Será que a música pode ser o segredo para mais sexo? Descubra!

A música está presente na vida de todos, mas será que a música pode ser o segredo para mais sexo? Vamos descobrir o que nos dizem alguns estudos recentes.

Será que a música pode ser o segredo para mais sexo? Descubra!
Música e sexo ativam as mesmas substâncias no cérebro

Têm sido realizados vários estudos no sentido de entender como é que o nosso cérebro processa a música. As conclusões mostram que, tal como acontece quando satisfazemos outros desejos (comer, dormir, desejo sexual), quando ouvimos música é libertado um neurotransmissor que nos transmite bem-estar e prazer. Assim, as mesmas substâncias químicas que regulam no cérebro as sensações de prazer geradas pelo sexo intervêm também quando se ouve música. Será que a música pode ser o segredo para mais sexo?

Será que a música pode ser o segredo para mais sexo? Descubra!


musica pode ser o segredo para mais sexo casal na cama

Para algumas pessoas uma boa lista musical é o ideal para acompanhar a relação sexual, mas será que a música tem o poder de potenciar as sensações físicas e emocionais?

Certamente não precisa que nenhum especialista lhe diga que a música pode ser um poderoso afrodisíaco. Aliás, basta pensar no papel essencial que as bandas sonoras dos filmes desempenham na construção da tensão romântica e/ou sexual para compreender o poder da música. Mas como é que esta influência se explica?

Os resultados de algumas investigações têm vindo a mostrar que a música pode ser o segredo para mais e melhor sexo. Como vimos, a substância química libertada enquanto ouvimos música é indutora de prazer, tal como acontece quando nos alimentamos, quando dormimos e quando temos relações sexuais.

Mais ainda, ouvir determinados tipos de música pode ser estimulante, aumentando os sinais de excitação, nomeadamente o batimento cardíaco e a frequência respiratória. Desta forma, ouvir música durante o ato sexual parece ter um poder potenciador do bem-estar, na medida em que estão a ser realizadas em simultâneo duas atividades indutoras de prazer.

Há quem defenda também que ouvir música durante o ato sexual pode aumentar a concentração nos próprios movimentos, distraindo de pensamentos e sentimentos negativos (por exemplo, fadiga e ansiedade), potenciando o desempenho e o prazer sexual.

Em suma, a música parece estimular a fantasia, a criatividade e a imaginação do casal. Pode ser fundamental antes, durante e após a relação sexual. Pode ser fonte de inspiração e/ou relaxamento. Escolher a música certa no momento certo pode ser um dos segredos para mais e melhor sexo.

Outros benefícios da música


musica pode ser o segredo para mais sexo casal a dancar

A música é, sem dúvida, um importante meio de comunicação em todo o mundo, que permite que pessoas de diferentes culturas e diferentes idades comuniquem entre si e partilhem emoções e sentimentos.

Esta linguagem universal é-nos ensinada pelos pais desde cedo, até porque a audição é um dos primeiros sentidos a desenvolver-se, ainda dentro da barriga da mãe. Os pais comunicam com os filhos através da música. Adormecem os bebés ao som de canções de embalar e brincam com eles e ensinam conteúdos recorrendo a canções e rimas divertidas.

A música, apesar de não ser essencial à nossa sobrevivência, acompanha-nos ao longo da nossa vida e parece ter inúmeros benefícios. Não foi apenas a relação entre a música e o prazer sexual que foi explorada. Alguns estudos debruçaram-se sobre a relação entre ouvir música e a prática de atividade física.

Estes estudos sugerem que as pessoas que ouvem música quando se exercitam sentem menos fadiga e, portanto, se exercitam por períodos mais longos do que as pessoas que não ouvem música enquanto praticam atividade física.

Mais ainda, ouvir música parece ajudar a focar a nossa atenção na atividade física que estamos a desempenhar, levando a que não estejamos excessivamente focados na sensação de desconforto ou fadiga que possamos sentir durante a prática do exercício.

Assim sendo, se estamos de tal forma concentrados nos nossos movimentos e distraídos do cansaço, da dor, da duração e da intensidade da atividade física, é natural que experienciemos igualmente benefícios psicológicos (por exemplo, melhoria do humor).

Como conclusão…


O estudo acerca dos benefícios de ouvir música não é novo, e o seu impacto positivo em vários domínios da nossa vida tem vindo a ser demonstrado. A hipótese de a música poder ser o segredo para mais e melhor sexo foi levantada por alguns estudos que ilustram a influência da música da vida sexual das pessoas.

Estes estudos vieram defender a hipótese de a música ativar no cérebro os mesmos centros de prazer que respondem a estímulos como o sexo. Assim, a música pode contribuir para provocar a química perfeita na hora do ato sexual, ajudando a sincronizar energias, respiração e ritmo.

Veja também:

Psicóloga Ana Graça Psicóloga Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!