Lipoaspiração não invasiva: tudo o que precisa de saber

A lipoaspiração não invasiva permite eliminar a gordura localizada de forma rápida e segura. Este tratamento é um sucesso e apresenta-se como uma verdadeira alternativa à lipoaspiração cirúrgica. É a solução inteligente e eficaz para quem pretende perder a gordura que se acumula em áreas muito localizadas do corpo.

Powered by: BodyScience
Lipoaspiração não invasiva: tudo o que precisa de saber
A zona abdominal, coxas, glúteos, braços ou pernas são algumas das zonas específicas onde poderá obter resultados.

lipoaspiração não invasiva é um tratamento seguro e não invasivo para eliminar gordura localizada, alternativo à lipoaspiração cirúrgica, mas sem anestesia, sem cortes, sem dor, sem cicatrizes, sem internamento e sem o penoso período de recuperação.

Nem sempre a atividade física e a dieta são suficientes, é necessário uma ajuda extra que atue diretamente nas células de gordura para facilitar a sua eliminação. Em muitos casos a lipoaspiração não-invasiva pode eliminar a gordura localizada, assim como também tratar a celulite que é causada pelo excesso de gordura.

COMO FUNCIONA A LIPOASPIRAÇÃO NÃO INVASIVA?


Este é um método inovador que, através de ultra-som de baixa frequência, atua profundamente no tecido subcutâneo, diretamente sobre as células de gordura, adaptando-se às diferentes espessuras do tecido adipócito, rompendo as difíceis estruturas dos depósitos de gordura localizada (sem danificar a pele, os vasos sanguíneos e os nervos periféricos) para sua posterior eliminação pelo sistema linfático e vias urinárias.

Torna-se assim possível, a eliminação dos centímetros de gordura em excesso de locais tão críticos como as coxas, glúteos, braços, pernas, flancos e zona abdominal.

É importante referir que os equipamentos de lipoaspiração não invasiva não são todos iguais. As diferenças no foco de emissão, potência e capacidade de variação consoante a densidade do tecido são responsáveis por uma maior ou menor eficácia do tratamento.

Assim sendo, a escolha de uma clínica que garanta os equipamentos certos vai fazer toda a diferença no resultado final. Nas clínicas BodyScience encontra tecnologia de última geração com as características necessárias para a eficácia comprovada dos tratamentos e garantia de resultados.

Lipoaspiração não invasiva vs Lipoaspiração cirúrgica


A lipoaspiração não invasiva é um método que oferece duas grandes vantagens em relação à lipoaspiração cirúrgica: menor risco e preço. Uma cirurgia é sempre um método invasivo com maiores riscos associados que podem culminar em complicações no pós-operatório.

Este método para esculpir o corpo e remover gordura é mais económico do que uma intervenção cirúrgica de lipoaspiração e apesar de poder eliminar mais gordura com o recurso à cirurgia, a comodidade que a lipoaspiração não invasiva proporciona é maior e poderá ver resultados ao fim de algumas sessões.

8 VANTAGENS DA LIPOASPIRAÇÃO NÃO INVASIVA


eliminacao da gordura localizada

Estas são as vantagens que pode encontrar se realizar uma lipoaspiração não invasiva:

  1. Tratamento indolor e não invasivo;
  2. É rápida, eficaz e segura;
  3. Não requer recuperação, período pós operatório ou agulhas;
  4. Diminuição dos riscos e sem cicatrizes;
  5. Resultados visíveis desde a primeira sessão, uma perda de 5 centímetros é comum;
  6. Solução eficaz para perder gordura em zonas específicas do corpo;
  7. Mais económico do que a lipoaspiração cirúrgica;
  8. Melhora circulação sanguínea e linfática.

 

LIMITAÇÕES DA LIPOASPIRAÇÃO NÃO INVASIVA


mulher acima do peso

Sendo um procedimento estético, embora não invasivo, tem riscos associados, sendo fundamental que consulte o seu médico para uma avaliação antes de avançar com a decisão de efetuar a lipoaspiração não invasiva de forma a confirmar que não corre quaisquer riscos de saúde.

O tratamento de lipoaspiração não invasiva tem algumas limitações:

  • A lipoaspiração não invasiva não funciona na gordura visceral (gordura presente entre os orgãos);
  • Não funciona na eliminação do excesso de pele.
  • Não é um tratamento para a obesidade e perda de peso;
  • Não pode ser utilizado em pessoas que têm um pacemaker;
  • Não pode ser feito numa pessoa que tenha próteses metálicas ou ortopédicas;
  • Não pode ser feito em grávidas.

 

14 Dúvidas frequentes sobre a liposaspiração não invasiva


1. De quantas sessões preciso para ver resultados?

O número de sessões depende da gravidade da situação e do objetivo pretendido. No entanto, é possível ver resultados ao fim das primeiras sessões.

2. Quantas sessões posso fazer por semana?

As sessões devem ter um intervalo de cerca de 3-4 dias pelo que, por mês, poderá fazer duas sessões por semana ou 8-10 sessões por mês.

3. Quanto tempo dura uma sessão?

Têm a duração de 30 a 60 minutos, dependendo do local e quantidade de gordura depositada.

4. Posso perder peso com este tratamento?

Este não é o tratamento ideal para perder peso. Trata-se de uma forma de eliminar gordura localizada e não de perda de peso.

5. Quantos cm posso perder numa só sessão?

A perda de perímetro da zona varia consoante a variabilidade interpessoal. No entanto, poderá perder até 5 cm numa só sessão.

6. Este tratamento é seguro?

É um tratamento totalmente seguro, inócuo, eficaz e não invasivo.

7. Este tratamento dói?

Não. É completamente indolor. Poderá sentir-se completamente relaxado do início ao fim da sessão.

8. Como é que a gordura sai do organismo?

A gordura é levada pelo sistema linfático até ser eliminada pela urina. Não se dá a acumulação de gordura no fígado ou sangue.

9. Posso ficar com o colesterol elevado depois do tratamento?

A gordura é processada pelo sistema linfático antes de entrar na corrente sanguínea pelo que não há qualquer acumulação da mesma no sangue. Assim sendo, não há o risco de aumentar o colesterol sanguíneo.

10. Posso fazer exercício logo depois do tratamento?

Por não haver nenhuma limitação depois do tratamento, pode praticar exercício físico logo após o tratamento.

11. Tenho de fazer dieta líquida depois dos tratamentos?

A ingestão de água é fundamental tanto antes como depois dos tratamentos. É recomendado que, depois dos tratamentos, se aumente o consumo de líquidos e se evite alimentos ricos em gordura e açúcares para o sucesso da sessão. No entanto, não é necessário que se faça uma dieta extritamente líquida após os tratamentos.

12. Tenho de fazer tratamentos complementares depois da sessão?

Para facilitar a eliminação da gordura através do sistema linfático, é importante que se faça uma sessão de drenagem linfática após os tratamentos.

13. O tratamento requer algum tipo de recuperação?

Por se tratar de um tratamento sem cirurgia, anestesia, cortes ou internamento, este não requer qualquer recuperação.

14. Posso fazer este tratamento no verão?

Apesar deste tipo de tratamentos terem tendência a ser iniciados no inverno, poderão ser feitos no verão. No entanto, deverá ter cuidado com a exposição solar, tendo em conta que o tratamento não deve ser realizado sob pele queimada.

Veja também: