10 Coisas que tem de fazer todos os dias

Há pequenos hábitos diários que fazem toda a diferença, que o ajudam a fugir da rotina rumo à diversão. Relaxe e aproveite a vida ao máximo. Conheça quais são!

10 Coisas que tem de fazer todos os dias
Pequenas mudanças nos hábitos diários ajudam a ser feliz todos os dias.

Cansado da correria do dia-a-dia? Sente que não tem aproveitado a vida em toda a sua plenitude? Então pare e pense de que forma pode mudar isso! Quando podemos escolher, todos preferimos comprar um produto de qualidade e inovador, face a um produto comum e de menor qualidade, mas quando se trata da nossa saúde mental e do nosso bem-estar nem sempre fazemos isso e deixamos arrastar os velhos e maus hábitos.

A boa notícia é que há pequenos hábitos diários que fazem toda a diferença na sua vida e podem trazer-lhe um estado mais duradouro de felicidade. A felicidade depende, em grande medida, da implementação de pequenos hábitos de vida, e a melhor parte é que qualquer um de nós a pode alcançar.

10 hábitos diários que fazem toda a diferença na sua vida


1. Pense positivo

habitos diarios que fazem toda a diferenca e pensamento positivo

O nosso cérebro tende a concentrar-se nos aspetos mais negativos em detrimento dos mais positivo, mas as nossas vidas seriam tão melhores se tentássemos concentrar-nos mais naquilo que nos torna melhores e mais felizes.

Quando nos concentramos nos problemas em vez de procurar soluções, fazemos perguntas que não ajudam a alcançar uma resolução. Concentrarmo-nos no problema só nos leva a pensamentos negativos e a questões do tipo: “porque é que isto só me acontece a mim?” ou “porque estou a fazer isto a mim mesmo?”.

Se, por outro lado, desenvolvermos pensamentos positivos, iremos questionar-nos de forma mais orientada para a resolução dos problemas: “como ultrapassei este problema no passado?”.

2. Confronte a dor e os problemas

Um equívoco comum sobre a felicidade é que, se é boa pessoa, trabalha bastante e olha sempre para o lado positivo da vida, esta irá corresponder e correr sempre bem. Ora, infelizmente nem sempre é verdade e a vida prega partidas a todos.

É essencial reconhecer que a vida, por vezes, está cheia de desconforto, dor e sofrimento, que devemos confrontar a fim de aprender a resolver problemas e superar os momentos menos bons.

3. Rodeie-se de uma boa rede social de apoio

Quanto mais tempo dedicar a cultivar relações saudáveis, é menos provável que se envolva em situações negativas. Os amigos encorajam-nos a cuidar melhor de nós mesmos, aumentando a nossa autoestima e a nossa autoconfiança.

4. Durma bem

O sono preenche grande parte das nossas vidas e é fundamental para o nosso bem-estar físico e psíquico. Dormir o suficiente é fundamental para ter um dia feliz e produtivo.

No que ao sono diz respeito, são estes os hábitos diários que fazem toda a diferença: deitar e levantar mais ou menos à mesma hora todos os dias; evitar estar muito tempo acordado na cama; evitar fazer sestas durante o dia; evitar o consumo de bebidas que contenham cafeína ou álcool antes de deitar.

5. Acorde 15 a 30 minutos mais cedo

acordar bem disposto

Partindo do princípio que dormiu o número de horas suficiente para ter a sua energia restabelecida, experimentar acordar alguns minutos mais cedo, de forma a evitar a correria matinal para sair de casa. Começar o dia de forma mais serena influenciará, certamente, a forma como vive o resto do dia.

6. Medite

Meditar, mesmo que por um curto período de tempo, é simples e parece ser benéfico. É natural que se sinta mais focado, positivo e relaxado durante o dia.

7. Aprenda algo novo

Aprender algo novo aumenta o bem-estar e a autoconfiança. Mantenha-se ativo e procure novas atividades e novas aprendizagens que vão de encontro aos seus interesses.

8. Liberte-se das redes sociais

O uso excessivo das redes sociais não é benéfico para ninguém. Durante alguns minutos do seu dia resista à tentação de navegar sem rumo nas redes sociais e dedique esse tempo sendo produtivo em alguma atividade que lhe acrescente algo de novo.

9. Pratique atos de bondade e generosidade

Várias pesquisas relacionam comportamentos de bondade e generosidade com uma melhor qualidade da saúde a vários níveis. A melhor parte é que a bondade é contagiante e depois de começar certamente será difícil deixar de praticar estes atos de generosidade. Pense numa causa que gostasse de apoiar e ponha mãos à obra.

10. Pratique o autocuidado

ler um livro

Quando cuida de si mesmo sente uma série de benefícios, incluindo menos ansiedade e stress, maior capacidade de pensamento positivo e maior bem-estar. Tire tempo todos os dias para pequenos hábitos diários que fazem toda a diferença: pratique exercício físico; coma uma refeição saborosa; leia o livro que tem adiado ler por falta de tempo.

Veja também:

Psicóloga Ana Graça Psicóloga Ana Graça

Mestre em Psicologia, pela Universidade do Minho, com a dissertação “A experiência de cuidar, estratégias de coping e autorrelato de saúde”. Especialização (Pós-Graduada) em Neuropsicologia Clínica, Intervenção Neuropsicológica e Neuropsicologia Geriátrica. Membro efetivo da Ordem dos Psicólogos Portugueses, com especialidade em Psicologia Clínica e da Saúde e Neuropsicologia. Para além da Psicologia é apaixonada por viagens, leitura, boa música, caminhadas ao ar livre e tudo o que proporcione felicidade!

Cofidis