Quando deve recorrer ao leite de fórmula para bebés? Tire as suas dúvidas!

Seja por indicação médica ou por iniciativa própria, é importante saber o porquê de se recorrer ao leite de fórmula para bebés, como complemento ao materno.

Quando deve recorrer ao leite de fórmula para bebés? Tire as suas dúvidas!
Conheça os vários tipos de leite de fórmula.

Nem sempre se consegue estabelecer uma amamentação eficaz, por diversos motivos, sendo necessário recorrer, como suplemento ao leite materno ou como alternativa exclusiva, ao leite de fórmula para bebés.

Hoje em dia existe uma oferta de leite de fórmula para bebés muito variada, quer nas farmácias ou para-farmácias, ou mesmo na maioria dos hipermercados. São leites constituídos por todos os nutrientes essenciais para suprir as principais necessidades do desenvolvimento do bebé.

Aleitamento materno vs Administração de leite artificial


leite de formula para bebes e bebe a alimentar se

A amamentação deve ser estabelecida sempre que possível e sempre que mãe a esteja apta física e mentalmente para este ato de amor, ou seja, este tipo de alimentação infantil deve ser sempre a 1ª opção de escolha em detrimento das outras formas de alimentar, excepto em algumas situações muito específicas, como por exemplo, em que a mãe produz pouca quantidade de leite (hipogalactia).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda a amamentação como única fonte de alimento para o bebé pelo menos até ao 6° mês de vida, já que o leite da mãe é considerado o alimento ideal por atender a todas as necessidades nutricionais do bebé, ajudando a evitar infeções e alergias, bem como fortalecendo o vínculo mãe e filho.

No entanto, devemos respeitar a decisão das mães que decidem não amamentar. São razões que só a elas diz respeito, desde que forneçam sempre uma alternativa alimentar adequada, tal como o leite de fórmula para bebés.

Leite em fórmula para bebés vs Leite de vaca


leite de vaca

Nos casos em que não é possível recorrer ao leite materno para amamentação exclusiva ou parcial do bebé, como referido anteriormente, deve recorrer-se ao leite em fórmula ou leite artificial para bebés em detrimento do leite de vaca.

A introdução de leite de vaca deve de ser evitada, ao máximo, no mínimo até aos 12 meses de idade do bebé, devido à sua composição excessivamente alta em proteínas e deficitária noutros micro-nutrientes e macro-nutrientes (por exemplo, ferro, etc.).

Outra razão para evitar este tipo de leite deve-se ao facto de que, o aporte em excesso de proteínas pode afectar o sistema renal, ainda imaturo do bebé, para além disso, leva a uma maior possibilidade de padecer de obesidade na idade adulta.

Características principais do leite de fórmula para bebés


leite em po

O leite de fórmula, contém numerosos nutrientes semelhantes ao leite materno, tais como:

  • Gorduras: este tipo de leite contém óleos diferentes que se assemelham à gordura (saturada, monoinsaturada e polinsaturada) que o leite materno tem. Exemplo: óleo de coco, milho, soja ou de girassol;
  • Proteínas: o leite de fórmula para bebés possui um conjunto de proteínas parecido ao do leite materno;
  • Hidratos de carbono: as fórmulas que não contêm lactose recorrem, entre outros, a hidratos de carbono como o amido de milho modificado, a sacarose ou a maltodextrina de milho;
  • Vitaminas e Minerais: o leite de fórmula para além de conter 4 miligramas de ferro por cada litro de leite, com o objectivo de evitar o surgimento de anemia, contém também vitaminas como a B e a C.

 

Tipos de leites de fórmula para bebés


preparacao de leite para o bebe

Os leites de fórmula ou leites artificiais para bebés, foram desenvolvidos para serem capazes de substituir o leite materno, contendo um valor nutritivo semelhante, pelo que são considerados alimentos de qualidade.

Existe um conjunto de marcas de leite que os pediatras confiam e que são adequadas às diferentes fases do desenvolvimento do bebé, desde os primeiros dias de vida até aos primeiros anos.

Outra particularidade especial deste tipo de leite é que, existem fórmulas que atendem às necessidades alimentares especiais do bebé, isto é, têm em conta qualquer tipo de restrição alimentar, alergias ou outras situações específicas, tais como: obstipação, regurgitação, etc. Podemos então, encontrar no mercado dos leites de fórmula para bebés que adequam a sua constituição às seguintes situações:

  • Leite para bebés intolerantes à lactose (proteína do leite), em vez da lactose, esta fórmula tem outro tipo de açúcar, como por exemplo o xarope de milho;
  • Leite para bebés prematuros ou bebés de baixo peso, esta fórmula contém mais calorias e proteínas que o normal;
  • Leite anti-cólicas;
  • Leite hipoalergénico, ideal para os primeiros meses de vida;
  • Leite anti-refluxo ou antiregurgitação, é um tipo de leite mais espesso, indicado para bebés que apresentam regurgitação (bolçar) frequente;
  • Leite anti-obstipante, para os bebés que sofrem de obstipação, indicado para melhorar o trânsito intestinal;
  • Leite à base de soja, este tipo de leite não contem lactose, sacarose, nem proteínas do leite de vaca. É um leite enriquecido com ferro e também com o aminoácido.

Cada marca de leite disponibiliza uma linha de fórmulas infantis com diferentes densidades calóricas e com componentes nutricionais específicos, atendendo às diversas necessidades dos bebés.

A decisão do tipo de leite a escolher para o seu filho deverá ser feita em conjunto com o pediatra, que terá em conta:

  1. As necessidades do seu bebé;
  2. Quadro clínico que apresenta;
  3. Se o leite de fórmula servirá apenas como alimento complementar ou único alimento do lactente.

O leite de fórmula é em pó e vendido em latas, geralmente existem dois tamanhos (um pequeno e um grande) e dependendo do tipo da fórmula e da marca, o preço pode variar bastante entre marcas diferentes e entre instituições diferentes.

Leite de fórmula para bebés: adequado a cada fase do desenvolvimento infantil


bebe feliz com biberao

As marcas de leite oferecem leite de fórmula adequada a cada fase da criança, representada pelos números 1, 2 ou 3.

Geralmente os leites tipo 1 estão indicados para lactentes dos 0 aos 6 meses de vida, com características específicas, possuindo probióticos que ajudam a fortalecer o sistema imunológico, além de gorduras vegetais que são de fácil digestão.

Os leites tipo 2 são conhecidos como leite de transição, constituídos por nutrientes adequados (como por exemplo, ferro e hidratos de carbono) para ajudar no desenvolvimento dos bebés entre os 6 meses e até ao final do período de lactância como parte de uma dieta diversificada. Este tipo de leite contém DHA na sua composição, cujo consumo contribui para o normal desenvolvimento visual da criança.

A partir dos 9 meses de vida, ou seja para bebés maiores, está indicado o leite tipo 3, que contém para além dos nutrientes dos 2 tipos de leites referidos anteriormente, ácido linóleico (ómega-3).

Leite de fórmula para bebés: que quantidade de leite deve fornecer ao seu filho?


bebe e biberao

A quantidade de leite que o seu bebé necessita para se sentir satisfeito irá variar de acordo com alguns parâmetros, tais como: a idade, o peso, nível de atividade e o estado de saúde geral.

Ao alimentar o seu filho com leite de fórmula para bebés deve de ter sempre em conta, as indicações de dosagem e o modo de preparação do leite, indicadas na lata do leite, exceto se existir outra indicação do seu médico.

Leite de fórmula para bebés: cuidados a ter em atenção!


mae a preparar leite para bebe

Estes são os cuidados que deve ter sempre que manusear um leite de fórmula para bebés:

  1. Verifique sempre o prazo de validade da embalagem do leite em pó;
  2. Evite embalagens danificadas, existe uma maior probabilidade de proliferação de microrganismos;
  3. Lave sempre as mãos antes de manusear o biberão;
  4. Lave sempre, muito bem, todos os componentes do biberão;
  5. Prepare o leite com água fervida ou esterilizada, de forma a evitar intoxicações alimentares;
  6. Prepare o leite exactamente como indicado nas instruções da embalagem;
  7. Teste sempre a temperatura do leite na região interna do seu antebraço, antes de administrar o leite ao bebé, evite queimaduras.

Veja também:

Enfª Bárbara Andrade Enfª Bárbara Andrade

Bárbara Andrade é Enfermeira Especialista em Reabilitação e Formadora em várias entidades. Desta forma, tem como princípios a promoção e a educação para a Saúde nas diferentes faixas etárias. Terminou a Especialidade em Enfermagem de Reabilitação na ESEnfCVPOA e exerce atualmente o cargo de enfermeira no CHEDV - HSS.