8 Sinais que indicam que está num relacionamento tóxico

Um relacionamento tóxico afeta, negativamente, todos os aspetos da nossa vida. É um tipo de relação onde predomina o julgamento, a crítica, a competição, o ciúme e a inveja, e quem é que pode ser feliz numa relação tão negativa? A verdade é que as pessoas se mantêm nestas relações por muito tempo. Vamos perceber porquê!

8 Sinais que indicam que está num relacionamento tóxico
Porque é que é tão difícil sair de um relacionamento tóxico?

É sempre difícil ver alguém conscientemente optar por se manter num relacionamento tóxico e doentio, quando na realidade sabe que merecia uma relação verdadeiramente feliz, solidária, respeitosa e mutuamente satisfatória. Outras pessoas vêm-se inadvertidamente envolvidas num relacionamento tóxico e não têm a certeza de como sair dele.

No início de um relacionamento tendemos a dar o melhor de nós e a fazer o que podemos para causar uma impressão positiva no potencial parceiro. Infelizmente, as pessoas tóxicas também fazem o que podem para nos atrair. É possível que não entendamos o quão profundamente entramos num relacionamento tóxico até que os comportamentos ou sentimentos comecem a fugir da normalidade.

Permanecemos neste tipo de relacionamentos doentios mais tempo do que deveríamos por variadas razões:

  • Todos sentimos necessidade de ter relações, de pertencer a um sistema de apoio social e de desempenhar um papel importante na vida de outra pessoa;
  • Alguns de nós acreditam que podem mudar as outras pessoas e insistem na relação;
  • Outras pessoas acabam por acreditar que são elas que não estão a ser um bom parceiro, dado que quando uma pessoa experimenta este tipo de relações por demasiado tempo, pode acabar por acreditar que o seu comportamento é o culpado pela toxicidade do relacionamento.

 

8 sinais que indicam que está num relacionamento tóxico


relacionamento toxico

A forma mais fácil de terminar um relacionamento tóxico é certamente nunca se deixar envolver em nenhum, mas como isso nem sempre é possível aqui ficam alguns sinais de aviso:

Apimente a sua relação!
Dê o boost que precisa à sua relação com o estimulante sexual certo. Encontre aqui!

1 – Quando a pessoa por quem está interessado em termos amorosos reivindica muito do seu tempo ou compartilha muitas informações pessoais cedo demais.

2 – Quando a pessoa por quem está interessado liga para si apenas quando algo está errado ou quando precisa da sua ajuda, mas não está assim tão presente quando a sua ajuda é solicitada.

3 – Quando essa pessoa assume o controlo por todo o tipo de passeios, planeamentos, reuniões, ou encontros sociais não tendo em consideração os seus interesses.

4 – Quando essa pessoa monopoliza todas as conversas ou apenas quer discutir aspetos da sua própria vida, não lhe dando tempo para partilhar as suas perspetivas e sentimentos.

5 – Quando essa pessoa aponta constantemente e em demasia os seus defeitos e quando lhe cobra constantemente que não está tão disponível quanto essa pessoa desejaria.

6 – Quando a pessoa por quem está interessado em termos amorosos o vê como competição.

7 – Quando percebe que sair com essa pessoa o deixa a sentir-se pior e não melhor, de tal forma que começa a evitá-la.

8 – Quando essa pessoa o tenta isolar das outras pessoas e relações que fazem parte da sua vida: por exemplo, fazer comentários negativos sobre outras pessoas e dissuadi-lo de passar tempo com elas.

Em suma…


Quando num relacionamento romântico se sente constantemente a tentar convencer-se a si mesmo acerca de quão bom é o seu parceiro e acerca das suas qualidades positivas, esteja atento dado que pode ser um sinal de que o relacionamento não é bem aquilo que deseja. Aborde as preocupações com o seu parceiro e, se a situação ou a pessoa não mudarem, lembre-se de pensar em si e ter em conta o que for melhor para si e para a sua felicidade e bem-estar.

Para evitar este tipo de relacionamento no futuro lembre-se de confiar nos seus instintos. Se um relacionamento parece perfeito demais para ser verdade, pode ser um sinal de alerta de que esta nova pessoa na sua vida pode estar a desempenhar um papel, especialmente atraente para si. Dê tempo e espaço aos relacionamentos e não se precipite antes de realmente conhecer alguém.

A sua relação já não é o que era? Escolha aqui o estimulante sexual à sua medida e sinta a diferença!

Veja também:

Psicóloga Ana Graça Psicóloga Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!