Munchkin: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

As patas curtas e o aspeto adorável do Munchkin fazem dele uma perdição para os amantes de gatos, que se referem a ele como a versão felina do Basset. Embora ainda gere controvérsia junto de entidades de certificação e criadores, é uma raça que tem vindo a tornar-se muito popular, não só pelo charme, mas também pelo caráter.

Munchkin: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
O Munchkin é baixinho, mas habilidoso.

O Munchkin é uma raça felina relativamente recente, cujas patas curtas resultam de uma mutação genética natural que se manteve através de cruzamentos seletivos entre gatos com as mesmas características. Enfrentou resistência e foi chamado de aberração por alguns criadores e associações.

Indiferente a tudo isto, este gato empenha-se em ser um animal de estimação brincalhão e dedicado, parecendo não fazer ideia das suas limitações físicas.

Características gerais do Munchkin


Grupo: Gatos de pelo curto ou semi-longo

País de Origem: Estados Unidos da América

Porte: pequeno

Peso ideal: de 3kg a 4,5kg

Cor: São permitidos todos os padrões e cores.

Esperança Média de Vida: entre 12 a 14 anos

Preço médio: de 470€ a 960€

 

Características específicas do Munchkin


As patas curtas do Munchkin não o impedem de ser um gato bastante ativo, pelo contrário, até é bastante veloz, pois esse seu traço distintivo permite-lhe fazer rapidamente “curvas fechadas”, como um furão. Apesar de ter mais dificuldade em saltar que outras raças, ele vai encontrar uma maneira mais inteligente de subir para cima de móveis altos.

Visto que as suas patas traseiras são maiores que as dianteiras, é comum vê-lo “sentado”, ou seja, apoiado sobre as patas de trás, como se estivesse a pedir algo. E será difícil resistir ao seu olhar doce e traquina.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Munchkin


Bebé

0 – 18 meses

Adulto

18 meses – 12 anos

Idoso

12 – 14 anos

 

Físico do Munchkin


Munchkin

Aquilo que torna a raça tão especial são, obviamente, as patas curtas, que se apresentam bem musculadas e ligeiramente viradas para fora, sem serem deformadas. O corpo é comprido, a cabeça triangular, com contornos arredondados, e os olhos são grandes, em forma de noz. Visto a raça ter sido criada mediante cruzamentos de gatos sem Pedigree, existe uma vasta gama de tipos, cores e padrões de pelo, que também pode ser curto ou semi-longo.

Alguns criadores estão a trabalhar para obter um gato com manto encaracolado e também de orelhas dobradas.

Temperamento do Munchkin


O Munchkin é um gato extrovertido e muito seguro de si, com uma vontade de brincar que se estende até à idade adulta. Também é bastante curioso e não tenciona deixar nenhum canto da casa por explorar, o que se pode traduzir em alguma desarrumação e diversos objetos dos donos escondidos.

Se as suas brincadeiras puderem envolver todos os membros da família, sejam eles crianças, cães ou outros gatos, melhor. É um gato muito sociável, amistoso e bem-humorado, com grande capacidade para aprender truques.

Problemas de Saúde do Munchkin


Ossos

  • Artrose.
  • Lordose (curvatura da coluna vertebral).
  • Pectus Excavatum (“Peito Escavado”, uma lesão da parede torácica).

 

Cuidados a ter com o Munchkin


Pelo

  • Para o Munchkin de pelo curto, basta escovar uma vez por semana; a variedade de pelo comprido já exige duas escovagens semanais.

Alimentação

  • No caso do Munchkin, torna-se especialmente importante controlar as doses das suas refeições, pois o excesso de peso é ainda mais prejudicial que noutras raças, já que o suporte é menor.

 

Origem do Munchkin


Ao longo do século XX, foram registadas várias gerações de gatos com pernas curtas em diversos lugares do mundo, como a Grã-Bretanha e a Rússia. Depois do desaparecimento dessa linhagem durante a Segunda Guerra Mundial, foi na década de 80, no Louisiana, Estados Unidos da América, que a raça acabou por se estabelecer.

Nessa altura, uma professora de música chamada Sandra Hockenedel adotou uma gata de patas curtas que estava grávida e ofereceu uma das crias a uma amiga, que, por sua vez, a deixava andar em liberdade na rua. Escusado será dizer que, pouco tempo depois, havia uma colónia de gatos deste tipo na sua propriedade. As duas amigas contactaram uma juíza do TICA (Associação Internacional de Gatos), Solveig Pflueger, para que esta pudesse avaliar a raça.

Em 1991, a Associação apresentou pela primeira vez o Munchkin numa exposição de gatos, realizada em Madison Square Garden, Nova Iorque, com transmissão pela televisão.

Curiosidades sobre o Munchkin


É provável que a raça deva o seu nome ao povo anão Munchkin da obra O Feiticeiro de Oz, lançada por L. Frank Baum em 1900, e que depois foi adaptada para o cinema.

Em 2013, um gato de raça Munchkin chamado Lilieput foi considerado pelo Guiness World Records o felino mais baixo do mundo, medindo apenas 5,25cm de altura.

A popularidade da raça cresceu desde que foi apresentada em 1995 na primeira página do The Wall Street Journal. A partir daí, algumas celebridades passaram a interessar-se pelos Munchkin: é o caso da socialite norte-americana Paris Hilton, que tem dois exemplares.


Conheça mais raças de gatos:

Todas as raças de gatos

Todas as
raças de gatos

Raças de gatos sem pelo

Raças de gatos
sem pelo

Raças de gatos de pelo curto

Raças de gatos
de pelo curto

Raças de gatos de pelo longo

Raças de gatos
de pelo longo