Fotoenvelhecimento: saiba como pode prevenir o envelhecimento da pele

O fotoenvelhecimento da pele é um problema comum induzido pela exposição crónica à radiação ultravioleta, provocando o envelhecimento precoce da pele.

Powered by: BodyScience
Fotoenvelhecimento: saiba como pode prevenir o envelhecimento da pele
Pele envelhecida pelo sol? E agora? Conheça a importância da prevenção.

O fotoenvelhecimento é caracterizado por alterações moleculares e celulares específicas, e é observado, essencialmente, nas áreas da pele mais expostas ao sol.

Como todos os órgãos, a pele sofre alterações progressivas associadas ao processo de envelhecimento cronológico.

No entanto, a exposição ao sol acelera o processo de envelhecimento, desencadeando alterações específicas que modificam as suas propriedades físicas, deixando sinais visíveis à superfície da pele.

A exposição continuada a este tipo de radiação poderá originar:

Estas alterações têm especial relevo hoje em dia, em que a preservação da aparência jovem representa, socialmente, um requisito para a idealização da beleza.

SOL E PELE: RELAÇÃO DE RISCO


sol e pele

A cada exposição ao sol podem acumular-se marcas: o risco mais imediato é o das queimaduras solares (escaldões) e o mais grave o do cancro cutâneo, a que se junta o envelhecimento precoce da pele.

A radiação ultravioleta (UV), responsável por estes efeitos, é constituída por dois tipos de raios: UVA, que penetram mais profundamente a pele, sendo responsáveis pelo fotoenvelhecimento, e UVB, mais superficiais e mais perigosos causando queimaduras. Ambos predispõem para o cancro cutâneo (da pele).

Perante o risco, é fundamental que a pele esteja preparada para receber o sol. O que é sinónimo de usar protetor solar, sobretudo nas estações quentes, mas também no resto do ano.

Não é preciso sequer que esteja sol: 80% dos UV atravessam as nuvens e o nevoeiro, atingindo uma pele desprotegida com igual gravidade.

QUAIS AS CONSEQUÊNCIAS DO FOTOENVELHECIMENTO?


pele envelhecida

A pele fotoenvelhecida tem como características a perda da elasticidade, manchas escuras ou claras, rugas finas e profundas e a alteração da superfície da pele, que se pode apresentar mais áspera, ressecada e descamativa. Há também um aumento do desenvolvimento de neoplasias benignas e malignas na pele como consequência do fotoenvelhecimento.

Os efeitos do sol evidenciam-se também através das chamadas manchas de hiperpigmentação e sinais do fotoenvelhecimento da pele. São causadas pelo excesso de pigmentação (coloração) da pele, devido à ação intensa da radiação sobre a melanina (substância que dá cor à pele e que a protege das radiações solares):

  • Concentram-se nas zonas mais expostas ao sol – face, mãos, ombros, braços e zona do decote;
  • Surgem sobretudo em peles claras;
  • São mais comuns nas pessoas que se expõem excessivamente ao sol sem proteção.

Se não houver alterações na cor, tamanho, forma, simetria, tanto os sinais de fotoenvelhecimento como as manchas de hiperpigmentação são inofensivos, mas esteticamente indesejáveis, uma vez que revelam o envelhecimento precoce da pele.

COMO TRATAR O FOTOENVELHECIMENTO?


tratamento da pele

A prevenção é a chave devendo ser iniciada desde muito cedo ao implementar várias medidas como a proteção solar e cuidados diários como a limpeza e a hidratação.

No entanto, para o envelhecimento facial existem vários tratamentos caracterizados por diferentes graus de complexidade e de risco associado. O tratamento primário e menos danoso para a pele é a fotoproteção (uso de protetor solar).

Há terapias secundárias e terciárias que, quando usadas individualmente ou combinadas, não só visa moderar o envelhecimento facial como também contribuir para uma melhoria estética. São exemplos:

  • Anti-aging Body Skin: ajuda a remover as células mortas, a promover a regeneração, resistência e elasticidade da pele.
  • Microdermobrasão: ajuda a combater a flacidez e o envelhecimento da pele por fatores como o envelhecimento, a exposição solar, e cicatrizes.
  • Peeling Químico Master Repair: ajuda a eliminar e a reverter as manchas de rosto, como melasma e outras hiperpigmentações melânicas. Minimiza as manchas em profundidade e pode prevenir o reaparecimento de manchas escuras.
  • Perfect Skin: tratamento dermocosmético com recurso a químico-esfoliantes, com uma forte componente antioxidante que protege a pele do foto-envelhecimento provocado por fatores externos.
  • Powerskin: para manchas, rugas e imperfeições com resultados visíveis logo após a primeira sessão.

A decisão terapêutica deve ter em conta a gravidade das manifestações e o impacto que têm no bem-estar e expectativas do doente e ser orientada por profissionais com experiência na utilização destes agentes.

Nas Clínicas BodyScience pode encontrar todos estes tratamentos e a devida equipa de profissionais para garantir a segurança e satisfação nos resultados finais. A primeira consulta de avaliação é gratuita e poderá marcá-la aqui.

Veja também: