Publicidade:

Quanto custa ter um gato? Faça as contas para evitar surpresas!

Com a aquisição de um gato vem logicamente a alegria e o amor, mas também a responsabilidade e as despesas. Convém sempre pesquisar sobre quanto custa ter um gato para garantir que o pode sustentar sem surpresas. Desde a alimentação até aos cuidados de saúde e responsabilidades legais, aqui pode informar-se sobre tudo.

Quanto custa ter um gato? Faça as contas para evitar surpresas!
As contas que precisa de fazer antes de adquirir um gato.

Antes de adquirir um gato, convém sempre fazer as contas para que saiba quanto custa ter um gato. À partida, acarreta menores custos do que ter um cão pois, desde logo, não têm tantas obrigatoriedades legais, assim como se alimentam em menores quantidades. No entanto, isso não significa que sejam custos negligenciáveis.

Todos os valores apresentados neste artigo são estimativas aproximadas do real.

Quanto custa ter um gato – quais as variáveis?


quando custa ter um gato e ninhada de gatos

Onde o adquire?

Nesta primeira etapa encontra logo duas hipóteses com custos bem diferentes. Se optar por ter um gato de raça pura como um Persa, Siamês, Sphynx, entre outros, estes podem variar de 150€ a mais de 800€. Aqui convém ter a preocupação de apenas comprar a criadores certificados, de forma a garantir que todo o processo foi feito respeitando o bem-estar e saúde animal.

A segunda hipótese é a adoção. Há muitos gatos vadios recolhidos em associações e gatis municipais que esperam por um lar e vêm sem custos associados, muitas vezes já com a oferta da esterilização, desparasitação e vacinação. Aqui não só está a poupar dinheiro como está a ajudar na retirada de animais da rua. Mas atenção, nunca deve fazê-lo só por não ter nenhum custo inicial: lembre-se sempre que a partir daí é responsável por ele e por mantê-lo.

A raça

Há certas raças que têm predisposição para determinadas patologias, pelo que é sempre conveniente obter informações antes de optar por uma e estar preparado no caso de efetivamente essas patologias se manifestarem.

Se se decidir por uma raça mais propensa a algumas doenças, convém precaver-se com um seguro de saúde animal.

Modo de vida

A esperança média de vida também entra para o exercício de saber quanto custa ter um gato pois, enquanto que a de um que vive fora de casa é de cerca de 5 anos, a dos que vivem dentro de casa pode ir além dos 15 anos.

Serviços médico-veterinários

Este é outro dos pontos onde não convém poupar: um acompanhamento regular pode prever certos problemas, evitando futuros gastos maiores. No entanto, há locais onde pode realizar os procedimentos mais simples a preços mais vantajosos, garantindo igualmente a qualidade.

São exemplo disso certos centros veterinários que têm protocolos com determinadas associações de ajuda animal, nomeadamente a mesma onde adquiriu o gato, ou os hospitais ou clínicas ligados às faculdades de medicina veterinária que também oferecem serviços completos com orçamentos por vezes mais em conta.

Quanto custa ter um gato – 1º ano de vida


gato na transportadora

Se adquirir um gato ainda pequeno, é natural que no primeiro ano vá ter mais despesas pois, tem de realizar um protocolo de vacinação e desparasitação que por vezes, dependendo da idade que ele tem quando o leva a primeira vez ao médico veterinário, necessita de reforços.

Há também certos procedimentos que tem de realizar no início mas que são irrepetíveis, assim como o material a adquirir.

Boletim sanitário

É um documento obrigatório onde estão informações como o nome do gato, a raça, idade, nº de microchip, registo das vacinas, desparasitações e dados do proprietário.

  • Irrepetível: 1€

Identificação eletrónica

Colocação do microchip mais a colocação dos dados do detentor no sistema. Nos gatos não é obrigatório mas é aconselhável.

  • Irrepetível: 13 a 30 €

Registo e licenciamento

Refere-se ao registo (único) e à licença (anual) realizados na junta de freguesia. Novamente, no gatos não é obrigatório.

  • Valor aproximado: 5€

Vacinação

Nos gatos, ao contrário dos cães, não há nenhuma vacina obrigatória por lei. No entanto, há vacinas que são dadas por rotina para proteger contra doenças como a Herpesvirose respiratória, a Calicivirose, a Panleucopénia infeciosa, ou mais raramente a Leucose felina, a Raiva ou a Clamidiose.

Consulte o seu médico veterinário sobre o melhor programa de vacinação a seguir. Dependendo da idade, pode ter de levar um a dois reforços. Usualmente o valor já inclui a consulta.

  • Valor aproximado: 23 a 40€ cada dose.

Desparasitação interna

Contra as usualmente denominadas lombrigas (Nemátodes, Céstodes e Tremátodes), protege-o de problemas intestinais, hepáticos, pulmonares e cardíacos provocados por estes “vermes”. No 1º ano conte com cerca de 10 desparasitações para garantir a sua proteção.

  • Valor aproximado: 4€ (cada desparasitação)

Desparasitação externa

Protege contra pulgas, carraças, piolhos, mosquitos e ácaros. Nem todos os produtos têm um espectro de ação tão abrangente.

  • Valor aproximado: desde 4€ para produtos mensais.

Esterilização

Todos os gatos/gatas devem ser esterilizados caso não sejam destinados à criação. Nas fêmeas, com esta medida previne problemas futuros do útero tais como tumores ou infeções. Os machos deixam de ter a necessidade de marcar território com a urina e comportamentos de luta.

Em ambos evita a sua fuga na época do cio e ninhadas indesejadas. Este procedimento é realizado pelos 6/7 meses de idade e é irrepetível. O seu custo varia consoante o peso do animal.

  • Contabilizando com as análises, a cirurgia, e a medicação: a partir de 60€ nos machos e 115€ nas fêmeas.

Acessórios

Estes variam bastante dos cães devido às particularidades do comportamento felino.

  • Caixa de areia – é essencial. É aqui que os gatos vão fazer as suas necessidades, e é um fator importante no seu bem-estar animal. Deve haver no mínimo uma por gato, e caso tenha mais do que um andar em casa, é boa ideia colocar uma por piso. Tem de arranjar também uma pá para limpar a caixa.
    • Valor aproximado: dos 8 aos 40 €, havendo modelos que chegam aos 100€.
  • Areia – há muitos tipos diferentes de areia para escolher, no entanto a maioria dos gatos prefere as que contêm pequenas partículas de aglomeração (como produtos à base de argila).
    • Valor aproximado: cerca de 5€ por 5 kg.
  • Brinquedos – é mais complicado conseguir exercitar um gato do que um cão, pelo que são aconselháveis os brinquedos que o fazem e que podem ser arranhados pelas unhas, estimulando-os.
    • Valor aproximado: rondam os 10€.
  • Corta unhas – é um pequeno utensílio, mas de grande importância pois evita acidentes relacionados com arranhadelas e facilita no maneio do dia-a-dia. Mas antes de o fazer, informe-se com quem sabe da técnica correta.
    • Valor aproximado: 1€.
  • Transportadora – uma vez que os gatos não se dão tão bem com trelas, a transportadora é necessária para o levar consigo de forma segura.
    • Valor aproximado: 10 a 25€.

 

Quanto custa ter um gato – manutenção


gato a comer

Alimentação

Esta é possivelmente a despesa mais considerável quando se pensa em quanto custa ter um gato. Aconselhe-se sempre com o seu médico veterinário sobre qual o tipo de alimentação adequada para o seu gato pois, há certas raças com determinadas necessidades.

Existe uma grande variedade de rações, tanto de marca como de especificidade (júnior, adulto, esterilizado, renal etc.). Os gatos têm necessidades particulares que não são encontradas nem na dieta de cão nem na dos humanos. Encontra rações desde marca branca de supermercado até específicas prescritas pelo médico veterinário.

  • Para um saco de 3kg que dura em média 1 mês: de 3,60 a 41 €.

Vacinação

Aqui depende dos protocolos utilizados, pois há vacinas que não precisam de reforço anual.

  • Valor aproximado: 25 a 40€.

Desparasitação

Igual à dos gatinhos, mas agora varia consoante o gato tenha uma vida indoor ( mínimo 2 vezes por ano) ou outdoor (mínimo 4 vezes por ano) a interna; e a externa é consoante a especificidade do produto.

Quanto custa ter um gato – extras


gato no veterinario

Cuidados Veterinários

Tem de estar sempre prevenido para o caso de o seu gato adoecer e precisar de intervenção médico-veterinária. As consultas de rotina com marcação rondam os 25€ enquanto que se for uma urgência já podem chegar aos 50€. Tem de contar com os custos dos exames complementares e eventuais internamentos.

Alojamento durante as férias

É importante lembrar-se que nas férias precisa de providenciar um sítio para o gato. O ideal é que o possa levar consifo ou então que fique com um conhecido, mas se não for possível, tem a hipótese dos hotéis para gatos.

  • Valor aproximado: dos 7 aos 18€/ dia.

 

Em suma


Com base nestes valores apresentados, podemos responder à pergunta quanto custa ter um gato da seguinte forma: no 1º ano de vida, pode custar cerca de 290€ mais a esterilização, sendo que depois a manutenção anual pode ir dos 200€ em situações muito básicas até aos 670€.

Há, portanto, muitas variáveis a ter em conta na hora de calcular quanto custa ter um gato, mas o ideal é contar sempre com uma margem de segurança para poder garantir que não lhe falta nada, e ter sempre a noção de que a aquisição de um gato vem acompanhada de grande responsabilidade.

Veja também:

Drª Rita Campilho Drª Rita Campilho

Rita Campilho é médica veterinária. Apesar de viver na cidade, sempre teve contacto com animais e desde cedo que percebeu a importância destes como parte integrante do ecossistema. Tornou-se médica veterinária no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto e atualmente trabalha com cavalos, cães e gatos. Também com cães na família, acredita que é através da educação e do conhecimento sobre comportamento e saúde animal que se consegue o melhor para os animais e para quem vive com eles.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].