Síndrome Metabólica: saiba tudo sobre este grave problema

A Síndrome Metabólica é um problema sério e, muitas vezes por falta de conhecimento, não é valorizado. Saiba tudo acerca deste conceito e cuide de si.

Powered by: BodyScience
Síndrome Metabólica: saiba tudo sobre este grave problema
Conheça melhor este problema que atinge tantas pessoas.

Nem todos sabem o que é a Síndrome Metabólica e, consequentemente, as complicações que acarretam e de que forma pode ser diagnosticada. Principalmente em países desenvolvidos, esta questão é preocupante pelo elevado número de indivíduos adultos com este problema.

Não deixe de se manter informado e compreender a Síndrome Metabólica, tanto em caso de doença como de prevenção.

O que é a Síndrome Metabólica?


Sindrome Metabolica consulta com medica

A Síndrome Metabólica é uma combinação de fatores de risco para doenças cardiovasculares (como enfarte e acidente vascular cerebral) e diabetes tipo 2. Os fatores de riscos associados ao desenvolvimento destas doenças estão altamente relacionados com o excesso de gordura, assim como com a sua localização no nosso corpo.

A obesidade central (excesso de gordura abdominal) é o fator com mais impacto na Síndrome Metabólica, uma vez que pode implicar diversos distúrbios metabólicos. Dentro desses distúrbios, podem destacar-se alguns que constituem os principais fatores de risco para doenças cardiovasculares e para diabetes tipo 2:

  • Hipertensão arterial;
  • Resistência à insulina;
  • Dislipidemias (hipercolesterolémia e aumento dos níveis de triglericerídeos).

Existem outros fatores que poderão ter também influência na presença destes fatores de risco, como é o caso, por exemplo, da idade avançada, de distúrbios endócrinos ou da genética.

Como fazer o diagnóstico da Síndrome Metabólica?


Sindrome Metabolica e medicao perimetro abdominal

Para diagnosticar a Síndrome Metabólica é necessário que reúna pelo menos 3 dos 5 principais fatores de risco referidos:

  • Excesso de gordura abdominal (perímetro abdominal superior a 102cm no homem e a 88cm na mulher);
  • Glicose sanguínea em jejum aumentada (igual ou superior a 100mg/dl);
  • Hipertensão arterial (igual ou superior a 135/85 mmHg);
  • Elevados níveis de triglicerídeos (iguais ou superiores a 150mg/dl);
  • Hipercolesterolémia (associada a níveis de colesterol HDL iguais ou inferiores a 40mg/dl).

 

Qual o melhor tratamento para a  Síndrome Metabólica?


Sindrome Metabolica estilo de vida saudavel

Para tratar a Síndrome Metabólica podem ser tomadas algumas medidas, no sentido de eliminar alguns dos fatores de risco mencionados, reduzindo assim o risco de desenvolver doenças cardiovasculares e/ou diabetes tipo 2:

  • Consultar o nutricionista, no sentido de tornar a sua dieta mais saudável e adequada ao seu estilo de vida e condição de saúde, auxiliando na perda de gordura corporal;
  • Praticar atividade física, combinando exercício aeróbio com treino de resistência;
  • Medicação ajustada pelo seu médico;
  • Se necessário, terapia comportamental para, por exemplo, deixar de fumar.

Nas Clínicas Bodyscience pode encontrar profissionais na área da nutrição, qualificados para o ajudar a detetar este problema e a adaptar a sua alimentação, reeducando os seus hábitos alimentares de acordo com o seu estilo de vida e condição médica.

> Marque já a sua consulta de nutrição e ganhe saúde!

Em suma…


Como se pode observar pela informação descrita, é indispensável a visita regular ao seu médico, no sentido de monitorizar fatores como circunferência da cintura, pressão arterial, glicose plasmática e perfil lipídico.

Mesmo que esteja aparentemente saudável, não deixe de marcar consultas de rotina, pois estes fatores de risco para doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2 podem ser silenciosos.

Manter um peso saudável, praticar exercício físico e optar por não ser fumador são fortes aliados para se manter saudável, evitar a Síndrome Metabólica e, em caso de diabéticos, controlar melhor a doença.

Veja também:

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].