Preparação da Ressonância Magnética: saiba todos os cuidados a ter!

Uma correta preparação da ressonância magnética por parte do doente, é extremamente importante para que o exame decorra de forma segura. Saiba tudo aqui.

Preparação da Ressonância Magnética: saiba todos os cuidados a ter!
Descubra todos os cuidados para o máximo de segurança!

Alguns exames de diagnóstico necessitam de uma preparação prévia, não sendo uma exceção, é necessário ter em conta os cuidados específicos na preparação da ressonância magnética.

A ressonância magnética (RM) é um exame que utiliza uma tecnologia à base de ondas de radiofrequência num forte campo magnético a fim de obter imagens do corpo em vários planos, conseguindo visualizar as estruturas orgânicas (órgãos, tecidos e vasos) em detalhe e, desta forma, diagnosticar mais patologias.

Preparação da ressonância magnética: possíveis condicionalismos


preparação da ressonancia magnetica e pacemaker

Geralmente, não é necessário qualquer tipo de preparação física prévia para a realização de uma ressonância magnética em segurança, no entanto existem excepções que são determinadas previamente pelo médico.

Tenha a noção de que, no caso de apresentar qualquer uma das condições abaixo indicadas, poderá ser impedido de fazer o exame:

  • Pacemaker cardíaco;
  • Desfibrilhador cardíaco;
  • Clips de aneurisma cranianos;
  • Sistema de estimulação neural ou espinal;
  • Implante coclear ou tubos metálicos nos ouvidos;
  • Bomba de infusão de insulina;
  • Porta de acesso vascular ou cateter;
  • Filtros, agulhas e outros implantes metálicos;
  • Fragmento metálico nos olhos ou no corpo;
  • Agrafes cirúrgicos, clips ou suturas metálicas; placas, parafusos, varetas ou fios nos ossos;
  • Piercings e agulhas de acupuntura;
  • Válvulas metálicas no coração.

Nem todas estas situações constituem condicionalismos absolutos, pelo que se deve informar previamente com o seu médico.

Não se conhecem riscos para o feto ou para a grávida, mas por uma questão de precaução, é necessário ponderar a necessidade de realização de um exame de RM durante o primeiro trimestre de gravidez.

Preparação da ressonância magnética: cuidados prévios a ter em conta


lista de medicamentos e alergias

Idealmente, deve chegar 20 minutos antes da hora marcada. De forma a assegurar o bom cumprimento de todas as regras, ser-lhe-á apresentado na receção um questionário de segurança, o qual deverá preencher corretamente e sem rodeios.

Não deverá hesitar em fornecer qualquer outra informação que lhe pareça útil (tais como qualquer intervenção cirúrgica ou doenças).

No dia do exame, não se esqueça de levar a:

  • Prescrição médica;
  • Lista dos medicamentos que faz habitualmente;
  • Lista de alergias conhecidas;
  • Exames anteriores de diagnóstico;
  • Análises mais recentes;
  • Cartão do sistema de saúde (Sistema Nacional de Saúde, seguro ou subsistema de saúde).

Antes do exame ser-lhe-á pedido para retirar a sua roupa do domicílio (que ficará fechada num cacifo), de forma a evitar entrar na sala do exame com qualquer tipo de botões ou fecho metálico.

Em seguida deve vestir uma bata que lhe será fornecida e, devido ao forte campo magnético existente na sala do exame, será solicitado que retire qualquer objeto que possa interferir com o aparelho, tais como:

  • Carteiras;
  • Moedas;
  • Jóias;
  • Aparelhos auditivos;
  • Próteses dentárias com metal;
  • Óculos;
  • Ganchos;
  • Chaves;
  • Relógios;
  • Objetos metálicos ou magnetizados;
  • Piercings.

Em algumas situações, é solicitado que o doente se apresente em jejum ( entre 3 a 4 horas), podendo no entanto beber água para tomar a sua medicação habitual.

Deverá ir à casa de banho antes do exame, para urinar ou evacuar, de forma a não ser necessário interromper a aquisição das imagens.

O Dispositivo Intra-uterino (DIU) e o “chumbo” dos dentes não são contra-indicações para a realização do exame.

Preparação da ressonância magnética: advertências


mulher a fazer companhia a amiga

Caso o exame seja realizado com anestesia ou após tomar algum medicamento tranquilizante, o doente não poderá conduzir ou utilizar máquinas, devendo ser acompanhado por algum familiar ou amigo.

Veja também:

Enfª Bárbara Andrade Enfª Bárbara Andrade

Bárbara Andrade é Enfermeira Especialista em Reabilitação e Formadora em várias entidades. Desta forma, tem como princípios a promoção e a educação para a Saúde nas diferentes faixas etárias. Terminou a Especialidade em Enfermagem de Reabilitação na ESEnfCVPOA e exerce atualmente o cargo de enfermeira no CHEDV - HSS.