Sexo: tudo sobre perturbações do orgasmo masculino

Como ultrapassar as dificuldades que impedem muitos homens de atingir o prazer pleno numa relação sexual? Tire as suas dúvidas sobre as perturbações do orgasmo masculino.

Sexo: tudo sobre perturbações do orgasmo masculino
“Tenho um problema sexual. E agora?” Saiba o que fazer!

São muitos os homens afetados pelas perturbações do orgasmo masculino.

Porém, quanto mais cedo assumirem que podem precisar de apoio e aconselhamento médico, mais qualidade de vida ganham. É importante partilhar para não sofrer, já que este tipo de perturbação pode ser facilmente resolvido.

O antigo Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia, Medicina Sexual e Reprodução, Dr. Nuno Monteiro Pereira aconselha os homens, em casos de perturbação do organsmo masculino: “Podem procurar ajuda, sem vergonha e a partir daí, o médico de família saberá encaminhá-los para o especialista adequado. Considero também que devem começar a ter uma esperança pois esta ajuda resolve, muitas vezes, problemas conjugais e de relacionamento entre o casal e por vezes, até da maneira de estar na vida”.

Perturbações do orgasmo masculino: o que são?


perturbacoes sexuais

Trata-se da dificuldade persistente ou incapacidade de atingir o orgasmo apesar da presença de desejo, de excitação e estimulação e embora possa ejacular com estimulação manual ou oral da parceira. Na sua origem podem estar:

  • Causas orgânicas relacionadas com iatrogenia farmacológica, ou seja, o uso indevido ou excessivo de medicação;
  • Estimulação desadequada;
  • Medo (de uma possível gravidez, de assumir um compromisso);
  • Ansiedade de performance;
  • Trauma sexual prévio;
  • Hostilidade da parceira e problemas na relação conjugal;
  • Homossexualidade latente;
  • Existência de condições vasculares ou neurológicas que interferem na rigidez eréctil;
  • No momento pós-cirurgia;
  • Em caso de existência de neuropatia autónoma;
  • Masturbação não convencional;
  • TOC – Transtorno obsessivo compulsivo;
  • Efeitos secundários de medicações.

 

Perturbações do orgasmo masculino: diagnóstico


A existência de perturbações do orgasmo masculino fundamenta-se na história, achados laboratoriais ou exame físico, que indicam:

  • Atraso ou ausência persistente ou recorrente de orgasmo após uma fase normal de excitação sexual durante a atividade sexual, que o clínico julga adequada em termos de foco, intensidade e duração, levando em consideração a idade da pessoa;
  • A perturbação causa acentuado sofrimento ou dificuldade interpessoal;
  • A disfunção orgásmica não é melhor explicada por outro transtorno ou de uma condição médica geral.

Perturbações do orgasmo masculino: tratamento


urologista

O tratamento para as perturbações do orgasmo masculino é feito após investigação médica, exame físico, exames com antecedentes e medicamentos e questionário psicológico de relação interpessoal e cultural, para conhecer o ambiente em que o paciente está inserido.

Poderá ser necessário recorrer ao uso de medicamentos, bem como ao continuado acompanhamento médico especializado.

Além disso, é ainda recomendado aos pacientes que experimentem maneiras diversificadas de se masturbar (de preferência com a parceira presente) para que o estímulo sexual aumente até atingir o orgasmo.

Mas lembrando que a melhor maneira de descobrir a real causa das perturbações do orgasmo masculino e de tratá-las, é conversando abertamente com a sua parceira e consultando a opinião do seu médico de confiança.

Veja também:

Mónica Carvalho Mónica Carvalho

Mónica Carvalho é licenciada em Jornalismo e Ciências da Comunicação, com Pós-Graduação em Comunicação, Assessoria e Marketing. Vê na produção de conteúdos uma forma de tornar o mundo um lugar mais interessante, curioso e acessível. Os livros, filmes, séries, música, desporto e, acima de tudo, as histórias das pessoas inspiram-na a querer sempre fazer mais e melhor.