6 Dicas para ajudar na hora de dar à luz

6 Dicas para ajudar na hora de dar à luz

Na hora de dar à luz, saber é poder.

Está grávida e teme o momento de dar à luz? É normal mas há formas de contornar essa ansiedade para que o processo seja o mais simples possível.

Desde o início dos tempos que mulheres de todas as idades têm que dar à luz, com mais ou menos ajudas. A verdade é que há bebés a nascer desde que o mundo é mundo. Se todas estas mulheres conseguiram, nada tema, você também vai conseguir. É este o mantra que deve interiorizar nos próximos nove meses.

É natural que tenha algum receio do parto, da dor, de eventuais complicações que possam surgir, de como vai ser a recuperação, enfim, especialmente se é a primeira vez, é certo que terá muitas dúvidas.

Para começar, há duas coisas, essenciais, que deve fazer para facilitar o processo de dar à luz: manter uma alimentação saudável e fazer exercício diariamente (uma caminhada, por exemplo). 

Para além destas, temos seis dicas que vão ajudar. 
 

6 dicas para dar à luz sem ansiedade


 

1. Volte à escola e estude

Temos a certeza que toda a vida ouviu “saber é poder”, certo? Pois bem, quando se trata da gravidez e de dar à luz não é diferente. Procure um curso de preparação para o parto com uma equipa com provas dadas e boas referências de outras mães, inscreva-se, não falte às aulas e esteja atenta. 

Tome nota:
A ligação que existe entre uma mãe e um filho é a mais poderosa! Receba já todas as dicas para si e o seu bebé.
Se puder, complemente o estudo, ao longo da gestação, com um livro sobre gravidez ou sobre o parto. Porquê tanta informação? Quanto mais souber, melhor se poderá preparar para o momento do parto e mais segura se vai sentir porque terá uma sensação de controlo.
 
 


2. Tenha um plano de parto

parto em hospital
Informe-se e decida qual o tipo de parto que pretende mas tenha presente que isto não diz respeito apenas ao procedimento mas também a outros fatores. É importante decidir com antecedência onde quer dar à luz, se em casa, se na maternidade, se no hospital público ou no privado.

A Associação Gravidez e Parto elaborou um Plano de Parto que pode imprimir e selecionar quais as opções que pretende para o nascimento do seu bebé. 
 
 


3. Tenha um plano B

Apesar disto, não se prenda muito ao plano. No sentido em que é extremamente importante estar preparada para qualquer imprevisto que obrigue à alteração dos seus planos. Se tiver um plano B, ou seja, se estiver aberta a alterações, no momento em que isso for necessário não vai ficar sem reação, tampouco vai assustar-se e mais fácil controlar a desilusão de ter que alterar os planos. Procure ser flexível.
 
 


4. Não vá sozinha

nao va sozinha
É possível (e preferível) que não queira passar este momento sozinha e agora, independentemente do procedimento, tanto no público ou privado, já pode ter o seu companheiro/a, a sua mãe, irmã, uma prima ou a sua melhor amiga consigo.

Importa também definir se pretende que essa pessoa a acompanhante durante todo o processo ou apenas no momento do parto, por exemplo. Ter alguém ao seu lado no momento do trabalho de parto ou mesmo quando vai dar à luz é um conforto, físico e psicológico, que não vai querer dispensar. 
 
 


5. Deixe o bebé decidir

Permita que o bebé nasça quando se sentir preparado para isso, a não ser, claro, que exista alguma condição médica que exija a indução do parto ou uma cesariana.

De resto, deixe a natureza seguir o seu curso. O seu corpo e o bebé estão preparados para isso, desta forma, o sofrimento para si e para ele, durante o procedimento e no pós-parto, são menores, há menos riscos e a recuperação é mais rápida. 
 
 


6. Foco é a chave

respiracao na gravidez
É importante ter alguma coisa em que focar a sua atenção para se distrair das contrações. Concentrar-se nos exercícios de respiração é uma delas mas procure encontrar a melhor distração para si. Cantar? Dançar? O que for preciso! 


E agora resta-nos desejar-lhe uma horinha muito pequenina.

 
Receba aqui as melhores novidades para si e para o seu bebé



Veja também: