Publicidade:

Intimidade: a moda do sexo ecológico

Calma! Não lhe vamos dizer para começar a fazer sexo no meio da Natureza, rodeado de árvores e animais. Fique atento para saber o que é o sexo ecológico.

 
Intimidade: a moda do sexo ecológico
Prazer enquanto cuida do ambiente. Vai aderir?

Seguramente conhece a Organização Não Governamental Greenpeace. No âmbito da sua dedicação à preservação do meio ambiente, acredita-se que é possível associar sexo e sustentabilidade, com a prática de sexo ecológico.

A ideia é privilegiar a utilização de produtos eróticos que sejam mais amigos do ambiente, como o uso de vibradores sem plásticos nocivos, escolher lubrificantes naturais, optar por cápsulas afrodisíacas biológicas, entre outros.

10 mandamentos do sexo ecológico


mandamentos do sexo ecologico

A associação Greenpeace disponibiliza uma lista de mandamentos para aqueles que querem preservar a natureza até na hora da intimidade. Confira as dez dicas para praticar sexo ecológico.

1. Apague as luzes

Ligar a luz é sinónimo de utilizar energia proveniente da queima de combustíveis fósseis, que contribuem para o aquecimento global. Portanto, não pense duas vezes: apague as luzes sempre – até pode ser mais romântico. Senão gostar, opte por acender velas.

Apimente a sua relação!
Dê o boost que precisa à sua relação com o estimulante sexual certo. Encontre aqui!

2. Consuma frutos orgânicos

Como sabe, há frutos afrodisíacos, como o guaraná, o morango e os demais frutos vermelhos, então, por que não consumir as versões orgânicas? Assim tem a certeza de que usa produtos livres de transgénicos ou pesticidas.

3. Proteger os oceanos

O marisco é igualmente um alimento afrodisíaco, porém os oceanos estão a ser destruídos a uma escala sem precedentes devido à pesca excessiva. A Greenpeace questiona se isso valerá a pena por uns momentos de prazer.

4. Amor reciclado

Use embalagens de produtos que tem em casa e decore-as ao seu gosto, para guardar os artigos mais utilizados no quarto, como preservativos, lubrificantes, brinquedos, entre outros.

5. Use ecolubrificantes

Caso necessite de uma ajuda extra para aumentar a lubrificação, a recomendação da Greenpeace é o uso de produtos à base de água ou silicone, que são oferecidos por diversas marcas.

6. Brinquedos sim, mas não todos

Se gosta de apimentar a vida sexual com o uso de roupas atrevidas, brinquedos ou objetos eróticos, opte por aqueles que são feitos com substâncias naturais, tais como borracha, látex ou pele, e não os de PVC ou vinil, que são bastante comuns.

7. Banhos a dois

Uma dica sensual e muito ecológica: um banho a dois permite o prolongamento do prazer, ou a antecipação do mesmo, enquanto poupa água.

8. Cama sustentável

Sabe de onde vem a madeira da sua cama? Certifique-se de que o material é certificado e reconhecido pelo Forest Stewardship Council, uma organização internacional que reconhece o uso sustentável da madeira.

9. Materiais orgânicos

O processo de produção e branqueamento do algodão convencional é um dos mais poluentes que existem, por isso, se gosta de roupa sensual para apimentar a relação, tenha este fator em conta.

10. “Make love, not war”

O último mandamento do sexo ecológico promovido pela Greenpeace visa o inventivo de uma prática sexual livre, cuidada e protegida.

Agora que sabe mais sobre o tema, vai aderir à moda do sexo ecológico?

A sua relação já não é o que era? Escolha aqui o estimulante sexual à sua medida e sinta a diferença!

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].