Publicidade:

Uber pet: uma opção em Portugal?

O Uber pet é um serviço da Uber que lhe permite viajar com o seu animal de estimação e já foi lançado em algumas cidades dos Estados Unidos. Será este serviço bem recebido em Portugal?

 
Uber pet: uma opção em Portugal?
O que acha de poder transportar o seu animal numa viagem de uber?

A Uber é uma empresa que utiliza a tecnologia de transportes a pedido através de uma aplicação. Começou com o serviço de transporte de pessoas de carro, no entanto continua a expandir-se e a criar cada vez mais serviços, como é o caso do Uber pet, que é o serviço mais recente lançado no passado dia 16 de Outubro.

O que é o Uber pet?


Uber pet

O Uber pet é o novo serviço da Uber que foi lançado experimentalmente, em algumas cidades selecionadas nos Estados Unidos, no passado dia 16 de Outubro.

Com este serviço, a Uber, pretende que pessoas que andam com o seu animal de estimação possam utilizar os serviços da Uber. Cada vez mais as pessoas se fazem acompanhar dos seus animais de estimação, sejam estes cães, gatos ou outros, seja em situações esporádicas ou regulares, seja para viajar ou levá-los ao médico veterinário, por exemplo.

Antes deste novo serviço ser oferecido pela Uber só seria possível aos tutores viajarem com os seus animais de companhia nos seus veículos particulares. Porém, quem não conduzia ou não tem veículo próprio enfrentava uma séria dificuldade.

Assim, este serviço pretende facilitar a vida deste grupo de pessoas que estaria impossibilitado ou com grande dificuldade de viajar de carro com o seu cão ou gato. Por outro lado, também pode ser utilizado para quem tem veículo próprio, mas por algum motivo pretende não utilizar o seu carro para realizar este transporte, ou não quer conduzir.

De qualquer forma, este serviço, vai permitir uma escolha, que dantes não seria possível, e criar a oportunidade dos tutores viajarem com o seu melhor amigo.

Como funciona o Uber pet?


Uber pet

Apesar de ter sido lançado recentemente, o serviço já disponibilizou algumas regras no site da empresa. Por exemplo, sabe-se que o serviço é extensível a todo o tipo de animais domésticos, sejam cães, gatos, tartarugas, coelhos, hamsteres, pássaros ou peixes.

O animal tem sempre que estar acompanhado por uma pessoa, e só é permitido um animal por passageiro, sendo que se houver mais do que um, fica ao critério do motorista realizar o transporte.

Todos os animais devem viajar acomodados ou com trela, cinto de segurança ou em caixa transportadora, de forma a garantir a segurança do motorista e dos passageiros durante a viagem. O passageiro é também responsável por qualquer dano que o animal cause no veículo, como sujidade devido a urina fezes, vómitos, ou outros estragos.

Os veículos utilizados para este tipo de transporte não são exclusivos, portanto é necessário que o motorista garanta a devida limpeza do veículo, antes de receber os próximos passageiros. É também uma das razões que faz com que esta seja uma situação opcional para os motoristas da Uber, pois nem todos se podem sentir confortáveis a fazer o transporte de animais nos seus veículos.

Estas são as regras aplicadas neste momento nas cidades selecionadas dos Estados Unidos, onde está disponível o serviço de Uber pet. Todavia, é possível que as regras possam ser alteradas consoante o país onde decorre o serviço.

Para usufruir deste serviço, é necessário selecionar esta categoria na aplicação, no momento do pedido do carro. Neste momento, este serviço tem custo extra entre 2 a 5 dólares.

Uber Pet em Portugal: será uma ideia rentável?


A Uber pet já existiu em Portugal, mais propriamente em Lisboa, durante um evento em 2017 – a “Corrida do animal” -, que consistia num circuito solidário para caminhadas e corridas para os animais e seus tutores.

Nessa altura, a Uber juntou-se à iniciativa, com um lançamento exclusivo durante o dia da corrida, para transportar os tutores e os seus animais, de forma a apoiar e incentivar a participação na caminhada solidária.

Agora, em 2019, foi lançado oficialmente o Uber pet e aguarda-se que essa opção comece a chegar a outros países para além dos Estados Unidos.

Em Portugal, nota-se um aumento de preocupação com os animais de companhia, e cada vez mais as pessoas os consideram como membros da família. Assim sendo, esta opção poderá ser vista com “bons olhos”, especialmente em grandes cidades como Lisboa e Porto, onde as pessoas preferem utilizar os transportes públicos do que os seus veículos próprios.

O Uber pet pode ser utilizado em varias situações, incluindo em situações de emergência, em que tutores sem transporte próprio tenham que levar os seus animais ao veterinário, uma vez que em Portugal não existe nenhum rede de transportes que permita transportar animais domésticos e de forma tão rápida como um simples clique no telemóvel.

Esta nova modalidade da Uber promete trazer maior conforto e facilidade no dia-a-dia de quem tem animais de estimação. Assim, Portugal fica a aguardar esta nova experiência que, com toda a certeza, será bem recebida.

Veja também:

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].