Radiofrequência no rosto: conheça 12 benefícios deste tratamento inovador

Se os sinais da passagem do tempo começam a ser demasiado evidentes, então, a radiofrequência no rosto pode ser a solução para o seu problema. Veja tudo.

Powered by: BodyScience
Radiofrequência no rosto: conheça 12 benefícios deste tratamento inovador
Saiba como a radiofrequência ajuda a ter uma pele mais bonita.

A radiofrequência no rosto é um tratamento estético utilizado para combater a flacidez, sendo igualmente eficaz para eliminar rugas, linhas de expressão e até mesmo a gordura localizada e celulite, presente no corpo, onde estes problemas podem ser mais evidentes.

O envelhecimento pode ser duro de enfrentar, principalmente quando os sinais são evidentes e não se teve particularmente cuidado ao longo da vida com a alimentação, prática de exercício físico e hidratação. E se a medicina estética disponibiliza meios e tratamentos para diversas soluções, então, há mesmo que aproveitar, até porque a radiofrequência no rosto é um método seguro, com efeitos duradouros.

O aparelho de radiofrequência no rosto eleva a temperatura da pele e do músculo, de forma a possibilitar a aumentar a produção de mais fibras colagénio e elastina, o que confere mais sustentação e firmeza à pele. Além disso, a temperatura elevada rompe as membranas das células de gordura, permitindo que esta seja eliminada do corpo. Assim, verá resultados progressivamente e logo após a primeira sessão.

Benefícios da radiofrequência no rosto


radiofrequencia no rosto

Quando aplicado no rosto, este tratamento permite eliminar rugas e linhas de expressão, nomeadamente em redor dos olhos, lábios e testa; eliminar gordura localizada e flacidez facial, principalmente na parte inferior do queixo; bem como melhorar o contorno do rosto. Confira todos os benefícios a usufruir com a radiofrequência no rosto:

  • Diminuir as rugas;
  • Melhorar a aparência da pele;
  • Aumentar a produção de colagénio e elastina;
  • Melhorar a microcirculação e hidratação da pele;
  • Aumentar a oxigenação;
  • Acelerar a eliminação de toxinas;
  • Reduzir celulite;
  • Combater estrias e fibroses;
  • Disfarçar a existência de cicatrizes;
  • Eliminar a flacidez;
  • Elimina a gordura localizada;
  • Melhorar a firmeza e sustentação da pele.

 

Cuidados a ter com a radiofrequência no rosto


teste da glicemia

Apesar de ser um tratamento não invasivo, há sempre contra-indicações a ter em conta, nomeadamente para quem se encontre numa destas situações:

  • Se tiver tebre;
  • Em casos de gravidez;
  • Durante tratamentos de quimioterapia;
  • Se tiver um pacemaker;
  • Em casos de hipertensão arterial;
  • Se possuir diabetes;
  • Se denotar alteração da sensibilidade no rosto;
  • Caso possua prótese metálica nos ossos do rosto;
  • Se tiver obturação metálica nos dentes;
  • Em situação de tumores malignos;
  • Se tomar medicação para a circulação sanguínea;
  • Caso possua ferida ou infeção no rosto;
  • Se tiver herpes;
  • Se tiver VIH;
  • Em cima de tatuagens ou maquilhagem definitiva;
  • Não deve ser realizado junto à tiroide.

Além disso, há alguns pormenores aos quais deve prestar atenção e que são habituais, pelo que não deve estranhar a sua ocorrência. Atente:

  • Após uma única sessão de radiofrequência, é possível que a pele fique um pouco vermelha e até um pouco inchada;
  • Podem também surgir ligeiros sinais de urticária ou marcas arroxeadas na pele, sendo, assim, recomendada a aplicação de protetor solar 60 minutos após a sessão.

 

Radiofrequência Tripolar Cronus: saiba onde pode fazer


Radiofrequencia Tripolar Cronus

A Radiofrequência Tripolar Cronus é uma das tecnologias mais avançadas do mundo para ajudar no tratamento de problemas de rosto, já que permite trabalhar nas camadas mais profundas da pele.

O seu sucesso relaciona-se com o poder térmico, que permite uma alta concentração de energia e, consequentemente, uma redução do tempo necessário de tratamento.

É um processo totalmente indolor, não invasivo e que pode ser aplicado sem anestesia, sendo, geralmente necessárias entre três a dez sessões, sendo que após três sessões, as mudanças no seu rosto já são evidentes e vão sendo ainda mais visíveis a cada sessão.

No caso de aplicação de radiofrequência no rosto, devem ser respeitadas as frequências entre sessões, espaçando-as, pelo menos, com duas semanas e, depois, realizar uma sessão anual para manutenção dos resultados.

Se depois de tudo isto já ficou convencido e deseja tratar as marcas do tempo no seu rosto, marque já a sua primeira consulta gratuita numa das Clínicas BodyScience, em Lisboa, Porto, Póvoa do Varzim, Braga e Guimarães.

>> Marque já a sua primeira consulta de avaliação gratuita.

Veja também: