Formigueiro nas pernas: conheça as causas deste problema

A sensação de formigueiro nas pernas e pés é uma preocupação comum. Pode ser preocupante se for persistente ou se for acompanhada de dor. Saiba tudo.

Formigueiro nas pernas: conheça as causas deste problema
Costuma sentir formigueiro nas pernas? Descubra as causas.

O formigueiro nas pernas surge como uma sensação de alfinetes e agulhas a afetar uma ou ambas as pernas. Esta sensação de dormência ocorre, normalmente, quando se esteve numa má posição durante algum tempo, que tenha causado pressão nos nervos. Quando não há motivo para preocupação, este sintoma desaparece quando se começa a mover.

No entanto, o formigueiro nas pernas pode ser persistente. Se a sensação de “alfinetes e agulhas” continuar por um longo período de tempo ou for acompanhada de dor, deve ser procurado atendimento médico, de forma a determinar a sua causa.

POSSÍVEIS CAUSAS PARA O FORMIGUEIRO NAS PERNAS


problemas circulatorios

1. Neuropatia diabética

A diabetes é uma das causas mais comuns de formigueiro persistente nos pés. A neuropatia diabética é o resultado de danos nos nervos causados pelo alto nível de açúcar no sangue.

2. Gravidez

Não é incomum sentir formigueiro nas pernas durante a gravidez. À medida que o útero cresce, ele pode pressionar os nervos que têm ligação às pernas, causando uma sensação de dormência.

Como aliviar esta sensação?

  • Descansar com os pés para cima;
  • Mudar com regularidade de posição;
  • Certificar-se que está bem hidratada.

Se o formigueiro se agravar, não desaparecer, ou for acompanhado de fraqueza ou inchaço, deve consultar o médico para se certificar de que nada grave está a acontecer.

3. Deficiência de vitaminas do complexo B

Deficiência vitamínica, especialmente vitaminas do complexo B, pode causar formigueiro nas pernas.

Caso tenha deficiência de vitamina B12, pode ter alguns dos seguintes sintomas:

  • Fadiga;
  • Falta de ar;
  • Tonturas;
  • Náuseas;
  • Formigueiro nas mãos e pés;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no peito;
  • Problemas digestivos.

4. Problemas circulatórios

O aumento da sensação de formigueiro nas pernas, sensação que não dura apenas alguns minutos pode ser sinal de má circulação sanguínea, que é responsável por desencadear complicações como varizes e tromboses.

5. Hérnia discal

A hérnia de disco consiste numa saliência do disco intervertebral que causa sintomas como dor nas costas e dormência na coluna, que pode irradiar até às pernas e dedos dos pés e causar formigueiro.

O tratamento consiste na administração de analgésicos, relaxantes musculares ou anti-inflamatórios para aliviar a dor e inflamação, fisioterapia e, em casos mais graves pode ter que se recorrer à cirurgia.

6. Esclerose múltipla

A esclerose múltipla é uma doença crónica que se caracteriza por uma inflamação, na qual são destruídas as camadas de mielina que recobrem e isolam ou neurónios, prejudicando, assim, a transmissão de mensagens que controlam os movimentos do organismo como falar ou andar. Além de provocar sensação de formigueiro nas pernas, nesta doença também se podem manifestar movimentos involuntários nos músculos e dificuldade para caminhar.

7. Síndrome das pernas inquietas

A Síndrome das pernas inquietas é uma doença crónica e progressiva com impacto importante na qualidade de vida dos doentes.

Alguns doentes descrevem esta síndrome como “agonia nas pernas”, “formigueiro”, “alfinetadas”, “insetos que caminham pelas pernas”, “pernas que querem dançar sozinhas”, etc.

De um modo geral, os sintomas surgem ou pioram quando o doente está em repouso e tendem a desaparecer com o movimento.

8. Estenose do canal medular lombar

A estenose do canal medular lombar é o estreitamento do canal da medula lombar, o que pressiona a corda ou as raízes de um nervo. Causa dor lombar posicional, sintomas de compressão da raiz nervosa e dor e formigueiro nas pernas ao andar ou suportar peso.

Veja também:

Farmacêutica Cátia Rocha Farmacêutica Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.

Cofidis