Crónica #17: salvem-me das férias

Socorro! Tirem-me daqui! Que calor é este? Que tanta gente! E não posso comer marisco… buáááááááááááááá! Preciso de férias das férias! 

Crónica #17: salvem-me das férias
A minha gravidez sem pós de perlimpim

Ainda só passou uma semana e estou farta de estar de férias! Farta, fartinha, pelos cabelos, já não aguento mais, socorro! As minhas (nossas) férias de sonho são muito simples: duas semanas no Algarve, o dia inteiro na praia, dois guarda-sóis, as toalhas Origama, uma tonelada de livros, água morna q.b., calor q.b., peixe, marisco, bolas de berlim, peixe, marisco e bolas de berlim. Somos pessoas simples. E idosas.

Este ano, a coisa não está a funcionar. Viemos para Armação de Pêra em vez de Monte Gordo e, porque já chego à praia exausta, somos forçados a ficar na praia mais pequena. Chegamos cedo mas, a meio da manhã, o areal já está lotadíssimo. Uma barulheira que não se aguenta, pessoas umas em cima das outras, eu com muito pouca paciência e, pior, as bolas de berlim são fracas!

A culpa não será da praia, é minha. Ao contrário do que é habitual, passar estas horas todas no areal de Armação deixa-me agora exausta e chego à hora do almoço a desesperar para ir para casa onde posso estender-me na sombra da piscina. Só que não estou sozinha, e custa-me estragar as férias a este mocinho tão jeitosinho com quem me casei que adora este ritual. 

Dou por mim a odiar estar na praia e a deprimir por isso.  Estou feita ao bife… já não gosto de praia? Demorei a perceber que é esta novidade que carrego que me está a deixar diferente. Claro que estar numa vila tão pequena e super lotada como esta não ajuda, mas a isto soma-se um imenso cansaço, pouca resistência, pouca paciência, muito pouca tolerância ao calor, muito sono e uma necessidade insuportável de fazer xixi a cada 15 minutos ou vinte passos.

Pior do que tudo isto - acabei de me lembrar! - é que não posso comer marisco, nem carne mal passada,  nem saladas, nem beber sangria, nem nada do que é bom! Vingo-me nas bolas de berlim, ainda que fracas, porque, afinal, passaram vinte semanas, ainda só engordei 4 kg e também tenho direito a consolar-me.

tenho uma pessoa na barriga - férias


 

Veja também:

Cofidis