6 Dietas para emagrecer rápido com poucos resultados a longo prazo

Procura perder peso em pouco tempo? Existem várias dietas para emagrecer rápido no entanto, os seus resultados a longo prazo são limitados.

 
Powered by: BodyScience
6 Dietas para emagrecer rápido com poucos resultados a longo prazo
Veja como perder peso rapidamente.

A forma como nos alimentamos é crucial para o sucesso de qualquer dieta de perda de peso. Quando o tempo para ficar em forma é curto, a tendência é procurar dietas para emagrecer rápido, que geralmente não permitem manter esses resultados ao longo do tempo e, muitas vezes, podem acarretar algumas carências nutricionais para quem as pratica.

Assim, o mais indicado será consultar um nutricionista que o irá orientar com um plano alimentar personalizado às suas circunstâncias de saúde, rotinas e gostos, baseado numa alimentação saudável, variada e equilibrada, trabalhando a reeducação alimentar.

6 dietas para emagrecer rápido comuns


1. Dieta detox

dietas para emagrecer rapido dieta detox

A dieta detox é uma das dietas para emagrecer rápido mais procuradas, pois é um tipo de alimentação praticada durante um curto prazo de tempo, que tem como objetivo desintoxicar o organismo, eliminando as toxinas naturalmente presentes.

A dieta detox baseia-se no consumo apenas de líquidos, eliminando da alimentação produtos como laticínios e outros produtos de origem animal e cereais, e reduzindo o aporte de proteínas e hidratos de carbono complexos.

Como tal, é aconselhável que esta dieta não se estenda por mais de 3 dias para evitar possíveis carências nutricionais e complicações de saúde. Além disso, o próprio organismo tem mecanismos de desintoxicação, onde o fígado e os rins desempenham uma função determinante para tal.

Especificamente ao nível da perda de peso, o sucesso desta dieta baseia-se no facto da ingestão energética ser menor, diminuindo o aporte calórico consumido ao longo do dia. Para além disso, o facto de promover o melhoramento do funcionamento intestinal e combater a retenção de líquidos, contribui para reduzir o volume corporal.

2. Dieta low carb

dietas para emagrecer rapido dieta low carb

A dieta low carb é, tal como grande parte das dietas para emagrecer rápido, baseada numa redução do consumo de hidratos de carbono, diminuindo o aporte energético consumido por quem a pratica. Além disso, os hidratos de carbono que forem ingeridos devem ser de baixo índice glicémico, ou seja, a glicose disponibilizada por este tipo de alimentos é absorvida mais lentamente pelo nosso organismo.

Assim, a perda de peso será mais rápida e o facto de optar por produtos ricos em fibra deste grupo de alimentos irá também promover a saciedade. Alimentos como carne, peixe, ovos, queijo, azeite, frutos oleaginosos e sementes devem ser privilegiados, assim como pequenas quantidades de frutas e legumes. Por sua vez, produtos açucarados, cereais, arroz, massas e enchidos são alguns dos alimentos que devem ser evitados neste tipo de dieta.

3. Dieta da sopa

dietas para emagrecer rapido dieta da sopa

Esta dieta, tal como o nome indica, baseia-se na substituição das refeições principais por uma sopa. Como se pode compreender, o facto de ser constituída maioritariamente por água e legumes, sacia e contribui para um bom funcionamento intestinal, contribuindo assim para a perda de peso e redução do volume abdominal.

Também por este motivo, esta dieta não deve ser uma opção a longo prazo, por conduzir a algumas carências nutricionais e pode promover um aumento de peso assim que começar a introduzir os restantes grupos alimentares.

4. Dieta cetogénica

dietas para emagrecer rapido dieta cetogenica

A dieta cetogénica é também uma alternativa de dieta para emagrecer rápido. De acordo com esta dieta, os hidratos de carbono devem ser reduzidos drasticamente.

O consumo de gorduras deve aumentar significativamente, o que leva o nosso organismo a alcançar um estado de cetose, isto é, a gordura ingerida é “processada” pelo fígado, originando ácidos gordos e corpos cetónicos, que irão ser utilizados como fonte de energia.

Verificando-se a redução de ingestão de hidratos de carbono, o nosso organismo irá recorrer às reservas de gordura para continuar em pleno funcionamento. Considerando estas características, alimentos como o pão, o arroz, a massa, feijão e leite devem ser consumidos em muito pouca quantidade, ou até mesmo eliminados. Em contrapartida, devem-se privilegiar alimentos como a carne, os ovos, os frutos secos, os legumes e as sementes.

Esta é uma dieta com resultados a curto prazo, no entanto, a re-introdução de alimentos ricos em hidratos de carbono pode levar a um aumento de peso, caso não seja uma estratégia gradual e devidamente adequada às necessidades diárias.

5. Dieta de Atkins

dietas para emagrecer rapido dieta de atkins

A dieta de Atkins, desenvolvida na década de 1960 por Robert Atkins, tem perdurado ao longo dos anos e baseia-se numa redução do consumo de hidratos de carbono para cerca de 20g por dia, assim como num aumento da ingestão diária de proteína. Esta dieta defende bons resultados ao nível da perda de peso, uma vez que orienta o organismo a utilizar a gordura como principal fonte de energia, garantindo uma perda mínima de massa muscular.

Apesar de defender um tipo de alimentação variada, contrariamente ao recomendado pela OMS, não garante uma alimentação equilibrada, isto é, não aconselha a ingestão das proporções recomendadas dos alimentos dos diferentes grupos, como por exemplo dos hidratos de carbono.

6. Dietas específicas com um só alimento

dieta da maca limao cenoura

Dietas como a dieta do ananás, da maçã ou do limão não são opções viáveis tanto a curto como a longo prazo. Efetivamente, estas dietas pressupõem o consumo elevado de um determinado alimento por um período de tempo definido que pode trazer várias complicações e desiquilíbrios nutricionais. Este tipo de dietas não é recomendado e deve ser evitado.

Em suma…


Pode encontrar diversas dietas para emagrecer rápido, mas não deve esquecer que os resultados a longo prazo são escassos.

Independentemente da dieta que optar por seguir, o ideal será consultar um nutricionista, que o irá esclarecer acerca da dieta em causa, dos seus benefícios e riscos, e aconselhá-lo de qual a melhor hipótese para si, tendo em conta o seu estado de saúde e os objetivos que deseja.

Nas Clínicas BodyScience irá encontrar profissionais experientes que acompanham e motivam os seus clientes para que consigam atingir os resultados pretendidos, de forma individual, de modo a ser feito um plano alimentar específico e dinâmico, de forma regular, indo de encontro às necessidades de cada um.

>> Marque aqui a sua primeira consulta de avaliação gratuita.

Assim irá certamente tirar o máximo proveito da sua alimentação e alcançar o peso desejado, evitando complicações de saúde associadas às dietas.

Veja também:

Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo

Mulher, tripeira e Nutricionista (C.P. 2181N). É licenciada em Ciências da Nutrição pela Universidade Católica Portuguesa e autora do blog "Comer para crer". Desenvolveu atividade em várias áreas da Nutrição, mas a paixão pela área clínica e pela comunicação tem prevalecido.

O Vida Ativa disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento nutricional, de saúde ou de treino. O Vida Ativa não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui nem dispensa a assistência profissional qualificada e individualizada. Caso pretenda sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].

Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo Nutricionista Carolina da Costa Arcanjo

Mulher, tripeira e Nutricionista (C.P. 2181N). É licenciada em Ciências da Nutrição pela Universidade Católica Portuguesa e autora do blog "Comer para crer". Desenvolveu atividade em várias áreas da Nutrição, mas a paixão pela área clínica e pela comunicação tem prevalecido.