo de pessoas que sofre com a incómoda retenção de líquidos. Este é um problema desconfortável e são as mulheres as principais afetadas. Aliás, a retenção de líquidos afeta mesmo a grande maioria das mulheres. 

Caracteriza-se (tal como indica o nome) pela acumulação de líquidos nos tecidos corporais e ainda que possa ocorrer em qualquer parte do corpo é mais frequente nas mãos, braços, pernas, pés e tornozelos. Esta retenção surge normalmente sob a forma de inchaço e ocorre porque o sistema linfático não tem capacidade de drenar estes fluídos para a corrente sanguínea.

A retenção de líquidos pode dever-se a inúmeras causas, nomeadamente, alterações hormonais (típicas do ciclo menstrual ou da gravidez, por exemplo), um estilo de vida sedentário ou uma má alimentação; bem como, devido aos efeitos de certos fármacos ou – em casos mais graves – a certas doenças (como problemas na tiroide, no fígado ou no coração). Mas saiba que há formas de prevenir e evitar a retenção de líquidos. As dicas que lhe vamos deixar a seguir podem dar uma ajuda.

6 Dicas para evitar a retenção de líquidos
 


1. Faça uma alimentação saudável e invista em alimentos ricos em potássio
 

Apostar numa alimentação saudável vai contribuir para prevenir e evitar a retenção de líquidos e vai ainda ser benéfico para a sua saúde em geral. Se quer “fugir” à retenção de líquidos o melhor é começar já a cortar nos alimentos muitos gordurosos, no sal, açúcar e bebidas alcoólicas. Além disso, deve consumir alimentos ricos em potássio. Este mineral está presente em praticamente todos os alimentos, ainda que se destaquem as frutas, vegetais e leguminosas (batata, tomate, cenoura, abóbora, banana, pera, amendoim, abacate, meloa ou mamão são apenas alguns exemplos).
 

Tome nota:
O IMC é uma forma simples e eficaz de perceber se o seu peso é o ideal. Faça o teste agora.

2. Pratique exercício físico
 

À semelhança da dica anterior, sofra ou não com a retenção de líquidos, praticar exercício físico é algo que só lhe faz bem. Mas neste caso específico desempenha um papel muito importante visto que melhora a circulação sanguínea e evita a retenção de líquidos. Uma boa caminhada ou corrida são duas boas opções.
 

3. Evite ficar muito tempo na mesma posição
 

Se passa muito tempo na mesma posição (sentada ou em pé) tente inverter essa tendência e fazer alguns exercícios simples para estimular a circulação. Pode levantar-se e dar uma volta, ou fazer alguns alongamentos como esticar os braços ou girar os tornozelos, por exemplo. A outra solução passa por usar meias de descanso ou elásticas.
 

4. Beba muita água
 

A água é a sua melhor aliada na luta contra a retenção de líquidos. Consumir os famosos 1,5 a 2 litros de água por dia vai manter o seu organismo hidratado e combater a retenção de líquidos.
 

5. Eleve as pernas
 

Manter as pernas (um pouco) elevadas enquanto está sentado ou quando estiver deitado, pode ajudar a estimular a circulação sanguínea e, consequentemente, evitar o desconforto da retenção de líquidos.
 

6. Faça massagens de drenagem linfática
 

Ativam a circulação sanguínea e melhoram a irrigação dos tecidos corporais, prevenindo a retenção de líquidos. Claro que sozinhas não farão o trabalho todo, deve conjugar as massagens com os restantes hábitos que apontamos antes.
 

Veja também: