A saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde?

A saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde? É uma antiga questão que ainda não conseguiu chegar a um consenso. Saiba mais sobre o tema.

Powered by: Vetecare
A saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde?
Lamber o tutor, tem por norma um significado afetivo.

Quem convive com animais sabe que as lambidelas fazem parte do dia-a-dia. O que desconhece é por que motivo eles nos lambem e se a saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde. Fique a conhecer tudo sobre este tema em seguida.

Saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde: por que é que os animais lambem?


O lamber é um comportamento natural tanto do cão como do gato. Por norma fazem-no por higiene pessoal, relaxamento, controlo da temperatura corporal, mas também como um fator social.

1. Gatos

saliva de caes e gatos pode ser perigosa para a saude gato a lamber

Os gatos são seres naturalmente limpos, dedicam perto de um terço do seu tempo a realizar higiene pessoal. Este comportamento provém dos comportamentos ancestrais dos gatos na vida selvagem, pois aí, após cada refeição os gatos lambiam-se para remover o cheiro de comida e mascarar o cheiro dos seus predadores.

  • Impermeabilização do pêlo: quando se lambem estimulam umas glândulas na raíz do pelo a produzir secreções que impermeabilizam o pelo, mantendo-se secos, ainda que o pelo esteja molhado;
  • Absorção de vitamina D: quando o gato está ao sol o seu pelo absorve radiação UV (ultra-violeta), ocorre uma reação com os óleos naturais da pele havendo assim síntese desta vitamina. Quando o gato se lambe ingere-a;
  • Controlo de temperatura corporal: principalmente quando sentem calor, lambem-se de forma a reduzir a temperatura corporal;
  • Relaxamento: lamberem-se ajuda os gatos a relaxarem, por exemplo em situações de ansiedade, o gato lambe-se para se tranquilizar;
  • Fator social: quando o gato lambe outros que não ele próprio, está a tentar comunicar e demonstrar carinho, esta é a principal razão por que os gatos lambem os humanos. Também o podem fazer porque o sal na nossa pele é apetecível para eles. Lambendo o dono também o estará a marcar como fazendo parte da sua família.

2. Cães

saliva de caes e gatos pode ser perigosa para a saude cao a lamber

Os cães apesar de também se lamberem por higiene, como os gatos, os  principais fatores são sociais.

  • Conhecer pessoas e outros animais: o faro é muito importante, no entanto os cães podem lamber outros animais e pessoas para sentir o seu sabor quando estão a conhecer;
  • Demonstrar respeito: os cães podem lamber para demonstrar submissão e respeito, podem fazê-lo com as pessoas e também com os outros cães ou animais para demonstrar aceitação;
  • Ansiedade: o lamber em excesso pode ser um sinal de ansiedade. Podem lamber-se a eles próprios, muitas vezes até fazendo ferida, mas podem também lamber os objetos e aos humanos. Se isto acontecer, é importante que procure um médico veterinário para procurar a causa dessa ansiedade e resolver o problema;
  • Afeto: a maioria das lambidelas dos cães são de afeto com determinadas pessoas ou outros animais;
  • Chamada de atenção: o seu cão pode lambe-lo como forma de o chamar para brincar ou para comer.

 

Saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde?


saliva de caes e gatos pode ser perigosa para a saude E. coli

No interior da boca dos cães e gatos existem inúmeras bactérias, entre as quais Clostridium, Salmonella, E. coli e Campylobacter.

No organismo dos cães e gatos, as bactérias presentes no interior da sua boca não costumam causar qualquer problema, no entanto essas bactérias podem ter consequências na saúde das pessoas.

1. Placa bacteriana

Tal como nas pessoas, os cães e os gatos formam uma camada de bactérias na superfície dos dentes. Sem cuidados de higiene oral, ocorre um depósito de minerais formando cálculos dentários conhecidos como tártaro.

