Publicidade:

Técnicas para introduzir novos alimentos a bebés

Está com dificuldade em alimentar o seu bebé? Descubra algumas técnicas para introduzir novos alimentos a bebés. Veja connosco e comece hoje.

 
Técnicas para introduzir novos alimentos a bebés
Não apresse o momento.

A diversificação alimentar é um passo importante, não só na vida da mãe como também do seu bebé.

Pode ser um momento extremamente difícil para ambos, uma vez que a criança poderá rejeitar o alimento (por não o apreciar ou por nunca ter experimentado outros sabores e texturas além do leite materno ou por birra).

Assim surge a necessidade de ter alguns truques na manga e aplicar técnicas para introduzir novos alimentos a bebés.

A INTRODUÇÃO DOS PRIMEIROS ALIMENTOS


A Organização Mundial de Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde recomendam o aleitamento materno exclusivo até o bebé ter 6 meses.

Mesmo que o bebé se esteja a alimentar de leite em pó, devido ao facto de a mãe não ter leite materno para lhe dar, a diversificação alimentar só deverá ser iniciada ao fim de 6 meses de vida.

E é precisamente nesta etapa que surgem algumas dificuldades na introdução de alguns alimentos.

Inclusão de novos alimentos

A inclusão de novos alimentos deve ser gradual, tranquila e sem pressas para que o bebé se adapte a novas texturas, novos sabores e podermos identificar alguma intolerância/reação alérgica, eventual.

Cada alimento novo deve ser oferecido por 3 a 5 dias, juntamente com alimentos conhecidos pelo bebé e, no final desse tempo voltar a introduzir um outro novo alimento, de forma a identificar a qualquer momento, qualquer reação adversa ao alimento, além de que facilita a educação do paladar do bebé.

Algumas técnicas para introduzir novos alimentos a bebés passam não só pelo fator comportamental mas também pelo sabor, textura e solidez dos alimentos.

Nunca se esqueça que o leite materno ou artificial, se for o caso, deve continuar a ser a base da alimentação do seu bebé e o alimento principal para satisfazer as necessidades nutricionais do bebé (pelo menos 500mL por dia).

TÉCNICAS PARA INTRODUZIR NOVOS ALIMENTOS A BEBÉS


técnicas para introduzir novos alimentos a bebés

Estudos científicos têm comprovado que factores nutricionais e metabólicos em fases iniciais do desenvolvimento humano têm efeito a longo prazo para toda a vida adulta. Ou seja, os primeiros anos de alimentação são essenciais para determinar como será a sua saúde na vida adulta.

Agressões alimentares nesta primeira fase de vida tão suscetível, podem causar efeitos negativos no futuro. Tenha em consideração as seguintes técnicas para introduzir novos alimentos a bebés que apresentamos de seguida.

1. Não forçar o bebé a comer

Nem obrigá-lo a comer a quantidade que preparou para ele comer. Além da capacidade gástrica dos bebés ser pequena (após os 6 meses ronda os 20 a 30mL/Kg de peso), forçar o bebé a comer pode fazer com que ele cada vez aceite menos as refeições.

Caso o bebé recuse um alimento, deve oferecer esse mesmo alimento, novamente, noutras ocasiões.

É normal que o bebé necessite de várias exposições ao alimento até o aceitar.

2. Identificar sabores e texturas

Detectar quais os sabores e texturas que o bebé mais gosta e misturar com um novo alimento.

3. Oferecer alimentos que possam ser consumidos com as mãos

Além de incentivar o apetite, ajudá-lo-à a no seu desenvolvimento.

4. Preocupar-se com o sabor e textura das refeições

Preocupe-se com o sabor da refeição, não adicione ingredientes só porque tem vitaminas e sais minerais essenciais se, o sabor nem para si é agradável.

5. Fazer a refeição com o bebé e comer o mesmo que ele

Assim ele entende que é um ato normal e que se a mãe gosta é porque a papa é realmente boa.

6. Ter uma rotina de horários para as refeições

Para o bebé começar a compreender o seu metabolismo, quando tem fome e o que é estar saciado.

7. Quantidade dos novos alimentos por dia

Se o bebé ainda se alimentar com leite materno, os novos alimentos devem ser oferecidos 3 vezes por dia, se já não se alimentar com leite materno, oferecer alimentos 5 vezes.

8. Não colocar sal nem açúcar

Não colocar sal nem açúcar nas papas, mesmo na de fruta.

Em suma…


Depois de uma leitura atenta das técnicas para introduzir novos alimentos a bebés, é ainda importante realçar que, deve ter em consideração que a alimentação não é apenas para o organismo é necessário também, nutri-lo e, permitir que o bebé se relacione com os alimentos.

Faça com que esse momento seja alegre e tranquilo, não alimente o seu bebé utilizando distrações e participe também nesse momento.

ATENÇÃO: Não se esqueça que cada bebé é único e reage de forma diferente perante a introdução de novos alimentos.

Alguns bebés mostram logo interesse por estar sentados à mesa com a família e até pelos novos alimentos, enquanto outros se mostram mais relutantes.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].