Dor no peito: quais as possíveis causas? Fique atento!

Muitos problemas diferentes podem causar dor no peito. As causas mais letais envolvem o coração ou os pulmões e não devem ser ignoradas. Tenha atenção.

Dor no peito: quais as possíveis causas? Fique atento!
A dor no peito é uma das principais razões de procura de urgência médica.

A dor no peito pode ter múltiplas causas e varia de pessoa para pessoa em termos de:

  • Qualidade;
  • Intensidade;
  • Duração;
  • Localização.

Embora os problemas cardíacos, seja o que de imediato se atribui como causa da dor no peito, existem outras causas, nomeadamente gastrointestinais ou pulmonares que podem estar na origem da dor.

QUAIS AS CAUSAS DE DOR NO PEITO?


dor no peito e doencas cardiovasculares

Embora a dor no peito seja um sinal bem estabelecido de ataque cardíaco, ela também pode ser causada por muitas outras condições menos graves.

Aliás, apenas cerca de 13% de todas as consultas de urgência por dor no peito resultam no diagnóstico de um problema relacionado com o coração.

Causas relacionadas com o coração:

  • Ataque cardíaco ou enfarte agudo do miocárdio, ocorre quando uma ou mais artérias que irrigam o coração ficam bloqueadas e este órgão não recebe sangue e oxigénio nas quantidades de que necessita.
  • Angina de peito, quadro de dor ou desconforto peitorais resultantes da doença coronária, na qual o músculo cardíaco não recebe o sangue de que necessita para a sua atividade;
  • Pericardite, inflamação do pericárdio, geralmente com acúmulo de líquido;
  • Miocardite, inflamação do músculo cardíaco, miocárdio;
  • Cardiomiopatia, doença dos músculos de coração que podem fazer com que se tornem ampliados e inflamados;
  • Dissecção aórtica, distúrbio frequentemente fatal em que a camada interna (revestimento) da parede aórtica se rompe e se separa da camada intermediária da parede aórtica.

Causas gastrointestinais da dor no peito:

  • Refluxo ácido ou azia;
  • Problemas de deglutição relacionados com distúrbios do esófago;
  • Cálculos biliares;
  • Inflamação da vesícula biliar ou pâncreas.

Causas relacionadas com os pulmões:

  • Pneumonia;
  • Bronquite viral;
  • Pneumotórax, que consiste na presença de ar na cavidade pleural, ar entre o pulmão e a parede do tórax;
  • Coágulo sanguíneo ou embolia pulmonar;
  • Broncoespasmo ou constrição das passagens aéreas, geralmente ocorre em pessoas com asma e distúrbios relacionados, como doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).

 

QUE SINTOMAS PODEM OCORRER JUNTAMENTE COM A DOR NO PEITO?


dor no peito e falta de ar

Podem ocorrer outros sintomas juntamente com a dor no peito. Identificar os sintomas pode ajudar o médico a fazer um diagnóstico mais correto e num mais curto espaço de tempo. Estes incluem:

  • Sensação de aperto ou pressão no peito;
  • Dor que irradia para o braço;
  • Fadiga;
  • Tonturas;
  • Falta de ar;
  • Dor abdominal;
  • Náuseas;
  • Dor durante o esforço.

Sintomas que podem indicar que a dor no peito não está relacionada com o coração incluem:

  • Gosto azedo ou ácido na boca;
  • Dor que só ocorre depois de engolir ou comer;
  • Dificuldade em engolir;
  • Dor que varia de intensidade dependendo da posição do corpo;
  • Dor que é pior quando se inspira profundamente ou tosse;
  • Febre e/ou tosse;
  • Sentimentos de pânico ou ansiedade;
  • Hiperventilação.

 

DICAS IMPORTANTES NA PRESENÇA DE DOR NO PEITO


homem preocupado com mulher

Chame uma ambulância ou peça a alguém que o leve a um Hospital às urgências caso sinta dor ou pressão no peito nova ou inexplicável que dura mais do que alguns instantes.

A dor no peito também pode ser um sintoma de uma condição com risco de vida.

O fator tempo é essencial! Não perca tempo por medo de constrangimento se não for um ataque cardíaco. Mesmo que haja outra causa para a dor no peito, é importante ser visto por um médico imediatamente.

Assim, sendo conhecida a causa da dor no peito, é iniciado o tratamento de acordo com isso. O tratamento pode assim incluir o tratamento do refluxo ácido, de ataques de ansiedade, asma ou outros.

Veja também:

Farmacêutica Cátia Rocha Farmacêutica Cátia Rocha

Cátia Rocha é farmacêutica. Como apaixonada pela profissão, acredita na importância da educação para a saúde e num papel interventivo dos profissionais de modo a transmitir conhecimentos que considera importantes e fundamentais para o bem-estar da população. É Mestre em Ciências Farmacêuticas pelo Instituto Superior de Ciências da Saúde do Norte e exerce atualmente o cargo de farmacêutica na Farmácia Agra.