Raças de cães mais calmas: conheça alguns exemplos

As raças de cães mais calmas podem aparecer de tamanhos variados, sendo que muitas vezes o seu porte ou aspeto enganam. São cães que se adequam melhor a estilos de vida mais tranquilos e a donos que não tenham tanta disponibilidade para longos passeios. No entanto, continuam a precisar de muita atenção e carinho.

 
Raças de cães mais calmas: conheça alguns exemplos
Saiba se estes cães se adequam ao seu estilo de vida

Quando se decide adquirir um cão, há várias características que se tem de ter em conta, e uma delas é a do temperamento e a das necessidades de exercício do animal. Desengane-se quem pensa que o tamanho do cão está relacionado com o temperamento e a energia: as raças de cães mais calmas variam desde os cães mais pequenos aos maiores.

Há cães pequenos que requerem quantidades significativas de atenção e exercício enquanto que há grandes que podem ser consideravelmente inativos quando maduros.

O que são raças de cães mais calmas?


Existe variabilidade individual entre os cães da mesma raça, e o treino que lhe é proporcionado terá uma influência essencial no seu comportamento futuro.

No entanto, assume-se que as raças de cães mais calmas tenham um temperamento menos agitado, que gostem de passar longos períodos deitados a descansar e que por norma, se forem deixados sozinhos, não terão tanta tendência para roer ou causar estragos em casa pois, não sentem a necessidade de estar sempre ocupados com algo.

Donos e situações ideais


racas de caes mais calmas e donos

Adquirir um cão implica que cuide dele durante toda a vida dele, portanto deve optar por um que melhor se adeque à sua situação e estilo de vida.

Como referido acima, o tamanho não é um bom indicador de energia, pelo que se optar por raças de cães mais calmas mas grandes convém dispor de um espaço amplo e confortável por onde este se possa deslocar sem estar sempre a incomodar ou a dar encontrões aos móveis.

Também o facto de serem mais calmos não implica que não necessitem de atenção e carinho: a maioria aprecia a companhia dos donos. Estes cães não requerem quantidades imensas de exercício, mas beneficiam de passeios diários para evitar problemas de saúde e também por uma questão de sociabilização, além da realização das suas necessidades.

São, portanto,  cães que toleram melhor os períodos em que estão sozinhos em casa e que se adequam bem a donos que apreciem a companhia dos cães e que gostem de dar passeios tranquilos sem grandes exigências físicas.

Exemplos de raças de cães mais calmas


Terra Nova

terra nova

Este enorme cão de porte poderoso e corpo musculado foi durante séculos fiel companheiro de pescadores na recolha das redes das águas.

Quem o vê ao longe pode assustar-se com o tamanho, mas ao aproximar-se denota a sua expressão benevolente e gentil. É detentor de um temperamento fabuloso: digno, alegre e criativo, ele é conhecido pela sua serenidade mas simultânea vontade de agradar e de proteger a família e a casa.

Dogue Alemão

dogue alemao

O majestoso Dogue Alemão é conhecido por “bom gigante”. De temperamento amistoso, leal e afetuoso é um excelente cão de companhia para quem dispuser de bastante espaço e de um orçamento que permita satisfazer o seu apetite.

É reservado perante estranhos, mas tem uma elevada resistência à provocação e é desprovido de agressividade. Infelizmente, devido à sua grande envergadura, tem uma esperança de vida relativamente curta.

> Conheça melhor esta raça aqui.

Basset Hound

basset hound

De aspeto melancólico com expressão de preocupação, este cão é na verdade bastante adaptável e companheiro. Com o seu latir profundo, é um animal que tanto está bem a caminhar pelos campos alagadiços a cheirar rastos de presas como junto à lareira a fazer companhia à família.

É afável e de temperamento tranquilo; deslocando-se a passo pesado, mas sendo capaz de correr caso isso seja necessário.

> Conheça melhor esta raça aqui.

Cavalier King Charles Spaniel

Cavalier King Charles Spaniel

Com os seus olhos grandes e expressivos, é o companheiro ideal. Tanto está bem a brincar no exterior como sentado ao lado do dono. Sem ponta de timidez, é extremamente afetuoso, sendo por isso emergente a sua utilização no acompanhamento de pessoas com necessidades especiais e em situação de solidão.

É importante salientar que esta é uma raça que pertence ao lado das pessoas; não estão aptos a serem alojados fora de casa pois eles são carentes de contacto humano.

> Conheça melhor esta raça aqui.


Conheça mais raças de cães:

Todas as raças de cães

Todas as
raças de cães

Raças de cães pequenos

Raças de
cães pequenos

Raças de cães médios

Raças de
cães médios

Raças de cães grandes

Raças de
cães grandes

Drª Rita Campilho Drª Rita Campilho

Rita Campilho é médica veterinária. Apesar de viver na cidade, sempre teve contacto com animais e desde cedo que percebeu a importância destes como parte integrante do ecossistema. Tornou-se médica veterinária no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto e atualmente trabalha com cavalos, cães e gatos. Também com cães na família, acredita que é através da educação e do conhecimento sobre comportamento e saúde animal que se consegue o melhor para os animais e para quem vive com eles.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].