Publicidade:

Sabia que a picada de carraça pode ser fatal?

Chega o calor e com ele o medo de sofrer da picada de carraça, principalmente se vive/trabalha no campo, pois esta picada pode ter consequências na saúde.

 
Sabia que a picada de carraça pode ser fatal?
Atenção à picada de carraça, pode ser fatal!

A carraça é um parasita externo que necessita de um hospedeiro para sobreviver (alimenta-se do sangue dos vertebrados) e se se reproduzirem, alojam-se no hospedeiro através da famosa picada de carraça, ficando agarrada a ele pelas suas pequenas patas, desta forma consegue sugar o seu sangue continuamente.

Estes parasitas estão ativos todo o ano, mas apresentam um aumento da sua atividade desde o início da Primavera até ao final do Outono, existindo um predomínio nas zonas rurais, com vegetação de média a baixa altura, com alguma humidade.

É importante ficar com a noção de que, a carraça pode transmitir bactérias que podem causar doenças, como por exemplo, Doença de Lyme, febre Escaro-nodular (febre da carraça) ou febre das Montanhas Rochosas, constituindo um perigo para a saúde pública, bem como para os animais domésticos.

Grupos de risco para a picada de carraça


picada de carraca mulher a trabalhar no campo

Existem algumas pessoas mais vulneráveis e que podem ficar mais expostas à picada da carraça, tais como:

  • Pessoas que tenham contacto com animais, principalmente os que estão ao ar livre, tais como: gatos e cães;
  • Pessoas que trabalham ao ar livre, em campos ou matos (exemplo: agricultores, guardas florestais, veterinários e caçadores);
  • Desportistas ao ar livre ou campistas.

 

Como atuar na picada de carraça?


picada de carraca carraca no braco

Se souber que foi picado por uma carraça, deve seguir os seguintes passos:

  1. Não remova a carraça em casa, recorra a um profissional de saúde que a irá remover de uma forma rápida, segura e cuidadosa, utilizando uma pinça para esse fim, pegando na carraça perto da cabeça ou da boca, nunca na parte mole da carraça. NUNCA perfure a carraça, nem utilize outros estratagemas para forçar a carraça a soltar-se, como por exemplo, encostar objetos quentes ou utilizar azeite, pois pode aumentar o nível de stress no animal e libertar mais substâncias prejudiciais na pele;
  2. Os profissionais de saúde vão remover a totalidade da carraça sem a esmagar, bem como poderão colocar a carraça dentro de um recipiente para enviar para análise;
  3. É importante lavar com água e sabão as mãos e a área à volta da picada da carraça e desinfectar o local da picada com álcool.

 

Sintomas a ter em atenção na picada da carraça


picada de carraca mulher a controlar a febre

A presença da carraça nem sempre é fácil de detetar, uma vez que a sua picada é praticamente indolor e porque apresentam umas dimensões muito reduzidas.

Após a picada de carraça, pode desenvolver um conjunto de sintomas, geralmente 3 a 7 dias após a picada, que necessitam de ser observados por um médico, tais como:

  • Erupção cutânea;
  • Pode deixar uma mancha negra – escara de inoculação – na zona onde a carraça picou;
  • Febre (temperatura corporal > a 38ºC);
  • Rigidez no pescoço;
  • Cefaleias (dores de cabeça);
  • Perda de apetite;
  • Mialgias (dores musculares);
  • Nódulos linfáticos edemaciados;
  • Inflamação nas articulações;
  • Fotossensibilidade.

Caso desenvolva sintomas como paralisia, dificuldade em respirar, taquicardia (frequência cardíaca > 100 batimentos por minuto) ou dores no peito, recorra de imediato a um serviço de urgência.

Sabe-se que quando a carraça afeta crianças, idosos ou doentes imunocomprometidos (com o sistema imunitário diminuído), podem surgir complicações graves com evolução desfavorável.

Tratamento da picada de carraça


picada de carraca toma de antibioticos

Após a remoção da carraça, dependendo das complicações decorridas da sua picada, pode ser necessário iniciar um antibiótico precocemente (como a doxiciclina e a tetraciclina), bem como antipiréticos (como por exemplo o Paracetamol ou Ibuprofeno) para controlo da hipertermia e dores. Com o tratamento adequado e atempado, a infeção é debelada sem grandes complicações.

A notificação da doença por parte do médico que faz o diagnóstico, é obrigatória, permitindo à autoridade de saúde local a implementação de medidas de prevenção e controlo.

Formas de prevenção da picada de carraça


picada de carraca meninos no campo

Apostar na prevenção é mesmo essencial, pelo que deve de apostar nos seguintes cuidados quando está ao ar livre:

  • Reduza a área da pele exposta ao ar (opte por roupas com manga comprida, calças compridas, colocar as meias por cima das calças e utilizar sempre calçado fechado);
  • Opte por roupas de cor clara para conseguir identificar mais facilmente a presença destes parasitas;
  • Inspeccione sempre, detalhadamente, o corpo todos os dias, inclusive as dobras do corpo, como por exemplo, umbigo, axilas, virilhas, nuca da cabeça, atrás das orelhas etc.;
  • Aplique repelente de insetos na roupa e proteja a pele com produtos que contenham DEET (N,N-dietil-m-toluamida). Deve existir sempre algum cuidado ao usar estes repelentes em crianças;
  • Se tem cães ou outros animais domésticos, deve sempre inspeccioná-los para verificar se têm carraças e também colocar-lhes coleiras de proteção.

 

Veja também:

Enfª Bárbara Andrade Enfª Bárbara Andrade

Bárbara Andrade é Enfermeira Especialista em Reabilitação e Formadora em várias entidades. Desta forma, tem como princípios a promoção e a educação para a Saúde nas diferentes faixas etárias. Terminou a Especialidade em Enfermagem de Reabilitação na ESEnfCVPOA e exerce atualmente o cargo de enfermeira no CHEDV - HSS.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].