Publicidade:

Seja uma visita agradável: saiba o que não deve fazer quando visita um recém-nascido

As visitas logo após o nascimento do bebé não são aconselháveis, no entanto, caso o pretenda fazer, saiba o que não deve fazer quando visita um recém-nascido.    

 
Seja uma visita agradável: saiba o que não deve fazer quando visita um recém-nascido
Evite embaraços e tome medidas preventivas.

Nasce um bebé e, com ele nasce uma vontade quase imediata dos familiares e amigos o conhecerem, tocarem e pegarem ao colo. No entanto, nem sempre as visitas são feitas da melhor maneira, podendo mesmo tornar-se num momento desagradável quando não se tem em conta as regras de etiqueta e o respeito pelas necessidades específicas da nova família que surgiu.

Por essa mesma razão, saber o que não deve fazer quando visita um recém-nascido é imprescindível para que tudo corra da melhor forma.

Comece por evitar fazer visitas à maternidade, porque a nova família não se encontra no seu espaço natural, têm de receber um sem número de profissionais de saúde ao longo do dia, e podem ainda estar a dividir quarto com outras mães e recém-nascidos.

O que não deve fazer quando visita um recém-nascido: 10 regras essenciais


o que nao deve fazer quando visita um recem-nascido fazer festinhas a bebe

1. Visitar o recém-nascido sem ser convidado

Nunca faça isso! O pós-parto é uma nova realidade para uma recém-família, pelo que necessitam de tempo e um ambiente calmo e harmonioso para se conhecerem, adaptarem-se ao novo elemento da família e estabelecerem as novas rotinas.

A partir do 2º-3º mês de vida, as visitas começam a ser muito bem recebidas pela mãe, pois nesse momento ela geralmente passa longos períodos de tempo com o bebé e pode sentir a necessidade de socializar com outros “adultos”.

Ligue previamente a marcar visita, o que irá ajudar a evitar:

  1. Acordar o bebé ao tocar a campainha/bater à porta;
  2. Interromper uma sesta da mãe-bebé;
  3. Interromper períodos em que o bebé está a mamar. A amamentação é um processo muito íntimo e algumas mães não se sentem bem com a exposição dos seios maternos, preferindo privacidade.

2. “Acampar” em casa dos pais

Prefira visitas curtas, de forma a não alterar muito a rotina familiar e tornar-se desconfortável e incómoda. Fique por médios-longos períodos apenas quando os pais do bebé lhe pedirem.

3. Visitar um recém-nascido se estiver doente

Evite ao máximo estar com o bebé caso este esteja doente, mesmo que só apresente ligeiros sintomas de uma gripe, pois o recém-nascido apresenta o sistema imunitário ainda em desenvolvimento e facilmente contrai qualquer tipo de doença.

4. Acordar o bebé de propósito

Nunca faça isto, pois quem irá sofrer as consequências desse acto serão os pais, visto que irá mexer nas rotinas do bebé. Nunca se esqueça que o sono do bebé é sagrado.

5. Tocar no bebé mal o vê

Não se esqueça de lavar sempre as mãos antes de tocar no bebé. Idealmente, também deve de utilizar desinfetante (solução álcool-gel) após a lavagem das mãos, caso este se encontre disponível.

6. Dar beijinhos

Evite ao máximo os beijos ao bebé, principalmente na face e nas mãos do recém-nascido, pois pode ser uma forma de contágio de doenças, como por exemplo, a doença do beijo (Mononucleose infeciosa), ou até mesmo o Herpes, doenças que podem ser muito graves num recém-nascido.

7. Dar conselhos ou palpites

Esta é uma das piores coisas que não deve fazer quando visita um recém-nascido, pois os pais estão demasiado sensíveis e cansados e podem ser sensíveis a determinados temas. Assim, evite comentários como:

  1. O bebé tem fome, se calhar a mama não está a ser suficiente;
  2. Não é assim que se coloca a arrotar o bebé;
  3. Ele tem pouca roupa, tem que lhe vestir mais peças;
  4. Não peguem ao colo, estão a habituar mal o bebé;
  5. Deixem-no chorar, faz-lhe bem.

8. Fumar dentro da casa ou perto do bebé

Nunca cometa tal descuido e, mesmo que fume longe, não se esqueça de lavar muito bem as mãos antes de tocar no bebé.

9. Usar perfumes (principalmente os mais fortes)

Atenção que o olfato do bebé é muito sensível, pelo que para além de o poder incomodar, pode provocar alergia ou erupção cutânea.

10. Tirar fotos

Só o deve fazer caso os pais o autorizem e não as divulgue na internet, pelas redes sociais. Outro aspeto a ter em conta é a utilização do flash, ao qual os bebés são muito sensíveis.

Pelos motivos referidos anteriormente não fique triste ou incomodado caso os pais do bebé refiram que estão cansados e que não estão abertos a visitas nos primeiros tempos após o parto. O cansaço físico e emocional é real, não se devendo desvalorizar.

Respeite a decisão dos pais e visite-os no momento combinado.

Veja também:

Enfª Bárbara Andrade Enfª Bárbara Andrade

Bárbara Andrade é Enfermeira Especialista em Reabilitação e Formadora em várias entidades. Desta forma, tem como princípios a promoção e a educação para a Saúde nas diferentes faixas etárias. Terminou a Especialidade em Enfermagem de Reabilitação na ESEnfCVPOA e exerce atualmente o cargo de enfermeira no CHEDV - HSS.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].