Publicidade:

O que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar?

Apesar do esforço, não consegue emagrecer? Descubra o que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar.

 
O que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar?
Diferentes ingredientes, quantidades ou locais podem alterar significativamente o valor energético de uma refeição.

Atualmente, a preocupação com o peso, com a saúde e a adoção de uma alimentação mais saudável / “fit” é uma constante e está cada vez mais presente no nosso dia-a-dia.

No entanto, mesmo fazendo uma alimentação saudável e fit, é possível que não emagreça. Mas então, o que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar? Vamos já descobrir!

O que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar?


O primeiro ponto que importa salientar é que podemos ter a uma determinada refeição fit / saudável, que usa os mesmos ingredientes / alimentos, mas com valores energéticos diferentes. Como?

1. Utilizar os ingredientes errados

o que esta a fazer durante a sua refeicao que faz engordar e massa a bolonhesa

O valor energético de uma mesma refeição é influenciado de acordo com os ingredientes utilizados, as quantidades e o método de confeção, fatores que o fazem variar consideravelmente.

Tomemos como exemplo, uma refeição ou receita que utiliza os mesmos ingredientes, mas estes são confecionados de forma diferente (ex. frito vs assado) ou estão presentes em quantidades diferentes. Só esta alteração irá aumentar ou diminuir o valor energético da refeição.

Por outro lado, utilizando as mesmas quantidades e o mesmo método de confeção, mas fazendo pequenas substituições (por exemplo queijo quark em vez de maionese ou lacticínios magros em vez de versões com mais gordura), também promove um aumento ou diminuição do valor energético da refeição.

Exemplos da mesma refeição, com valores energéticos diferentes

Massa à bolonhesa

Um prato de massa à bolonhesa, utilizando carne de vaca em ambas as opções, pode variar significativamente o valor energético devido ao teor de gordura da peça de carne escolhida e à quantidade de azeite que é utilizada para cozinhar.

  • 100g de massa integral + 120g de carne vaca 5% gordura + 100g de tomate + 1 colher de sopa de azeite = ~400kcal

Vs

  • 100g de massa integral + 120g de carne vaca 12% gordura + 100g de tomate + azeite a cobrir o fundo do tacho = ~600kcal

Salada de atum com grão de bico

Falando de saladas, são consideras refeições muito fit e leves mas nem sempre o são. Na realidade, tudo depende dos ingredientes utilizados e acima de tudo do tempero!

  • 100g de atum ao natural + 100g de alface + 50g de grão de bico + 1 colher de sopa de queijo quark 0% gordura =~180 kcal

Vs

  • 100g de atum em óleo + 100g de alface + 50g de grão de bico + 1 colher de sopa de maionese + 1 colher de sopa de azeite = ~460 kcal

Como viu, é muito fácil fazer a mesma refeição mas com valores energéticos diferentes e pode ser precisamente isto o que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar.

2. Fazer muitas refeições fora

homem a cozinhar em casa

O melhor será sempre fazer as refeições em casa ou então levar a lancheira para o trabalho, visto que assim consegue controlar o teor de gordura, sal e, em alguns casos, de açúcar que adiciona e, dessa forma, diminuir o valor energético da refeição.

Além disso, se optar por cafés ou restaurantes, existe sempre mais tentações: entradas, bebida, sobremesa…, que o fazem engordar mesmo que consuma em pequenas quantidades.

Mesmo a sopa, que funciona como um alimento promotor da saciedade, fornecendo poucas calorias, acaba por perder o seu papel, visto que lhe é adicionada muita batata, alterando significativamente o valor energético da refeição.

3. Optar por uma salada com molhos

salada com molhos

Optar sempre por uma salada supostamente muito saudável às refeições não quer dizer que esteja a fazer uma refeição com baixo valor energético. Porquê? Porque, muito provavelmente, coloca ou é-lhe colocado um molho / tempero.

Como tal, se comer fora, peça para ser você a temperar e evite a maionese ou a mostarda, opte por azeite, vinagre e orégãos, sempre em quantidades moderadas.

4. Fazer uma refeição só de sopa

sopa de legumes

Comer só uma sopa é uma técnica muito utilizada por quem quer perder peso. Porém, é uma ideia errada, principalmente ao almoço.

É fundamental fazer uma refeição mais completa, quer para assegurar um adequado aporte proteico e de hidratos de carbono, como para garantir uma saciedade mais prolongada.

Se almoçar só uma sopa — embora na altura até possa ficar satisfeito — passada uma hora vai apetecer comer, principalmente alimentos ricos em gordura e açúcar e vai acabar por ingerir mais calorias do que se tivesse feito mesmo a refeição completa.

5. Comer pão com a refeição

pao a acompanhar as refeicoes

Apesar de o pão não ser um inimigo, no contexto de uma refeição que já inclui outra fonte de hidratos de carbono (arroz, massa, batata), torna-se um excesso. Principalmente porque a porção de pão necessária para saciar é maior do que os seus equivalentes, o que facilita um maior aporte calórico.

Além disso, existe sempre a tentação de colocar um bocadinho de manteiga, queijo, enchidos ou até de molhar no azeite ou no molho do assado. Exclua o pão da sua refeição!

Agora que já tem algumas opções para o que está a fazer durante a sua refeição que o faz engordar, comece a evitá-las e veja o ponteiro da balança a diminuir mais facilmente!

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista, licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto em 2016 e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade. É membro efetivo da Ordem dos Nutricionistas.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].