O processo agrava-se com a multiplicação de bactérias nocivas que casam inflamação nas gengivas e raízes dos dentes. Estas bactérias também podem estar presentes na boca das pessoas.

Se esta placa não for removida por causar doenças tanto no cão como no gato e, eventualmente, nas pessoas.

2. Flora oral

Para além das bactérias nocivas, existem também bactérias a viver naturalmente na boca dos animais (e das pessoas). O que varia é que cada espécie tem a sua flora específica, e o que é benéfico e natural para uma espécie pode ser prejudicial para outra.

As bactérias existentes na boca de uma espécie não são prejudicais para a mesma se estiverem no interior da sua boca, no entanto se passarem para outros tecidos podem ser nocivas.

Por esta razão, devemos evitar que os cães e os gatos lambam as feridas ou os pontos após as cirurgias, pois podem penetrar nos tecidos e surgir uma infeção.

3. Parasitas internos

Os parasitas internos, vulgarmente conhecidos como lombrigas ou “bichas”, podem também ser transmitidos ao homem através da saliva dos animais, é por isso que é muito importante aconselhar-se com o médico veterinário acerca dos cuidados profiláticos a ter com o seu animal de estimação.

Saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde: Grupos de risco


saliva de caes e gatos pode ser perigosa para a saude gravida

Regra geral, as bactérias presentes na saliva dos cães e gatos não causam doença em adultos com uma imunidade normal. Pessoas com o sistema imunitário enfraquecido, que estejam a fazer tratamentos com medicamentos imunossupressores, bebés, idosos e grávidas tendem a ser mais vulneráveis a estas bactérias.

No entanto, não significa que estes grupos de pessoas não possam ter contacto com animais. Devem sim, ter cuidados redobrados em relação à higiene individual e ao estado de saúde do animal, fazendo check-ups frequentes no médico veterinário. Com o Plano de Saúde Vetecare, por apenas 13€ por mês pode ter acesso a uma vasta rede de profissionais qualificados e descontos em tratamentos e intervenções necessárias.

Como ocorre transmissão?

Para ocorrer transmissão destas bactérias, a saliva tem que entrar em contacto directo com as mucosas (olhos, boca, nariz) ou então o cão ou gato tem que lamber uma zona de ferida da pessoa. Razão pela qual devemos evitar que o cão lamba as nossas feridas.

Há doenças mais graves que podem ser transmitidas pela saliva do animal, nomeadamente a raiva, normalmente transmitida através da mordida (a saliva entra na ferida causada pela mordida).

Como conclusão…


A saliva de cães e gatos pode ser perigosa para a saúde, dessa forma devemos ter certos cuidados com o nosso amigo de quatro patas, para evitar que nos possa transmitir certas doenças.

  • Fazer escovagem dos dentes do seu cão e gato diminui a probabilidade de ter bactérias nocivas no interior da sua boca;
  • Se estiver a tomar medicamentos que baixem a sua imunidade ou estiver em grupos de risco, convém evitar que o seu cão ou gato lambam zonas de ferida ou zonas de mucosas (olhos, nariz, boca), e ter sempre em atenção lavar e desinfetar as mãos;
  • Deve aconselhar-se desde o momento em que tem um animal de estimação, com o seu médico veterinário acerca do plano de vacinação e desparasitação;
  • Se for mordido por um cão ou gato deve desinfetar a ferida de imediato e procurar aconselhamento médico.

Veja também:

Dra. Patrícia Azevedo Dra. Patrícia Azevedo

Patrícia Azevedo é médica veterinária natural de Braga. Desde a sua infância que é apaixonada por animais e sempre teve a ambição de ser médica veterinária. Trabalhou como voluntária em associações de proteção e ajuda a animais errantes desde os 11 anos de idade . Iniciou o seu percurso como estudante desta área na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e concluiu os seus estudos no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. Tem três gatos e uma cadela retirados da rua. Trabalha atualmente na sua cidade natal, em medicina e cirurgia de pequenos animais.