Publicidade:

Shiba Inu: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

A popularidade do Shiba Inu é bem recente. Aos poucos, as pessoas aprendem a compreender melhor esta raça conhecida pela personalidade ousada e apaixonada. Os japoneses descrevem-nos em três palavras: kaani-i (vivacidade), ryosei (boa natureza) e soboku (alerta). Esses traços compõem o temperamento peculiar desta raça.

 
Shiba Inu: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
O mais pequeno dos cães japoneses.

O Shiba Inu é um cão altamente inteligente e teimoso, mas muitas vezes sem motivo, o que facilita, e muito, o treino de obediência, desde que com os devidos limites e respeito pela independência da raça.

São cães que estão constantemente entusiasmados e em alerta, mostrando-se, por vezes, até superior em relação a outros animais, ao mesmo tempo que demonstra uma calma quase sem comparação.

Características gerais do Shiba Inu


Grupo: Grupo 5 – Cães de tipo Spitz e de tipo Primitivo

Finalidade: cão de caça

Ambiente ideal: casa com quintal cercado ou apartamento com terraço

País de Origem: Japão

Porte: pequeno

Altura: de 30cm a 40cm

Peso ideal: de 9kg a 14kg

Cor: preto e castanho, bege, vermelho

Esperança Média de Vida: entre 12 a 15 anos

Preço médio: de 400€ a 800€

 

Características específicas do Shiba Inu


Não estranhe se vir o seu Shiba Inu a esconder e guardar coisas, como brinquedos, comida ou território, dado que essa é a forma que a raça encontra para se impor e mostrar posse. Como tal, cuidado com a aproximação a estes locais ou objetos. Mas é, mesmo assim, um bom cão de família, leal e dedicado, que se adequa bem à personalidade mais irrequieta das crianças.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Shiba Inu


Bebé

1 – 6 meses

Adulto

6 meses – 12 anos

Idoso

12 – 15 anos

Físico do Shiba Inu


shiba inu

Com orelhas pequenas, olhos curiosos e cauda farfalhuda, esta raça faz lembrar uma raposa ou um peluche, até pela pose que muitas vezes adota.

O Shiba Inu é um animal pequeno, o mais pequeno das raças japoneses, mas muito atlético, movendo-se sempre rápido e sem esforço.

Temperamento do Shiba Inu


Esta raça é muito segura de si própria, que gosta de viver ao ar livre e ter a sua dose diária de exercício físico.

Tenha cuidado nos momentos de passeio sem trela, visto que o Shiba Inu facilmente poderá partir à caça de pequenos animais, fazendo vir ao de cima a sua natureza de caçador.

Problemas de Saúde do Shiba Inu


Ossos

  • Displasia do quadril, displasia do cotovelo.

Outros

  • Hipotireoidismo e doença de von Willebrand.

 

Cuidados a ter com o Shiba Inu


Dentes

  • Escovar duas a três vezes por semana.

Ouvidos

  • Analisados semanalmente para verificar existência de infeções.

 

Origem do Shiba Inu


Existem seis raças de cães japoneses, mas esta é a mais antiga.

Em chinês, “Shiba” significa pequeno, em homenagem ao seu tamanho. Mas antigamente chamavam-lhes “cão do mato vermelho”.
A sua origem não está bem definida, apenas sabendo-se pertencer ao património Spitz, cerca de 300 a.C.

Era considerado um cão de caça na região central do Japão, tendo sido principalmente usado para a caça de pássaros e pequenos animais, e, mais tarde javalis.

A raça quase foi extinta após a Segunda Guerra Mundial, mas a importação para os EUA, em 1954, ajudou a evitar esse desfecho.

Curiosidades sobre o Shiba Inu


O Shiba Inu é considerado o mais antigo e pequeno cão do Japão.

É considerado uma das nove raças monumento pelos japoneses, demonstrando o respeito que aquele povo tem por estes animais.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].