Benefícios de saltar à corda

Benefícios de saltar à corda

Manter a forma enquanto brinca.

Saltar à corda é uma brincadeira de crianças mas é também uma dos exercícios mais completos. Surpreenda-se com os benefícios e os rápidos resultados!

Que saudades de saltar à corda! Os mais novos provavelmente não percebem a razão mas as gerações com mais de 30 anos vão recordar com nostalgia os tempos de criança. Recordações e brincadeiras à parte saltar à corda é um poderoso exercício para queimar calorias.
 
Tome nota:
O IMC é uma forma simples e eficaz de perceber se o seu peso é o ideal. Faça o teste agora.
Não se deixe enganar porque apesar de parecer um exercício muito fácil, o salto à corda é, na realidade, muito completo e uma excelente forma para queimar o excesso de gordura, perder barriga e para se manter em forma de um modo simples.
 
Saltar à corda é um exercício simples, económico, pode ser praticado em qualquer local e é especialmente indicado para quem tem uma vida sedentária ou pretende obter resultados rápidos.
 
Como em qualquer exercício, em especial se não pratica desporto regularmente, deverá iniciar com sessões ligeiras, com aumento progressivo de intensidade e repetições por semana. Não é indicado para quem sofre de problemas nos joelhos ou articulações, hipertensão, problemas cardiovasculares ou para quem tem excesso de peso.
 

5 Razões para saltar à corda


 

1. Completo e intenso

Ao saltar à corda está a utilizar várias partes do seu corpo: músculos das pernas, glúteos, abdominais, ombros, bíceps e antebraços. Quanto maior a duração e o ritmo do exercício, mais calorias vai perder.
 

2. Eficaz e saudável

É um exercício muito eficaz para queimar calorias e um excelente modo para tonificar os músculos e perder flacidez. Saltar à corda é melhora a resistência física, aumenta a agilidade e fortalece o sistema cardiovascular.
 

3. Fácil 

Quer seja no seu ginásio, com a ajuda de um professor, através das centenas de vídeos na internet ou até mesmo de forma autodidacta, facilmente irá aprender os exercícios independentemente da idade e do local.
 

4. Variado

À primeira vista pode parecer um exercício muito monótono mas existem muitas variações para evitar o cansaço das repetições: salto com corda unilateral, saltos a dois tempos, cruzar e descruzar a corda, salto com um só pé ou alternando-os, salto em corrida, saltar com a corda ao contrário, entre outro.   
 

5. Rápido 

Em função da intensidade do exercício e pela quantidade de músculos envolvidos, com cinco  a vinte minutos por dia e com três a quatro sessões por semana são suficientes para começar a sentir os resultados benéficos do esforço.
 


Dicas úteis para saltar à corda


  • O corpo deve estar na vertical, com o pescoço alinhado com a coluna vertebral
  • Mantenha os abdominais contraídos
  • Os  joelhos devem estar ligeiramente dobrados 
  • Os cotovelos devem estar dobrados a 45°
  • As palmas das mãos devem viradas para cima
  • Rodar a corda utilizando os punhos e não os braços. 
 
Receba aqui o seu plano de treinos!


Veja também: