Publicidade:

Perda de peso repentina: possíveis causas e soluções

A perda de peso repentina pode ser o primeiro sintoma de problemas mais graves, como diabetes, doença celíaca e até mesmo cancro. Fique atento e cuide de si.

 
Perda de peso repentina: possíveis causas e soluções
Conhecer a causa é essencial para descobrir a melhor solução!

Uma perda de peso saudável define-se por uma perda ponderada ao longo do tempo, essencialmente, à base de massa gorda e muito pouco à base de massa muscular e água, a qual não deve comprometer a saúde nem o estado nutricional dos indivíduos. Por outro lado, se for uma perda de peso repentina, ou seja, uma perda de 4kg ou mais ou demais de 5% do seu peso corporal habitual, não intencional, num período de 6 a 12 meses, esta perda pode não ser saudável.

Portanto, se não mudou os seus hábitos alimentares (não fez restrição alimentar) nem aumentou a carga de exercício físico semanal, deve tentar perceber o que pode estar na origem dessa situação.

As causas para a perda de peso repentina são diversas e podem ser tão simples como a ansiedade, insónias ou a dificuldade em mastigar por causa da colocação de um aparelho dentário, mas, podem também resultar de doenças graves como hipertiroidismo, cancro ou tuberculose.

CAUSAS DA PERDA DE PESO REPENTINA


perda de peso repentina e depressao

Como referido anteriormente, a perda de peso repentina, quando é involuntária, deve ser aprofundada no sentido de perceber qual a causa subjacente a essa perda.

Esta situação é particularmente frequente no caso dos idosos, resultante da perda de apetite, da dificuldade de mastigação / deglutição ou da solidão, sendo um fator, em muitos casos, pouco valorizado pelos familiares.

Quando se trata de um adulto jovem as causas mais frequentes para uma perda de peso repentina são:

  • Hipertiroidismo – doença da tiroide que resulta numa sobreprodução de hormonas tiroideias que aceleram o metabolismo e promovem um gasto energético excessivo;
  • Doença Celíaca – Esta doença auto-imune não só pode interferir com a capacidade de absorção dos nutrientes como vem muitas vezes acompanhada por diarreia, ou seja, perda de nutrientes.
  • Diabetes – Também a diabetes, principalmente do tipo 1, sendo uma doença metabólica, pode conduzir a uma perda de apetite marcada e, consequentemente, a perda de peso repentina.
  • Depressão – A depressão é outra das doenças que pode afetar de forma negativa o apetite e a vontade de comer e que pode conduzir a perda de peso involuntária.
  • Cancro – afete ou não órgãos digestivos, o cancro pode também causar a perda de peso, sendo a desnutrição e a anorexia duas das consequências mais comuns dos tratamentos de cancro, nomeadamente da quimioterapia.

Outras causas de perda de peso repentina podem ser:

  • Abuso de substâncias químicas (álcool e/ou drogas)
  • Abuso de medicamentos (anfetaminas, para tratar tiróide, laxantes, etc.)
  • Ansiedade
  • Aparelho dentário
  • Artrite reumatóide
  • Bulimia
  • Cirrose
  • Diarreia crónica
  • Demência
  • Desnutrição
  • Doença de Addison
  • Hepatite
  • Insónias
  • Lúpus
  • Úlceras orais
  • Sida
  • Tuberculose

 

COMO FAZER O DIAGNÓSTICO EM CASO DE PERDA DE PESO REPENTINA?


consulta medico

Numa situação como esta, dada a abrangência das possibilidades, faça uma revisão dos últimos tempos e registe quaisquer alterações nas suas rotinas ou sintomas que tenha sentido da forma mais específica possível para que, quando consultar um profissional de saúde, possa dar todas as informações e, assim, obter um diagnóstico mais rápido e exato.

Registe os seguintes fatores:

  • Quando começou a perder peso?
  • Quantos quilos já perdeu?
  • Quando começaram os sintomas?
  • Com que frequência faz exercício?
  • Medicação que esteja a tomar ou que tenha começado a tomar recentemente?
  • Quantidade de água que está a beber por dia?
  • Como se tem alimentado e o que mudou nos últimos tempos?
  • Tem dormido bem?

Para além disto, o seu médico pode também solicitar diversos exames para conseguir um diagnóstico mais exato, nomeadamente:

  • Exames de sangue
  • Teste de glicemia em jejum
  • Raios-X

 

COMO COMBATER A PERDA DE PESO REPENTINA?


habitos saudaveis

Após descobrir a causa da perda de peso repentina ou mesmo que apenas se tenha devido a uma perda de apetite sem causas graves, deve atuar no sentido de combater essa perda.

Caso a causa seja algum dos problemas acima mencionados, descubra com o seu médico qual a melhor terapia para o solucionar.

Quando não haja nenhum problema subjacente, tente combater a perda de peso com hábitos saudáveis.

Em primeiro lugar, faça uma alimentação variada e equilibrada, distribuída ao longo do dia por 5 a 6 refeições e não salte nenhuma delas. Opte por alimentos de densidade nutricional e energética mais alta, como aveiafrutos secos oleaginosos, abacate, azeite, ovos, leguminosas, entre outros.

Depois, não descure a hidratação e beba muita água (1,5l/dia), faça exercício diário que fortaleça e preserve a massa muscular e durma, pelo menos, oito horas por dia. Evite ainda álcool, tabaco e qualquer tipo de droga que possa prejudicar o apetite.

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2016 e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade. É membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].