Quem sofre mais com o fim da relação: homem ou mulher?

Quem sofre mais com o fim da relação: homem ou mulher? Descubra a curiosa resposta a esta pergunta e compreenda os efeitos do fim de uma relação a dois.

Quem sofre mais com o fim da relação: homem ou mulher?
As razões que levam ao fim de uma relação podem ser muitas e variadas.

As relações amorosas são uma parte importante da nossa vida e idealmente fazem com que nos sintamos mais realizados e mais felizes, no entanto, nem sempre tudo corre bem. Quando as coisas correm mal, quem sofre mais com o fim da relação? Vamos descobrir!

O fim de uma relação a dois!


quem sofre mais com o fim da relacao

São diversas as razões que levam ao fim de uma relação amorosa. Os interesses mudam, os objetivos de vida diferem, a idealização feita acerca do outro não corresponde à realidade, entre muitos outros motivos. Independentemente das razões, são vários os casais que se questionam se vale a pena continuar a investir na relação a dois ou se o melhor é mesmo cada qual seguir o seu rumo.

A perceção de que a relação amorosa não tem salvação nem sempre chega em simultâneo a ambos os elementos do casal. Habitualmente, uma das pessoas sente primeiro que o sofrimento vivido em conjunto é superior ao que sentiria com o fim do relacionamento.

5 más formas de terminar uma relação amorosa

O fim de uma relação amorosa é geralmente vivido como um evento de vida stressante e nem sempre é feito da melhor forma:

  1. Pura e simplesmente desaparecer: esta é uma das piores formas de terminar uma relação, na medida em que deixa a outra pessoa na dúvida e na incerteza;
  2. Auto-culpabilização: sair de um relacionamento concentrando-se apenas no seu papel e na sua culpa não é benéfico;
  3. Difamar e falar mal do parceiro: concentrar-se apenas nos erros e nos defeitos do parceiro também não é a solução;
  4. Fantasiar: fantasiar sobre a relação que terminou e sobre o ex-parceiro deixa-o pouco alerta para potenciais novos amores;
  5. Perseguir: a incapacidade de sair de uma relação a dois apenas aumenta o sofrimento.

5 boas formas de terminar uma relação amorosa

Quando as relações amorosas chegam ao fim geralmente há muita dor emocional e o alívio do sofrimento não parece possível. Deveria haver uma forma dos casais se separarem de forma amigável, certo? Ora atente nestas 5 boas formas de terminar uma relação amorosa:

  1. Preparar-se para o fim da relação: o elemento surpresa aumenta o sofrimento;
  2. Aceitar uma parte da culpa, mas não se responsabilizar totalmente pelo fim da relação;
  3. Proteger a sua dignidade e a dignidade do parceiro: é importante manter o respeito por si mesmo e pelo parceiro;
  4. Estabelecer limites: os parceiros devem ser claros acerca da periodicidade e do tipo de contacto que pretendem, ou não, após o término do relacionamento;
  5. Adotar uma visão a longo prazo: as histórias dos nossos relacionamentos são parte essencial da forma como vivemos a nossa vida. Por mais doloroso que esteja a ser o final da relação, o sofrimento não vai durar sempre e a aprendizagem realizada por ser útil em relações futuras.

 

Quem sofre mais com o fim da relação: homem ou mulher?


homem triste com fim de relacao

Apesar de todas as relações e todas as pessoas serem únicas e diferentes entre si, a verdade é que são vários os estudos que apontam quem sofre mais com o fim da relação: o homem. Os estudos não são totalmente consensuais, mas a maioria parece de facto indicar que são os homens quem sofre mais com o fim da relação, bem como parecem também demorar mais tempo a recuperar.

As investigações mostram ainda que o divórcio parece provocar maior mal-estar físico (associado às mudanças de estilo de vida; as mulheres encorajam comportamentos saudáveis aos maridos) e psicológico aos homens. Mais ainda, os homens parecem ser mais propensos do que as mulheres a desenvolver uma tendência suicida após uma separação.

Para além disso, os homens parecem ser mais dependentes emocionalmente das suas parceiras românticas, bem como parecem ter menos fontes de apoio, já que têm maiores dificuldades em partilhar o sofrimento emocional com amigos e familiares.

Como conclusão…


Apesar de vários estudos se debruçarem acerca de quem sofre mais com o fim da relação e da maioria deles apontarem os homens, a verdade é que o fim de uma relação a dois é difícil para todas as pessoas. Quer homens, quer mulheres, sofrem com o fim de um relacionamento amoroso.

Os homens parecem apenas receber menos suporte por parte da família e dos amigos, provavelmente porque procuram menos esse apoio, o que faz com que sofram de forma mais intensa com o fim da relação.

Veja também:

Psicóloga Ana Graça Psicóloga Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!