Publicidade:

Saiba como habituar o cão a dormir sozinho

Habituar o cão a dormir sozinho é uma das tarefas mais desafiantes para novos donos. É uma conquista de grande importância pois irá influenciar o comportamento futuro do cão e a sua aceitação na família. Através de algumas dicas em relação ao espaço onde ele dorme, do estabelecimento de rotinas e de como agir quando gane.

Saiba como habituar o cão a dormir sozinho
Dicas para que ele passe uma noite mais descansada

Habituar o cão a dormir sozinho quando este é novo na casa é um grande desafio para os novos donos. No entanto, esta é uma aprendizagem importante pois tem consequências no comportamento futuro do animal.

Um cão que seja capaz de dormir sozinho sem problemas e que lide bem com os momentos em que está só em casa, será um cão mais confiante e terá uns donos mais satisfeitos.

Espaço ideal para habituar o cão a dormir sozinho


habituar o cao a dormir sozinho e escolha do ninho

Chegada a casa

Os cachorros recém-chegados a uma casa sofrem de uma rutura abruta com a mãe e com os restantes cachorros da ninhada. O conceito de dormirem sozinhos num espaço desconhecido é para eles bastante assustador. Como tal, uma das recomendações é que se traga da antiga casa/criação uma toalha ou manta que mantenha o cheiro do ninho, de forma a atenuar as novidades.

Idealmente, não deverão ser separados da ninhada antes dos 2 meses, sob risco de virem a sofrer perturbações no comportamento ligadas à separação.

Seleção do espaço

Para habituar o cão a dormir sozinho, é essencial que este disponha de um espaço confortável e resguardado para tal. Dormir na cama dos donos pode ser desaconselhável pois, para além dos cachorros pequenos não conseguirem reter as suas necessidades durante muitas horas, no futuro será mais complicado pedir-lhes que saiam e que vão dormir para o espaço deles.

Esse espaço pode ser uma caixa transportadora cujo tamanho lhe permita se levantar e dar a volta ou então um espaço improvisado e amparado onde ele se sinta quente e protegido. A cama deverá ser resistente, lavável, confortável e macia.

Para reforçar positivamente este espaço, o cão deve receber festinhas e conforto aqui ou então pode ser colocado um brinde do género comida ou brinquedos. Nunca se deve associar este espaço a um castigo, senão ele nunca terá vontade de lá estar.

A zona da casa mais escolhida costuma ser a cozinha por possuir um chão lavável devido às necessidades feitas durante a noite. Independentemente da opção, deverá ser um espaço onde ele não se sinta totalmente afastado e excluído da família da casa.

Rotinas a adotar para habituar o cão a dormir sozinho


cao a passear

Exercício

Para habituar o cão a dormir sozinho, convém que ele faça exercício e seja estimulado durante o dia. Desta forma irá cansar-se e saber-lhe-á melhor o momento de se recolher.

O nível de atividade física requerido vai depender da raça e da idade, mas um mínimo de 30 minutos é aconselhável. Contudo, esta atividade não deve ser realizada nas duas horas precedentes à hora de ir dormir, pois tal iria excitá-lo e dificultar o adormecer.

Realização das necessidades

Outra questão a ter em conta é a das necessidades. Alimente-o cerca de duas horas antes de se deitar para que possa ter tempo de digerir a refeição.

Os cachorros pequenos têm dificuldade em aguentar uma noite inteira sem fazer as necessidades, pelo que é aconselhável que possam dar um passeio exatamente antes de ir dormir e imediatamente depois de acordar, de forma a evitar que fiquem muitas horas aflitos.

Como agir quando os cachorros ganem?


cao triste

Ganir por mimo

Em relação ao ganir/choro durante a noite, a atitude tem de ser bastante rígida: não se pode ir ter com o cão enquanto este estiver a chorar pois desta forma está-se a premiar o comportamento dele.

Inicialmente ele fará isso por se estar a sentir sozinho, mas uma vez associando que quando gane o dono vem, ele passará a utilizar este método de comunicação cada vez que quiser chamar a atenção. Como tal, por muito difícil e cruel que possa parecer, o correto a fazer é ignorar e apenas ir ter com ele quando este parar de chorar.

Ganir por necessidade

É importante referir que este ganir pode por vezes ser um pedido para “ir lá fora”, devido a uma imensa vontade de ir fazer as necessidades.

Nestas situações, o ganir será mais persistente e não parará apenas com o ignorar, pelo que neste caso o correto a fazer é ir busca-lo e levá-lo diretamente ao local das necessidades, sem grandes agitações, e voltar posteriormente a colocá-lo na cama dele.

Em suma


Habituar o cão a dormir sozinho é uma tarefa que requer alguma dedicação e paciência por parte dos donos, mas seguindo os métodos corretos não demorará mais do que uma a três semanas a obter resultados. É um ensinamento que melhora em muito a relação do cão com a família, evitando brigas e sermões constantes ao longo do seu crescimento.

Veja também:

Drª Rita Campilho Drª Rita Campilho

Rita Campilho é médica veterinária. Apesar de viver na cidade, sempre teve contacto com animais e desde cedo que percebeu a importância destes como parte integrante do ecossistema. Tornou-se médica veterinária no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto e atualmente trabalha com cavalos, cães e gatos. Também com cães na família, acredita que é através da educação e do conhecimento sobre comportamento e saúde animal que se consegue o melhor para os animais e para quem vive com eles.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].