Gato Himalaia: tudo o que precisa de saber sobre esta raça

O Gato Himalaia resulta do cruzamento entre duas das raças felinas mais populares do mundo, tendo ficado com a fisionomia do Persa e com o característico padrão e os olhos azuis do Siamês. Bastante procurado por criadores, faz também as delícias de famílias que procuram um gato nem muito carente, nem demasiado independente.

Gato Himalaia: tudo o que precisa de saber sobre esta raça
O Persa e o Siamês num só gato.

O Gato Himalaia, também conhecido por Colourpoint de Pelo Comprido na Europa e Himalaico na América do Norte, não deve o seu nome aos Himalaias, mas sim ao coelho Himalaia, com o qual partilha o padrão de cores.

É uma raça que ainda está envolta em grande polémica, pois algumas associações encaram-na apenas como uma variação de cor do Persa, já que possui muitas das suas características, recusando-se a considerar as raças distintas. Para outros, a pitada de sangue Siamês que carrega faz toda a diferença.

Características gerais do Gato Himalaia


Grupo: Gatos de pelo semi-longo

País de Origem: Reino Unido e Estados Unidos da América

Porte: médio/grande

Peso ideal: de 4kg a 6,75kg

Cor: branco ou bege com pontas contrastantes em cores sólidas (cinzento, castanho, azul, lilás, vermelho) ou em padrão tartaruga ou tabby

Esperança Média de Vida: de 10 a 15 anos

Preço médio: de 500€ a 820€

 

Características específicas do Gato Himalaia


Por culpa da sua herança siamesa, tende a ser mais ativo que o Persa, e embora se adapte bem à vida em apartamentos, gosta de ter espaços abertos para que se possa movimentar à vontade. Contudo, as suas pernas curtas e estrutura atarracada vão impedi-lo de andar por lugares muito altos, mas ele também dá preferência a enroscar-se com os donos no sofá do que a trepar cortinas.

O Gato Himalaia é seletivo nos seus afetos, isto é, guarda uma predileção especial para aqueles com quem se sente mais confortável em casa, que, por norma, são os membros da família mais calmos e silenciosos. Até porque, no que toca à comunicação, ele não herdou os miados constantes do Siamês, desfrutando de um tom de voz baixo e suave.

Energia
Inteligência
Tolerância ao frio
Tolerância ao calor
Cuidados de higiene
Queda de pelo
Tendência para problemas de saúde
Facilidade de aprendizagem
Socialização com crianças
Socialização com estranhos
Socialização com cães
Socialização com gatos

Fases da vida do Gato Himalaia


Bebé

0 – 18 meses

Adulto

18 meses – 10 anos

Idoso

10 – 15 anos

 

Físico do Gato Himalaia


gato himalaia

A maior parte das características corporais do Gato Himalaia segue a estrutura do Persa. A raça apresenta um corpo compacto, robusto e forte, com pernas curtas e bem musculadas, formando um quadrado. Sobre o grosso pescoço, assenta a cabeça redonda, com bochechas bem pronunciadas e olhos grandes, bastante afastados entre si e sempre no tom azul-claro.

As orelhas são pequenas, de pontas arredondadas e ligeiramente inclinadas para a frente. Já o focinho é espalmado, com o nariz arrebitado colocado na linha dos olhos. A pelagem é longa, farta e exuberante, especialmente à volta do pescoço e na cauda, que é curta.

Temperamento do Gato Himalaia


Possuidor de um temperamento tranquilo e descontraído, o Gato Himalaia é um companheiro gentil e brincalhão que gosta de atenção, sem ser demasiado carente. Aguenta perfeitamente várias horas sozinho, desde que tenha algo com que se entreter, contentando-se com objetos simples do quotidiano, como bolinhas de papel ou palhinhas.

São gatos bastante sensíveis às emoções e humores do ser humano, mas costumam ser reservados com estranhos, pois preferem afastar-se de quem não têm a certeza de poder confiar.

Problemas de Saúde do Gato Himalaia


Sistema respiratório

  • Síndrome braquicefálica.

Estômago e intestinos

  • Tricobezoares.

Olhos

  • Entrópio.
  • Olho de Cereja (provoca inchaço na glândula da terceira pálpebra).
  • Atrofia progressiva da retina.
  • Corrimento lacrimal.

Rins

  • Síndrome renal policística.

Ouvidos

  • Surdez (mais comum nos exemplares brancos).

Pele

  • Micose.
  • Dermatite seborreica.

 

Cuidados a ter com o Gato Himalaia


Temperatura

  • Por ser braquicefálico, este gato não se dá bem com o tempo quente, pelo que se deve certificar que ele tem acesso a um lugar ventilado.

Pelo

  • O pelo do Gato Himalaia requer cuidados pois tende a formar nós. Escove uma a duas vezes por semana com uma escova de metal. Os exemplares brancos precisam de banhos regulares.

Olhos

  • Devem ser verificados e limpos regularmente com um produto próprio para evitar infeções e se o lacrimejar for excessivo, o gato deve ser levado ao veterinário.

 

Origem do Gato Himalaia


Em 1931, dois geneticistas de Harvard, Virginia Cobb e Clyde Keeler, iniciaram um programa de criação para perceber como certas características eram herdadas.

Tentaram então obter um gato com o corpo do Persa e a coloração ponteada do Siamês, mas ao cruzarem uma fêmea Siamesa com um macho preto Persa, os gatinhos nasceram pretos e de pelos curtos. De seguida, cruzaram uma fêmea Persa da mesma cor com um macho Siamês, e o resultado foi o mesmo. O comprimento do pelo e o padrão pretendido são regidos por genes recessivos, pelo que tanto a mãe como o pai devem possui-los.

Foi preciso cruzar um macho da primeira ninhada com uma fêmea da segunda para originar um gato parecido ao Himalaia que conhecemos hoje. Alguns criadores britânicos também mostraram interesse neste objetivo e, nos anos 50, Marguerita Goforth juntou-se à “corrida”. A raça foi reconhecida pelas principais entidades de certificação no final dessa decida, mas a CFA (Cat Fanciers’ Association) unificou-a com o Persa em 1984.

Curiosidades sobre o Gato Himalaia


O Gato Himalaia, que os admiradores da raça carinhosamente tratam como Himmie, era a raça felina mais popular do mundo em 1996 e a verdade é que continua a ser a favorita hoje em dia, embora muitas pessoas pensem nela apenas como uma variedade de Persa, desde sempre considerada a mais conhecida.


Conheça mais raças de gatos:

Todas as raças de gatos

Todas as
raças de gatos

Raças de gatos sem pelo

Raças de gatos
sem pelo

Raças de gatos de pelo curto

Raças de gatos
de pelo curto

Raças de gatos de pelo longo

Raças de gatos
de pelo longo

Mafalda Braga Mafalda Braga

Depois da licenciatura em Comunicação Social e Cultural e do mestrado em Media e Jornalismo, tirados na Universidade Católica Portuguesa, fez um estágio na extinta Rádio Clube Português e outro na Revista Máxima, onde ficou a trabalhar durante cinco anos e meio. Passou ainda pela Revista Must, suplemento do Jornal de Negócios, e atualmente é jornalista freelancer. Além desta área, tem uma grande paixão por cinema, viagens, animais e comida, de preferência com muito sol a acompanhar.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].