Sangrar depois do sexo: tudo o que deve saber

É comum sangrar depois do sexo pela primeira vez, porém não são muitas as outras situações em que isso acontece de forma natural. Fique atenta aos sinais.

Sangrar depois do sexo: tudo o que deve saber
Será que a vagina precisa de descanso ou deve procurar um médico?

Sangrar depois do sexo pode acontecer por um motivo tão simples como não usar lubrificante suficiente, mas também pode ser um sinal de algo mais sério.

Para perceber se se trata de uma situação em que deve apenas dar mais descanso à sua vagina ou se deve agendar uma ida ao médico, atente aos cenários que preparamos para esclarecer tudo sobre sangrar depois do sexo.

Na primeira vez que uma mulher tem relações sexuais é natural que sangre um pouco, dado que há o rompimento do hímen, que nada mais é que um fino pedaço de tecido dentro da abertura vaginal. Porém, este alargamento que leva ao sangramento não é doloroso e pode acontecer noutras atividades, sem que a mulher se aperceba, como andar de bicicleta.

O problema está em sangrar depois do sexo quando não se trata de perda de virgindade.

Sangrar depois do sexo: origem


sangrar depois do sexo

O sangramento vaginal após o sexo pode ter origem em quatro locais diferentes:

  • Entrada da vagina no hímen;
  • Dentro da vagina;
  • Colo do útero;
  • Dentro do útero.

E cada uma destas origens têm motivos e gravidades diferentes. Pelo que a partir do momento em que se sente desconfortável, com dor ou acha que o fluxo sanguíneo é demasiado intenso, deverá procurar ajuda médica.

Aqui, é importante que atente ao volume e à frequência do sangramento. Como acontece com qualquer outro ferimento, muito sangue nunca é um bom sinal. Se além do sangramento sente tonturas ou vertigens, deverá ir às urgências; porém se é uma hemorragia leve que desaparece em poucas horas, agende uma consulta com o seu ginecologista.

Quando deve ir ao médico


mulher e ginecologista

Mesmo que o sangramento possa desaparecer rapidamente, ou não venha com nenhum tipo de dor, não adie uma ida ao ginecologista.

Existem várias Doenças Sexualmente Transmissíveis que podem causar sangramento vaginal com a prática sexual, como o HPV, clamídia, gonorreia e tricomoníase; infeções fúngicas e pólipos cervicais e uterinos. Apenas a opinião de um especialista poderá determinar a causa e providenciar os devidos tratamentos.

Numa consulta de ginecologista devido a sangramento após o coito, é natural que o seu médico faça uma série de perguntas para primeiro descobrir quão grave é o sangramento e com que frequência pode sentir sangramento entre os períodos. Em seguida, far-se-ão análises para despiste de alguma DST, HIV ou gravidez, bem como exames para descartar pólipos, alguma infeção por fungos ou qualquer fissura maior que possa estar na parede ou na entrada da vagina.

Como prevenir o sangramento depois do sexo


sexo lento

Nunca é demais ressalvar a importância do uso do lubrificante, de modo a facilitar a penetração e a diminuir as probabilidades de algum tipo de irritação ocorrer nas paredes vaginais. E isto acontece quer no caso de mulheres mais velhas, dado que declínio dos níveis de estrogénio pode levar a um tecido vaginal mais sensível que se rasga com mais facilidade, logo provoca ligeiros sangramentos. Mas também qualquer mulher, de qualquer idade pode ter pequenas fissuras que, se não forem devidamente lubrificadas, podem sangrar. E isso em nada se relaciona com a experiência sexual, com o à vontade com o seu corpo ou com o parceiro – é uma questão física.

Outra maneira de prevenir o sangramento é fazer as coisas ficarem agradáveis e lentas, principalmente se já passou algum tempo desde que fez sexo pela última vez. ou, então, mudar para uma posição mais confortável.

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.