13 Raças de cães que não conseguem nadar: descubra quais são

Nem todos os patudos olham a para a água com entusiasmo e excitação, porque há raças de cães que não conseguem nadar. Descubra quais são e fique atento.

13 Raças de cães que não conseguem nadar: descubra quais são
Não, nem todos os cães são exímios nadadores.

Apesar de ser uma imagem muito frequente: os cães felizes e satisfeitos enquanto nadam no mar ou piscina, há raças de cães que não conseguem nadar. Por isso, é importante saber quais são, para não correr o risco do seu animal ter problemas e ficar de tal forma petrificado que nunca mais quererá chegar perto de uma simples gota de água.

Realmente há raças de cães que não sabem nadar e que, resumidamente, se referem a cães que:

  • Têm um peito maior e pesado;
  • Possuem pernas curtas;
  • São braquicefálicos, ou seja, têm um focinho curto.

 

Descubra quais as 13 raças de cães que não sabem nadar


Existem várias razões para a existência de raças de cães que não conseguem nadar e que se prendem com a anatomia e fisiologia. Confira quais são.

1. Pug

racas de caes que nao conseguem nadar e pug

Enquanto raça de cão braquicefálico, o focinho curto dos Pugs pode provocar falta de ar que não só dificulta a sua capacidade de nadar mesmo que seja por pouco tempo, mas também quase impossibilita que consigam manter o focinho fora de água. Por isso, se levar esta raça para a água, coloque sempre um colete salva vidas e mantenha-se atento.

> Conheça melhor esta raça aqui.

2. Pequinês

pequines

Tal como acontece com os Pugs, esta raça não consegue mesmo manter o focinho acima da linha de água enquanto está em posição para nadar. O que acontece quando tentar respirar é impulsionar o corpo para cima e desequilibrar-se para trás. Assim, este sempre vigilante.

> Conheça melhor esta raça aqui.

3. Buldogue

buldogue

Esta raça tem provavelmente todos os pormenores que impossibilita os cães de nadar. A começar pelo focinho curto, por ser um braquicefálico; o peito largo; a cabeça grande; e pernas curtas: um conjunto de características que nos levam a aconselhar que coloque colete salva-vidas, mesmo que não esteja na água e só com a perspetiva de uma piscina por perto.

> Conheça melhor esta raça aqui.

4. Maltês

maltes

Embora esta raça de pequeno porte não tenha os traços típicos de outras raças pequenas, como peito pequeno e focinho achatado, há outras questões que fazem com que esta seja uma das raças de cães que não sabem nadar. Entre eles contam-se calafrios, artrite e reumatismo, por isso, mais vale garantir que o seu cão tenha bastante animação em terra.

> Conheça melhor esta raça aqui.

5. Shih Tzu

shih tzu

Semelhante ao Maltês, esta raça pode rapidamente fica constipada após o contacto com a água, além de que nadar também não é propriamente fácil, dado o focinho metido para dentro e as patas pequenas. Além disso, como possui bastante pelo, este pode ficar muito pesado quando molhado e dificultar a movimentação do animal.

> Conheça melhor esta raça aqui.

6. Corgi

Esta pequena raça robusta de focinho mais comprido tem um corpo denso, peito grande e pernas curtas, logo nunca será um nadador capaz.

Apesar de gostarem imenso de água, é preferível colocá-los em piscinas pequenas, daquelas infantis, que permitam que se refresquem, mas com um nível de água que não é perigoso.

7. Dachshund

dachshund

Embora esta raça seja relativamente leve e possuam um focinho mais longo, as pernas curtas do Dachshund são realmente o seu ponto fraco. Eles são realmente capazes de nadar, porém nunca o poderão fazer durante muito tempo, nem com grande facilidade.

> Conheça melhor esta raça aqui.

8. Basset Hound

Basset Hound

O facto de Basset Hound ser uma das raças que não é capaz de nadar prende-se com a cabeça grande, uma estrutura óssea densa e pernas desproporcionalmente curtas. Tudo isto faz com que os cães desta raça sejam incapazes de se manter à tona por qualquer período de tempo.

Além disso, eles possuem orelhas longas e o contacto frequente com a água pode levar ao aparecimento de infeções auditivas.

> Conheça melhor esta raça aqui.

9. Chow Chow

chow chow

 

Podemos achar que os cães de maior porte são nadadores naturais, porém, não é bem assim e o Chow Chow é um bom exemplo, devido ao peito mais profundo, pernas mais curtas e focinho ligeiramente achatado que pode provocar falta de ar. Tudo isto piora com a quantidade de pelo que a raça possui e que aumenta, em muito, o peso na água, dificultando, assim a natação.

> Conheça melhor esta raça aqui.

10. Boxer

Boxer

Embora as longas pernas possam dar a entender que são nadadores exímios, esta raça enfrenta os mesmos desafios que os Pugs, pois tem um focinho braquicefálico. Este focinho mais liso e curto significa que esta raça vai ter dificuldade para manter o rosto e nariz acima da água e pode ter falta de ar se tentar nada durante muito tempo.

> Conheça melhor esta raça aqui.

11. Staffordshire Bull Terrier

Sttafordshire Bull Terrier

Esta raça é muito atlética e adora tudo o que envolva movimento e a prática de exercício físico. Porém o facto de ter muita massa muscular sólida e densa, torna-o num animal pesado, dificultando, assim, a natação. A isso, acresce uma cabeça de tamanho considerável, até um pouco desproporcional em relação ao corpo, o que complica manter a cabeça de fora de água para respirar.

> Conheça melhor esta raça aqui.

12. American Bull Terrier e American Bulldog

bull terrier

Tal como o o Staffordshire Bull Terrier, estas duas raças de cães têm uma constituição semelhante, com um físico muito forte e potente, mas com tremenda incapacidade de manter a cabeça acima do nível de água para respirar.

> Conheça melhor a raça Bull Terrier aqui.

Como manter um cão seguro perto da água


cao a nadar de colete salva vidas

Se sabe que o seu cão não sabe nadar ou acha que ele pode ter dificuldade em fazê-lo, então é de vital importância certificar-se de que o seu cão não tenha acesso a nenhuma piscina, lago ou praia ou algum local onde o nível de água seja superior ao peito do animal. Todavia se não puder fazê-lo, então coloque sempre um colete insuflável, salva vidas, adequado ao animal em causa.

Veja também: