Publicidade:

Pomadas para hemorroidas: saiba quando optar por este tratamento

Existem diversos tratamentos para as hemorroidas, mas naquelas que provocam apenas um ligeiro desconforto, pode usar-se pomadas para hemorroidas.

 
Pomadas para hemorroidas: saiba quando optar por este tratamento
As pomadas podem aliviar a dor e o prurido local

As pomadas para hemorroidas são medicamentos de uso tópico, que ajudam a aliviar o incómodo causado pelas hemorroidas.

As hemorroidas são veias dilatadas na região anal, que manifestam sintomas, também chamadas de doença hemorroidária. As hemorróidas sintomáticas são frequentes na população adulta. Estima-se que afetam aproximadamente 50% da população nalguma altura da vida (1).

Pomadas para hemorroidas: o tratamento tópico


pomadas para hemorroidas

A prevenção das hemorroidas é feita tratando a obstipação. O tratamento é feito aumentando a oferta de fibra na dieta e ingerindo a quantidade de líquido adequada.

Um princípio básico é tratar apenas as hemorroidas sintomáticas, nomeadamente:

  • Hemorroidas externas: não requerem tratamento, a não ser na trombose aguda. Se o doente é observado numa fase subaguda, habitualmente após 48 horas, com a dor em fase de alívio, a trombose em resolução, sendo o edema sobrejacente preponderante, o tratamento conservador é recomendado e suficiente.
  • Hemorroidas internas: são geralmente tratadas de maneira conservadora com medidas anti-obstipantes, como a dieta rica em fibra, suplementos de fibra e líquidos. Os sintomas menores, como o prurido e desconforto anal podem ser controlados com tópicos como os protectores da pele (creme gordo) após a defecação, tal como anestésicos contendo benzocaina, dibucaina ou pamoxina. Pomadas com hidrocortisona são seguras e podem aliviar o prurido.

Para as hemorroidas que provocam apenas um pequeno desconforto, o tratamento pode ser o conservador. Como referido, a dor e o prurido podem ser aliviados com anestésicos tópicos.

Os cremes com corticóides melhoram a inflamação perianal, mas não há dados a demonstrar que reduzam o edema, a hemorragia ou a protusão hemorroidária. O uso crónico de corticóides tópicos é nocivo e deve ser evitado.

Os nitratos tópicos (nitroglicerina ou trinitrato de gliceril a 0,2%) aliviam a dor das hemorróidas externas trombosadas, ao reduzirem o tónus do esfíncter anal. (1)

 Quais as pomadas disponíveis no mercado?


pomadas para hemorroidas

Para o tratamento conservador, há no mercado diversas pomadas de uso tópico aprovadas pelo Infarmed, que aliviam os sintomas (2):

1. Procto-Glyvenol

Contém dois compostos, o tribenosido e a lidocaína. Podemos afirmar que é um medicamento com dupla acção terapêutica, uma vez que o tribenosido, pela sua acção anti-inflamatória, actua na inflamação e a lidocaína actua no alívio dos sintomas.

A associação destes dois compostos, tribenosido e lidocaína, numa formulação única (creme rectal), confere-lhe ações complementares: melhora a microcirculação e o tónus vascular, promove a cicatrização da membrana basal e induz o alívio rápido dos sintomas de dor e desconforto local.

Segundo o fabricante, poderá ser utilizado a partir do 4º mês de gravidez e durante a lactação, desde que a dosagem recomendada não seja excedida. Está indicado para hemorróidas internas e externas.

2. Doxiproct

Reduz a inflamação, garantindo o rápido alívio dos sintomas de inflamação anal, tais como dor, comichão, sensação de queimadura ou pressão. Quanto à sua composição, contém dobesilato de cálcio (40 mg/ g) e lidocaína (20 mg/ g). Não é recomendado durante a gravidez, nem a mulheres em período de amamentação.

3. NeoFitoroiD Biopomada

Esta pomada é indicada para o alivio da dor, ardor e comichão associadas a hemorroidas (internas e externas).

4. Rectostop Oryginal

Contém ingredientes com ação antisséptica e regenerativa. Pode ser aplicada para alívio do desconforto associado à comichão e irritação.

5. Faktu

Contém as substâncias ativas policresuleno e cinchocaína e apresenta-se na forma farmacêutica de pomada retal. Faktu está indicado para o tratamento de hemorroidas não complicadas, fissuras ou rasgos anais após diagnóstico médico prévio.

As grávidas podem utilizar pomadas para hemorroidas?


pomadas para hemorroidas

Se está grávida, não deve recorrer a nenhuma medicação sem o conhecimento prévio do seu médico responsável. Algumas pomadas para hemorroidas dizem-se próprias para o uso das grávidas, mesmo nestes casos, o ideal é consultar o médico.

Quando deve consultar um médico?


Ao identificar um dos sintomas das hemorroidas, pode e deve consultar um médico. Todos os pacientes com idade acima de 40 anos, apresentando-se com sangramento retal, devem ser submetidos a uma sigmoidoscopia flexível ou colonoscopia, para afastar a possibilidade da presença de tumores colorretais benignos ou malignos, de doença inflamatória intestinal e de doença diverticular (2).

Não use um creme ou outro produto de venda livre durante mais do que 5 dias, excepto quando prescrito pelo seu médico. Estes produtos podem provocar efeitos colaterais, quando usados regularmente.

Veja também:

Fontes

1. FERNANDES, V. (2009). “Doença hemorroidária. Revista Portuguesa de Coloproctologia”. Disponível em: https://www.spcoloprocto.org/uploads/rpcol_maio_agosto_2009__pags_36_a_43.pdf
2. INFARMED – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde: http://app7.infarmed.pt/infomed

Danielle Paiva Danielle Paiva

Licenciada em Medicina e Farmácia & Bioquímica pelo Centro Universitário de Nilton Lins, Danielle também é Mestre em Engenharia Industrial e Qualidade pela Universidade do Minho. Atualmente é voluntária na Cruz Vermelha onde desenvolve diversas ações de saúde.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].