Publicidade:

Dor no fundo da barriga: causas e tratamentos

A dor no fundo da barriga pode ter causas ginecológicas, intestinais, urológicas. Algumas necessitam de tratamento imediato.

 
Dor no fundo da barriga: causas e tratamentos
A dor no fundo da barriga pode ser causada por doenças graves

A dor no fundo da barriga, também chamada de dor pélvica, acomete a região inferior do abdomen. Muitas podem ser as causas desta dor, sendo que, na maior parte das vezes, é reflexo de problemas relacionados com os órgãos desta zona em específico, nomeadamente intestinos, bexiga, útero ovários, próstata e testículos.

Dor no fundo da barriga: causas urológicas e genitais


dor no fundo da barriga

A dor no fundo da barriga pode estar relacionada problemas na uretra, bexiga e rins. Nos homens, problemas na próstata, pénis e testículos podem ser a causa da dor (1). Ainda assim, as causas mais frequente são:

Infecção urinária

A infecção urinária é um problema comum em mulheres e que, na maioria das vezes, causa dor no fundo da barriga e no trajeto da urina. Nos homens, esta doença acomete mais aqueles acima de 50 anos.

Os sintomas mais frequentes são: aumento da frequência urinária, dor durante o ato sexual, incontinência urinária e urina com sangue ou escura.

O tratamento da infeção urinária é feito com antibióticos e ingestão de muita água.

Pedra nos rins

A cólica renal costuma estar relacionada à dor na região lateral ou no fundo da barriga. A sua principal causa é a presença de pedras nos rins, as quais podem ser diagnosticadas por meio de ultrassonografia ou tomografia.

O problema ainda pode causar vontade persistente de urinar, sangue na urina, náuseas, vómito, suor excessivo e sensação de ardor.

O tratamento da pedra nos rins pode ser feito à base de medicamentos e, em alguns casos, recorrendo à cirurgia.

Dor no fundo da barriga: apendicite


apendicite

Uma das doenças que provoca dor no fundo da barriga é a apendicite – a inflamação do apêndice. O diagnóstico da apendicite é feito pelo médico e o tratamento é cirúrgico. Esta é uma das doenças que precisa de assistência médica imediata, pois há risco de vida (1).

Dor no fundo da barriga: alterações no intestino


Gatroenterites, diarreias ou obstruções intestinais, podem causar dores no fundo da barriga. O tratamento vai depender da  causa de cada uma destas doenças.

Dor no fundo da barriga: hérnia inguinal


A hérnia inguinal é mais frequente em homens e consiste numa protuberância na região da virilha, provocada pela passagem de uma parte do intestino através de um ponto mais fraco dos músculos abdominais, causando desconforto e dor no fundo da barriga.

O tratamento da hérnia é cirúrgico e a demora no atendimento também pode por o doente em risco de vida.

Dor no fundo da barriga nos homens


dor no fundo da barriga

Segundo a Sociedade Internacional da Dor Pélvica, muitos homens com dor no fundo da barriga, disfunção sexual e / ou sintomas urinários são tratados como se tivessem sempre  infeção ou alterações na próstata. A dor pélvica nos homens pode ter muitas causas além da próstata. Os sintomas da dor pélvica podem ser afetados sistema nervoso, emoções e pensamentos.

Os intestinos, bexiga, músculos, nervos e articulações podem estar envolvidos na dor. Todos esses factores devem ser considerados no tratamento da dor no fundo da barriga masculina. (1)

Torção testicular

A torção testicular é um problema que ocorre geralmente em homens jovens quando um testículo torce em volta do cordão espermático, diminuindo a circulação de sangue, podendo provocar lesões graves no testículo.

Os sintomas mais comuns são uma dor intensa nos testículos, com inchaço e aumento da sensibilidade no escroto e dor na barriga ou nas virilhas. O tratamento da torção é cirúrgico.

Dor no fundo da barriga nas mulheres


dor no fundo da barriga

A dor no fundo da barriga, em mulheres em idade fértil, pode ser causada por uma gravidez desenvolvida nas trompas e não no útero, denominada de gravidez ectópica. Pode ainda, estar relacionada doenças no útero, como miomas ou patologias nos ovários, como quistos ovarianos (2).

Cólicas menstruais

Cólicas podem causar dor no fundo da barriga e estão relacionadas com a descamação do endométrio (parte interna do útero), que resulta na menstruação.

O médico ginecologista deve avaliar se a cólica é fruto do ciclo menstrual normal ou se está ligada a outras patologias que causam dor, como endometriose e doença inflamatória pélvica.

Cistos nos ovários e ovulação

A dor da ovulação ocorre devido à pequena quantidade de sangue que flui em direção à cavidade pélvica no momento da liberação do óvulo. Cistos volumosos também podem gerar dor pélvica.

Mioma

O mioma também é uma causa importante de dor no fundo da barriga. Quando localizado na parte de fora do útero, pode comprimir outros órgãos, como bexiga, e dar uma sensação de peso, pressão pélvica e vontade de urinar mais vezes.

Quando a compressão acontece no final do intestino, pode causar prisão de ventre, sensação de evacuação incompleta ou desconforto pélvico. O tratamento do mioma é, normalmente, cirúrgico.

Doença inflamatória pélvica

A doença inflamatória pélvica é uma infeção que acomete o útero, em mulheres sexualmente ativas e causa dor no fundo da barriga. O tratamento da DIP é feito com antibióticos,

Clamídia

Doença sexualmente transmissível, que pode dar corrimento vaginal e ardência na hora de urinar, além de dor no fundo da barriga.

Gravidez

Um dos primeiros sintomas da gravidez são as cólicas, que causam dor no fundo da barriga, além de inchaço abdominal – devido a um aumento do fluxo sanguíneo na região pélvica e devido às alterações pélvicas próprias da gravidez.

Dor no fundo da barriga: sinais e sintomas


dor no fundo da barriga

A dor no fundo da barriga tem sinais e sintomas que não devem ser descurados, pois podem ser fundamentais para descobrir a causa da dor (2):

  • Dor (localização e migração);
  • Descompressão brusca;
  • Náuseas;
  • Vómitos;
  • Diarreia;
  • Dor ao urinar;
  • Obstipação;
  • Sangramento vaginal;
  • Suspeita de gravidez.

Veja também:

Fontes

1. Sociedade internacional da dor pélvica. Disponível em https://www.pelvicpain.org/
2. Federação das Sociedades Portuguesas de Ginecologia e Obstetrícia. Dor pélvica e dismenorreia. Disponível em: http://www.fspog.com/fotos/editor2/cap_10.pdf

Danielle Paiva Danielle Paiva

Licenciada em Medicina e Farmácia & Bioquímica pelo Centro Universitário de Nilton Lins, Danielle também é Mestre em Engenharia Industrial e Qualidade pela Universidade do Minho. Atualmente é voluntária na Cruz Vermelha onde desenvolve diversas ações de saúde.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].