A Dieta Paleo emagrece? Só depende de si!

Será que a dieta Paleo emagrece? Como para todas as outras dietas, a resposta a esta pergunta só depende de si! Saiba porquê.

A Dieta Paleo emagrece? Só depende de si!
A dieta Paleo pretende recriar os hábitos alimentares de um tempo onde não havia excesso de peso.

A dieta do Paleolítico ou dieta Paleo, como é mais conhecida, é um regime alimentar que recria os hábitos alimentares do homem da sociedade caçadora-recoletora e ganhou fama nos últimos tempos por promover a perda de peso. Mas será que a dieta Paleo emagrece mesmo? Com que rapidez e eficácia?

Dieta Paleo: em que consiste e como fazer?


dieta paleo

Apesar de não haver uma única definição de dieta Paleo, este regime alimentar é considerado uma dieta low carb, ou seja, com baixo teor em hidratos de carbono e um teor significativo de proteína e gordura, incluindo gorduras insaturadas como o ómega-3 e 6, razões pelas quais se considera que a dieta paleo emagrece e é mais saudável do que a dieta da sociedade contemporânea.

Na base deste regime alimentar estão a carne, peixe e ovos, assim como as sementes, fruta fresca, hortícolas e frutos oleaginosos e respetivas pastas (nozes, amêndoas, avelãs). Dentro dos alimentos não permitidos na dieta paleo estão os produtos açucarados e processados, os lacticínios, os cereais e as leguminosas, devido ao teor de hidratos de carbono que possuem.

Além destes traços gerais, existem alimentos como a aveia sem glúten, a batata-doce, a quinoa e o trigo-sarraceno que são permitidos com moderação, assim como lacticínios fermentados como o queijo e o iogurte sem açúcar, caso não sofra de intolerância à lactose.

Como é que a dieta Paleo emagrece?


dieta paleo emagrece

O princípio da dieta Paleo e de qualquer outra dieta low carb é o mesmo de qualquer outra: dar menos energia (calorias) ao organismo do que aquelas que ele gasta, forçando-o a utilizar as reservas de gordura como energia e a perder peso.

Neste caso específico, pretende-se forçar o organismo a mobilizar a gordura armazenada, fazendo dela o substrato energético preferencial para a produção de energia.

Mas será que a dieta Paleo emagrece mesmo?


verificar perda de peso

Relativamente a resultados, estes surgem, normalmente, num curto espaço de tempo, principalmente se cumprir todos os pressupostos da dieta e alargar a sua lista de alimentos proibidos a todos os que têm um teor considerável de hidratos de carbono (aveia, batata-doce, quinoa, trigo-sarraceno, arroz, entre outros).

Neste sentido, e se todas as quantidades forem controladas e o plano alimentar devidamente cumprido sem grandes exceções, podemos afirmar que a dieta Paleo emagrece, numa proporção que é variável de pessoa para pessoa e que está também dependente de outros fatores como o metabolismo basal, a prática de exercício físico, estado de saúde, entre outros.

Isto porque é importante não esquecer que o gasto energético no período do Paleolítico era significativamente maior do que que o gasto atual, visto que o trabalho exigia muito mais esforço físico do que atualmente. Nesse sentido, as quantidades deverão ser adaptadas em função do seu nível de atividade física, tanto na sua rotina de trabalho diária, como na prática de desporto ou exercício físico.

No entanto, tal como qualquer outra dieta, o seu grau de eficácia está dependente do grau de adesão e cumprimento da mesma, algo que é um desafio neste regime devido à monotonia alimentar que lhe está implícita.

Assim sendo, se excluir os alimentos ricos em hidratos de carbono mas boicotar a dieta através da ingestão de mais quantidade de gordura (ex. aumentar aos frutos secos, manteiga, óleo de coco), também não irá obter os resultados pretendidos.

Por outro lado, sabe-se que, a longo prazo, a manutenção dos resultados parece estar diretamente relacionada com o grau de restrição: quanto mais restritiva for a dieta paleo, mais resultados surte a curte prazo, mas maior será a probabilidade de desistência a médio- longo prazo.

EM SUMA


  • A dieta Paleo emagrece se conseguir induzir uma restrição energética, neste caso em concreto, à base da restrição de hidratos de carbono;
  • Como tal, se quer mesmo emagrecer de forma saudável e sustentada, limite a ingestão de hidratos de carbono a cerca de 150g por dia, de modo a não induzir a adaptação metabólica, privilegie o consumo de alimentos ricos em proteína, de modo a manter elevados níveis de saciedade e preservar a massa muscular e modere também a ingestão de alimentos ricos em gorduras saturadas, como óleos vegetais, manteigas e enchidos.
  • Além disso, faça uma boa ingestão hídrica e alie a dieta paleo à prática regular de exercício físico.

Veja também:

Nutricionista Rita Lima Nutricionista Rita Lima

Rita Lima é nutricionista e trabalha, atualmente, nos ginásios Urban Fit de Ermesinde, Antas Prime Fitness e CulturaFit Club no Porto. Durante 2 anos colaborou no projeto Dragon Force do Futebol Clube do Porto e com o Boavista Futebol Clube. É licenciada em Ciências da Nutrição pela Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto e frequentou o Curso de Nutrição no Desporto na mesma faculdade.