Enxoval para gatos: tudo o que precisa para receber o novo elemento da família

Se vai aumentar a família com um novo animal de estimação, então, descubra tudo o que precisa de saber para preparar o enxoval para gatos. Cuide do seu amigo.

Powered by: Vetecare
Enxoval para gatos: tudo o que precisa para receber o novo elemento da família
Tudo preparado para a vinda de um gato?

Desde como reagir às primeiras noites, aos materiais indispensáveis para o seu novo amigo de quatro patas, revelamos todos os pormenores importantes para preparar o enxoval para gatos e, assim, preparar a família e a casa para receber o novo elemento da família de forma bem tranquila.

Lembre-se de que é tudo novo para o gatinho, seja bebé ou já crescido, e que também para ele é necessário tempo de adaptação. E se tiver o enxoval para gatos preparado, então esse período de transição será mais curto e simples.

Mas lembre-se sempre: seja paciente e tranquilo, principalmente nas primeiras 3 ou 4 noites, pois é perfeitamente normal que ouça o animal a chorar.

Chegada de um gato: saber como lidar


enxoval para gatos

Se a sua família vai receber um gatinho bebé, os cuidados são diferentes de receber um gato adulto, que já tenha tido, por exemplo, outros donos.

Assim, no primeiro caso, lembre-se de que deve pegar e lidar com o animal com cuidado e não fazer movimentos bruscos ou súbitos, já que podem assustá-lo. A melhor forma de pegar nele é com a mão aberta sob o estômago e nunca puxar pelas patas.

Se existem crianças em casa, então, atente à forma como elas lidam com o animal, já que, na sua ânsia de fazer carícias ou brincar, poderão magoar o novo gatinho. Deverá, então, estar sempre presente e ensinar a criança da melhor maneira possível.

No caso de haver outros gatos em casa, principalmente se já for adulto, então pode estar perante uma situação mais complicada, visto que ele se pode sentir ameaçado pelo novo elemento da família e demorar algumas semanas a habituar-se. Para tornar tudo mais fácil, misture os odores de ambos os gatos, esfregando um pano macio delicadamente pelo pelo de cada animal e colocar em ambas as camas.

Se existe um cão na casa e se ele já estiver habituado a gatos, então, ótimo. Se não for esse o cenário, deverá fazer uma apresentação com calma e evitar forçar o contacto com os animais. Segure seu cão pela coleira e mantenha-o calmo e controlado, aproximando-se gradualmente do novo gatinho.

Quando a família vai receber um gato já adulto, os cuidados de habituação são semelhantes. Todavia poderá ser necessário um maior período para que o animal se sinta bem e confortável, principalmente se já teve outros donos ou passou por situações de abandono e maus tratos.

Deverá ser extremamente paciente e aconselhar-se junto do seu veterinário para perceber a melhor forma de ajudar o animal a sentir-se em casa.

Enxoval para gatos: o precisa de comprar


É necessário um investimento inicial para preparar a casa e ter o enxoval para gatos, de modo a que o novo elemento da família se sinta acarinhado e em casa. Tome nota!

1. Ração

racao gato

É muito importante escolher uma ração seja de excelente qualidade. É certo que entramos em qualquer supermercado e encontramos mil e uma opções económicas e de aspeto apetitoso. Todavia essas poderão não ser as melhores escolhas. Assim, deixamos uma dica simples: não compre rações coloridas, pois é sinal de presença de corantes.

Escolha, então, rações mais puras, mesmo que possam ser um pouco mais dispendiosas. Mas é uma excelente forma de prevenir futuros problemas de saúde e gastos desnecessários no veterinário.

2. Malga para água e comida

Malga para agua e comida

Há muitas e divertidas opções. As de plástico não são tão aconselháveis, dado que acumulam bactérias e podem contribuir para o aparecimento da acne felina. Escolha, então as de porcelana, vidro ou aço inoxidável.

Deve haver uma malga de comida por cada gato e no caso de haver mais animais, poderá optar por uma fonte de água, para ter água sempre fresca e em movimento, o que atrai os animais que possam ter mais dificuldade em beber.

O último conselho sobre este item é que o mesmo deve estar afastado da caixa de areia.

3. Cama

cama gato

Não faça um grande investimento neste artigo, visto que muitos gatos optam por considerar que toda a casa faz parte do seu território e, como tal sentem-se no direito de reivindicar qualquer espaço como seu e como sendo bom para dormir.

4. Caixa de areia e areia

Caixa de areia e areia

Existem várias marcas de areia para gatos, desde as mais acessíveis até às de pinho ou sílica. E, aqui, é uma escolha muito pessoal, pois depende do que o gato preferir e o tipo de areia a que melhor ele se adapta.

E, para colocar a areia, precisa de uma caixa, certo? Esta deve estar sempre limpa e tanto pode ser aberta como fechada. É certo que a última possibilita uma melhor higiene, todavia, o animal poderá não se habituar.

Opte também pela possibilidade de ter um pequeno tapete por baixo da caixa de areia, que consiga reter pedaços de areia que fiquem presas na pata dos gatinhos e, evitando, assim, que se os grãos de areia fiquem espalhados por toda a casa.

5. Saco de transporte

Saco de transporte

Pode achar que não é um item imprescindível, mas é. Principalmente nas deslocações até ao veterinário ou em viagem, visto que o animal poderá ficar facilmente assustado e reagir de forma impulsiva, podendo magoar alguém ou até mesmo fugir.

O saco ou caixa de transporte deverá ser grande o suficiente para que o animal consiga dar a volta e, preferencialmente, de plástico, para facilitar a limpeza.

6. Arranhador

arranhador

Os gatos gostam e precisam de arranhar, tenham a idade que tiverem. Por isso, providencie alternativas para que o possam fazer, antes que se vinguem nos sofás ou cortinados. E quanto mais alto for, melhor, pois permite que o gato se estique e alongue o corpo.

Deverá escolher um arranhador que possua uma base firme e estável e com um revestimento em sisal ou material bem áspero, para atrair o animal.

7. Escova

Escova para gatos

A maioria dos gatos gosta de ser escovado, associando esse momento a uma massagem que despoleta os apetecíveis “ronrons”. Além disso, este ato é extremamente importante para ajudar a eliminar os pelos mortos, diminuído, em consequência, a frequência de eliminação de bolas de pelo.

Veja também: