Publicidade:

Dia 15 de novembro, às 11h15, a terra vai tremer!

“A Terra Treme” é o nome de um simulacro e exercício público que irá decorrer nas escolas, no próximo dia 15 de novembro, às 11h15.

 
Dia 15 de novembro, às 11h15, a terra vai tremer!
Saiba como atuar em caso de terramoto

O exercício “A Terra Treme” é um exercício organizado anualmente pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, em parceria com a Direção-Geral da Educação e a Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares.

Assim no próximo dia 15 de novembro, às 11h15, irá decorrer um simulacro de terramoto cujo objetivo é alertar e sensibilizar a população sobre como agir antes, durante e depois da ocorrência de um sismo.

O evento tem a duração de um minuto, no qual três gestos são de fulcral importância para se proteger em caso de sismo:

  • Baixar: baixe-se sobre os joelhos, para evitar que caia durante o sismo, mas pode continuar a mover-se;
  • Proteger: proteja a cabeça e o pescoço com os braços e as mãos e procure um local para se abrigar, se possível sob uma mesa resistente e segure-se com firmeza;
  • Aguardar: mantenha-se nesse local e nessa posição até a terra parar de tremer.

Apesar de ser uma ação mais dedicada às escolas, qualquer cidadão pode participar bastando, para tal, efetuar o registo no portal d’”A Terra Treme”.

“A Terra Treme”: o que fazer antes, durante e depois de um sismo?


a terra vai tremer simulacro sismo

A Autoridade Nacional de Proteção Civil dá-lhe todos os conselhos necessários.

Antes

  • Informe-se sobre as causas e efeitos possíveis de um sismo na sua zona;
  • Elabore um plano de emergência para a sua família;
  • Certifique-se que todos sabem o que fazer, no caso de ocorrer um sismo;
  • Combine previamente um local de reunião, para o caso dos membros da família se separarem durante o sismo;
  • Prepare a sua casa por forma a facilitar os movimentos, libertando os corredores e passagens, arrumando móveis e brinquedos;
  • Organize o seu kit de emergência: reúna uma lanterna, um rádio portátil de dinâmo (sem pilhas) bem como um extintor e um estojo de primeiros socorros; armazene água em recipientes de plástico e alimentos secos, para dois ou três dias (atenção: verifique com periodicidade os prazos de validade); inclua um abre-latas; tenha à mão, em local acessível, os números de telefone de serviços de emergência a lista de contactos de familiares/amigos e cópia dos documentos importantes; leve consigo a medicação habitual e produtos de higiene pessoal (incluir papel higiénico, toalhitas húmidas e sacos de plástico para fins sanitários), inclua igualmente uma muda de roupa (não esquecer um boné e impermeável); dinheiro, um apito, uma máscara anti-pó, e o carregador de telemóvel com uma bateria extra (vulgo power-bank); comida e água extra para o animal de estimação;
  • Identifique os locais mais seguros, distribuindo os seus familiares por eles: vão de portas interiores, cantos de paredes-mestras, debaixo de mesas e de camas;
  • Mantenha uma distância de segurança em relação a objetos que possam cair ou estilhaçar;
  • Conheça os locais mais perigosos: junto a janelas, espelhos, candeeiros, móveis e outros objetos. Elevadores e saídas para a rua;
  • Fixe as estantes, os vasos e floreiras às paredes da sua casa;
  • Coloque os objetos pesados, ou de grande volume, no chão ou nas estantes mais baixas;
  • Ensine todos os familiares como desligar a eletricidade e cortar a água e o gás;
  • Tenha à mão, em local acessível, os números de telefone de serviços de emergência.

Durante

Se está dentro de casa ou de um edifício:

  • Se estiver num dos andares superiores de um edifício, não se precipite para as escadas;
  • Nunca utilize elevadores;
  • Abrigue-se no vão de uma porta interior, nos cantos das salas ou debaixo de uma mesa ou cama;
  • Mantenha-se afastado de janelas e espelhos;
  • Tenha cuidado com a queda de candeeiros, móveis ou outros objetos;
  • Se está num local com grande concentração de pessoas fique dentro do edifício, até o sismo cessar. Saia depois com calma, tendo em atenção as paredes, chaminés, fios elétricos, candeeiros e outros objetos que possam cair;
  • Não se precipite para as saídas. As escadas e portas são pontos que facilmente se enchem de escombros e podem ficar obstruídos por pessoas que tentam deixar o edifício;
  • Nas fábricas, mantenha-se afastado de máquinas que possam tombar ou deslizar.

Se está na rua:

  • Dirija-se para um local aberto com calma e serenidade, longe do mar ou cursos de água;
  • Não corra nem ande a vaguear pelas ruas;
  • Mantenha-se afastado dos edifícios (sobretudo dos mais degradados, altos ou isolados) dos postes de eletricidade e outros objetos que lhe possam cair em cima;
  • Afaste-se de taludes, muros, chaminés e varandas que possam desabar.

Se está a conduzir:

  • Pare a viatura longe de edifícios, muros, taludes, postes e cabos de alta tensão e permaneça dentro dela.

Depois

  • Mantenha a calma e conte com a ocorrência de possíveis réplicas;
  • Não se precipite para as escadas ou saídas. Nunca utilize elevadores;
  • Não fume, nem acenda fósforos ou isqueiros. Pode haver fugas de gás;
  • Corte a água e o gás e desligue a eletricidade;
  • Utilize lanternas a pilhas;
  • Ligue o rádio e cumpra as recomendações que forem difundidas;
  • Limpe urgentemente os produtos inflamáveis que tenham sido derramados (álcool ou tintas, por exemplo);
  • Evite passar por locais onde existam fios elétricos soltos;
  • Não utilize o telefone, exceto em caso de extrema urgência (feridos graves, fugas de gás ou incêndios);
  • Não circule pelas ruas para observar o que aconteceu. Liberte-as para as viaturas de socorro.

Este é já o quarto ano em que “A Terra Treme”. No ano passado, participaram nesta ação mais de 680 mil pessoas.

Veja também:

Fonte

1. A Terra Treme

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].